“Consultofobia” se volta contra o criador: Palocci é “consultor”, o PMDB é “cobrador”.

Helio Fernandes

Essa é mais uma palavra criada, erudita mas criminosamente, que se volta contra o criador. Palocci tem toda a razão de fugir de comparecer ao Congresso para a explicação. Antes de fazer pressão para não ir, consultou Lula. Dona Dilma disse logo, “O caso está encerrado”.

Previdentemente, Lula deixou Gilberto Carvalho de sobreaviso: “Não fique distante, pode ser a tua vez”.

***
MATEUS, PRIMEIRO OS TEUS

Na tribuna da Câmara, ACM Neto (líder do DEM) fazia violento discurso contra Palocci, exigindo investigação e explicação. No mesmo momento, seu tio Paulo Magalhães (irmão de ACM Corleone) votava pela não convocação de Palocci.

Motivo e explicação irrecusável: Paulo Magalhães fora cooptado pela bancada ruralista. A mais disputada moeda de troca por enquanto na Câmara, e que será usada também no Senado: bancada ruralista, igual à bancada paloccista.

A não-convocação de Palocci pela Câmara foi interpretada pelo Planalto como vitória. Equivoco dos jornalistas, tentando proteger o “consultor”. A oposição em completa minoria, a base, maioria, mas exige recompensa.

Enquanto Palocci é “consultor”, o PMDB é “cobrador”. Apresenta diariamente a fatura ao Planalto. E agora, para Dona Dilma, cada vez menores as possibilidades de resistir.

De São Paulo me dizem: “Helio, você acertou no óbvio. Quem compra imóveis no valor total de quase 8 milhões, tem que ter pelo menos o dobro de reserva. E acrescentam: “O resto não demora a aparecer”, Também acho.

***
BANCO CENTRAL BRITÂNICO

Geralmente, é presidido por um funcionário de carreira. Quando deixa a presidência desse BC é aposentado, sem poder exercer qualquer atividade no setor financeiro. (Acumula, na aposentadoria, todas as vantagens e mordomias do cargo. É a compensação, justa).

Quando por questões políticas é necessário nomear para a presidência desse Banco Central um não funcionário, assina um “contrato de confiabilidade”, se comprometendo, se sair ou quando sair, a ficar totalmente afastado do setor. O rompimento do contrato é crime, sujeito a punição.  Ah! Palocci, que satisfação ter nascido no Brasil,

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *