“Seu talão vale 1 milhão”

Helio Fernandes

No Rio e São Paulo, falam muito em estabelecer uma forma do consumidor exigir nota do comerciante. Este só entrega obrigado e de mau humor, perde a chance de sonegar. Só que isso já existe de 1956. Foi criado por Nelson Mufarreg, Secretário da Fazenda do Prefeito Negrão de Lima.

Negrão foi o penúltimo prefeito do Distrito Federal. Teve que sair para ser embaixador em Portugal, substituindo o brilhante, culto mas estabanado Álvaro Lins, que criara difícil caso diplomático.

Seria eleito governador em 1965, coordenado pelo general Golbery, e apoiado pelo Partido Comunista (pago por Golbery), que recomendava: “Votem em Negrão, com lenço no nariz, mas votem”.

A criação de Mufarreg “pegou” (até pela denominação), a arrecadação subiu muito, os consumidores gostaram. Vieram outros governadores, teleguiados, o talão continuou a valer 1 milhão, não mais para os consumidores. Ganharia aplausos a volta.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *