?Lula se nega a depor ao juiz Moro sobre as “tralhas” surripiadas da Presidncia

Deu no Correio Braziliense
(Agncia Estado)

O ex-presidente da Repblica Luiz Incio Lula da Silva afirmou Operao Lava-Jato, por meio de sua defesa, que no reconhece a competncia do juiz federal Srgio Moro na investigao sobre as 23 caixas com presentes recebidos pelo petista no perodo que ocupou a Presidncia da Repblica e que foram apreendidas pela Polcia Federal na Operao Aletheia, 24 fase da Lava Jato, em maro deste ano. Lula disse que somente prestar esclarecimentos Justia Federal de Braslia.

“Necessrio salientar que o peticionrio (Lula) no reconhece a competncia do Juzo da 13 Vara Criminal de Curitiba para a conduo do presente feito”, afirmam os advogados Roberto Teixeira, Cristiano Zanin Martins, Jos Roberto Batochio e Juarez Cirino dos Santos.

ARGUMENTO – “H que se pontuar que o presente procedimento versa sobre fatos que ocorreram em Braslia (isto , suposto recebimento de bens quando no exerccio do cargo de Presidente da Repblica) e a busca e apreenso se deu em agncia do Banco do Brasil localizada em So Paulo. Desse modo, no h motivos para que a presente investigao ocorra em Curitiba, uma vez, ainda, que todos os fatos apontados na investigao se dissociam territorial e materialmente de qualquer aspecto ou contedo da ‘Operao Lava-Jato’.”

A busca da Operao Aletheia encontrou moedas, espadas, adagas, canetas, condecoraes e outros objetos de valor que estavam armazenados no banco desde 2011, sem custo, segundo informou o gerente da agncia na ocasio.

No mesmo dia em que foram feitas as buscas no cofre, Lula foi conduzido coercitivamente para depor e, irritado, disse que no sabia onde estavam as inmeras “tralhas” que ganhou quando presidente e que iria entregar tudo para o Ministrio Pblico.

Antes disso, ele havia sido flagrado em um grampo com o advogado Sigmaringa Seixas fazendo crticas s investigaes sobre os presentes e dizendo que iria mandar tudo para um prdio do Ministrio Pblico Federal.

OUTRO INQURITO – A petio da defesa afirmou a Moro que “j existe inqurito civil em trmite na Procuradoria da Repblica do Distrito Federal que apura exatamente os mesmos fatos aqui investigados, no bojo do qual, inclusive, o Instituto Lula j respondeu a ofcio que requereu informaes detalhadas sobre os bens integrantes do acervo privado”.

“Diante do exposto, o peticionrio (Lula) no reconhece a competncia deste juzo para processamento do feito em tela, razo pela qual somente prestar os devidos esclarecimentos autoridade competente, qual seja, a Justia Federal de Braslia”, anota defesa do petista.

###
NOTA DA REDAO DO BLOG
A defesa de Lula, pelo que se v, arguiu exceo de incompetncia, que um bom argumento, porque realmente existe outro inqurito correndo no Ministrio Pblico de Braslia, que at anterior apurao da Lava Jato e envolve tambm Fernando Collor, Fernando Henrique Cardoso e os herdeiros de Itamar Franco, trs presidentes que tambm surripiaram pertences da Presidncia. Vamos aguardar a reao do juiz Moro. Quanto s tralhas citadas por Lula, trata-se de peas de arte valiosssimas, algumas delas esculpidas em ouro e marfim, incrustadas de brilhantes e pedras preciosas. A famlia Lula da Silva levou 186 tralhas para a sala-cofre. O valor estimado passa facilmente dos R$ 20 milhes. Nada mal. (C.N.)

15 thoughts on “?Lula se nega a depor ao juiz Moro sobre as “tralhas” surripiadas da Presidncia

  1. Ser que existem pessoas que esto acima da Justia?
    Gostaria que o advogado Jorge Bja,com os seus slidos conhecimentos de Direito e notvel embasamento intelectual,escrevesse um artigo explicando tudo isso a seus inmeros leitores deste Blog,agora felizmente totalmente descontaminado.

  2. Enquanto este demnio dos 9 dedos viver o Brasil patinar. Este maldito esta por trs de tudo quanto nocivo sociedade. Toro que siga para o inferno o mais rpido possvel para o bem da Nao honesta do Brasil!

  3. Do post:
    A busca da Operao Aletheia encontrou moedas, espadas, adagas, canetas, condecoraes e outros objetos de valor que estavam armazenados no banco desde 2011, sem custo, segundo informou o gerente da agncia na ocasio.

    Eu pergunto:
    O BB me forneceria “sem custo” um de seus cofres, por 4 ANOS?

  4. “FORO UNIVERSAL”

    Sergio Moro declara ter competncia para conduzir investigaes de Lula

    16 de agosto de 2016, 18h08

    “Ao julgar a exceo, o juiz paranaense afirmou que a hiptese do MPF, que vincula Lula ao esquema de corrupo na Petrobras, suficiente, nessa fase, para fixar a competncia da 13 Vara Federal de Curitiba que, de acordo com ele, prevento para julgar as irregularidades ocorridas na estatal. E essa atribuio, a seu ver, foi respaldada pelo Supremo Tribunal Federal ao enviar a Moro as investigaes contra Lula quando ele perdeu o foro por prerrogativa de funo que havia adquirido por virar, brevemente, ministro da Casa Civil antes que a presidente Dilma Rousseff fosse afastada.”

    http://www.conjur.com.br/2016-ago-16/moro-declara-competencia-conduzir-investigacoes-lula

  5. Eu queria saber o que aconteceria comigo, se eu agisse como este cretino.
    Praticamente manda um juiz a m….. e, no acontece nada.

    Acho que neste momento, estamos vivendo em Marte e no percebemos

  6. Meu amigo Werneck abre seu comentrio com a seguinte pergunta: -Ser que existem pessoas acima da justia? Talvez nossa velha e ultrapassada formao jurdica ,j no exista mais.Todos so inocentes at prova em contrario este a nossa fundamentao do direito.Esta mxima do nosso tempo se inverteu.Todos so culpados at que prova negativa prove que so inocentes esta uma triste realidade. Querer aplicar um direito de primeiro mundo como o nosso em um pas administrado por gangs polticas e ladres empresrios impossvel As maracutaias na nomeao de juzes que de fato so rbitros com posies polticas definidas e julgam aes milionrias como a liberao de valores bilionrios de empresas sabidamente corruptas e comprovadamente dinheiro adquirido ilegalmente no poderia ser liberado a no ser com um por fora que deixe trs geraes ricas.Chega de ter f na justia.Pobre Themis mesmo cega estuprada por todos a todo o momento em qualquer lugar dos corredores e gabinetes da suprema magistratura.. .Vale a sabedoria popular! S vai preso trabalhador e pobre e negros neste pas de vendilhes

  7. Coisa de louco. Parece que esses advogados assistiram a muitos filmes e sries americanos em que h aqueles criminosos que gritam nos tribunais no reconhecer presidente da repblica, juzes e outras autoridades porque so contra o sistema. Isso tudo j passou dos limites. O crpula e seus rbulas no respeitam nem mesmo ministro de nossa Suprema Corte. o fim da picada.

  8. Lula, um funcionrio pblico que atuou no servio pblico como servidor pblico no cargo de predidente da repblica…..

    Inconsequncias…
    Estranhamente um funcionrio pblico responde ao representante da Unio que se apropriou de bens da Unio mas no deve satisfaes mesma.

    E d-lhe atraso …

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.