11 de julho, comentrio sobre erros e acertos, Holanda e Espanha, incompetncia de Portugal, Brasil perdeu para Ricardo Teixeira, Dunga, Organizao Globo. Dois estaro em 2014. A Espanha conquista a Copa, mas dessa maneira?

O zero a zero do primeiro tempo, correspondeu falta de categoria das duas selees. Todo em cmera lenta, no se justificava qualquer modificao no placar. E por que haveria sensao se no houve durante toda a Copa?

A surpresa foi a violncia, principalmente da Holanda, embora a Espanha tivesse revidado algumas vezes num tom maior. O rbitro poderia ter dado mais cartes do que deu, mereciam.

O que comentaristas compenetrados (?) tanto discutiam, futebol de RESULTADOS ou futebol ESPETCULO, no existiu. 45 minutos iniciais montonos, desconfio que o prncipe da Holanda, que olhava muito para a rainha da Espanha, era para pedir desculpas. Constrangido, envergonhado, mas consciente.

(Aos 10 minutos do segundo tempo, a seleo da Holanda tinha 5 jogadores com cartes. Com os 2 da Espanha, muitos comearam a se perguntar; qual a primeira seleo que ter um jogador com o VERMELHO?

20 minutos do segundo, Holanda e Espanha pareciam querer demonstrar; No apenas Brasil, Portugal, Coreia do Norte e Costa do Marfim, a falsa chave da morte, podem exibir to decepcionante chatice?

O relgio vai avanando, os jogadores no. E quando passam do meio do campo, se aproximam da rea adversria, perdem lamentavelmente.

(Helio Fernandes, com 20 minutos desse segundo tempo, voc ainda quer a vitria da Espanha? Tem que haver um vencedor, mas antes de eu responder, o corvo grita, nunca mais).

Aos 33 minutos, os dois treinadores cobrem o rosto com as mos, envergonhados, mas na verdade devem estar com o mesmo desespero do reprter e igual angstia: Prorrogao? Ningum suporta. Os jogadores se empurram, se abraam, Hobben um cracao nas reclamaes. Aos 37 perde o gol da vitria. Casillas tira dos seus ps.

40 minutos, 43, 45 e os descontos, o zero a zero, continua impvido, altivo e altaneiro. O rbitro de futebol, nesse caso, deveria ter o poder dos rbitros de boxe: desclassificar os lutadores por FALTA DE COMBATIVIDADE.

14 minutos do terceiro tempo (prorrogao), Fabregas vai driblando os holandeses, chuta para fora, o treinador da Holanda se esconde. Agora, termina a primeira fase, toro para que o zero a zero permanea.

A, iremos para os pnaltis. Peo a Deus que castigue a todos e a deciso repita o que houve nas quadras de Roland Garros: no quinto set, ficou em 59 a 59, decidiram em 70 a 68, mereciam o castigo.

Heitinga, da Holanda, brilhante exibio de violncia, leva um carto retardado. Devia ter sido expulso antes. Xavi no aproveita, joga para fora. S trs holandeses no tm carto amarelo, qualquer descuido pode ser fatal.

Aos 10 minutos do segundo tempo da prorrogao, todo o time da Espanha participa e Iniesta abre o placar que pode fechar o drama da Holanda. Jogadores da Holanda choram, esto com a razo, o que jogaram merece todas as lgrimas.

Finalmente termina essa tragdia grega em ritmo de comdia sem maior interesse. Mas vale, assim mesmo. A Holanda no merecia chegar final, e muito menos vencer.

***

PS O momento mais bonito do jogo de hoje, e de toda a Copa, foi a entrada de Mandela. No no estdio, mas atravessando todo o campo num carrinho, rindo, ovacionadssimo, todos reconheciam: o ESTADISTA do nosso tempo.

PS2 Os que conseguem ver um pouco mais longe, tentam localizar o futuro da frica do Sul, a partir de amanh. E mais grave ainda; e num dia em que Mandela no estiver mais presente?

PS3 Com Mandela, os brancos dominam tudo, os negros continuam coadjuvantes, e com a sensao de que so personagens. difcil acreditar que essa transformao acontecer.

PS4 O ridculo e at hilariante: Joseph Blatter, querendo ficar na tribuna de honra, com a rainha da Espanha, o prncipe da Holanda, o presidente da frica do Sul. H 12 anos, Blatter era um burocrata, se julga importante, s porque a Fifa se constitui num Poder paralelo.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.