A camisola do dia, que abalou os sonhos de David Nasser e Herivelto Martins

Imagem relacionada

Nasser criou grandes sucesso com Herivelto

Paulo Peres

Site Poemas & Canções


O  jornalista, escritor e letrista paulista David Nasser (1917-1980), autor de diversos clássicos do nosso cancioneiro popular, entre os quais “A Camisola do Dia”, em parceria com Herivelto Martins, cujo teor poético revela toda a alegria e a tristeza acontecidas num amor infindo. Este belo samba-canção teve sua primeira gravação feita por Nelson Gonçalves, em 1953, pela RCA Vitor.

A CAMISOLA DO DIA
Herivelto Martins e David Nasser

Amor, eu me lembro ainda
Era linda, muito linda
Um céu azul de organdi
A camisola do dia
Tão transparente e macia
Que eu dei de presente a ti
Tinha rendas de Sevilha
A pequena maravilha
Que o teu corpinho abrigava
E eu era o dono de tudo
Do divino conteúdo
Que a camisola ocultava
A camisola que um dia
Guardou a minha alegria
Desbotou, perdeu a cor
Abandonada no leito
Que nunca mais foi desfeito
Pelas vigílias de amor

9 thoughts on “A camisola do dia, que abalou os sonhos de David Nasser e Herivelto Martins

  1. Grande dupla: Herivelton Martins e David Nasser. Deixaram composições imortais: Quem não se lembra da Normalista de David Nasser. Estou deixando de citar as parcerias. David Nasser teve inúmeros parceiros. Foi um jornalista polêmico, repórter principal de O Cruzeiro e letrista. Era tipo “sai de baixo”. Pensando em ti um sucesso de Nelson Gonçalves, cantando com seus magníficos rrs, composição de Davi Nasser. Na briga Herivelton-Dalva de Oliveira se dedicou a moer a cantora. Ela tinha compositores, como Ataulfo Alves que lhe davam as respostas. Ataulfo e Herivelton ficaram “de mal” por conta da briga do casal.
    Herivelton Martins, a gente conhece o drama do fim do casamento com Dalva de Oliveira. Autor de “Caminhemos” – uma perfeição. Dalva de Oliveira, por despeito ou ciúme, dizia que foi a única composição bonita que ele fez. Lixo, as outras segundo ela.
    A Camisola do dia era muito especial no enxoval da noiva naqueles idos. Uma peça que a família da noiva dava grande atenção: “linda, muito linda”. Há um verso “que dei de presente a ti”; Ora, o noivo nada sabia sobre a camisola. Certamente, tratava-se de uma licença poética dos autores.

    De David Nasser que vive para sempre todo fim de anos:
    “Adeus, ano velho!
    Feliz ano novo!
    Que tudo se realize
    No ano que vai nascer
    Muito dinheiro no bolso,
    Saúde pra dar e vender…”

  2. A Deusa Betânia cantando uma ingratidão

    Atiraste Uma Pedra
    Maria Bethânia
    Compositor: Herivelto Martins/David Nasser

    Atiraste uma pedra
    No peito de quem
    Só te fez tanto bem
    E quebraste um telhado
    Perdeste um abrigo
    Feriste um amigo
    Conseguiste magoar
    Quem das mágoas te livrou
    Atiraste uma pedra
    Com as mãos que essa boca
    Tantas vezes beijou
    Quebraste o telhado
    Que nas noites de frio
    Te servia de abrigo
    Feriste o amigo
    Que os teus erros não viu
    E o teu pranto enxugou
    Mas acima de tudo
    Atiraste uma pedra
    Turvando essa água
    Essa água que um dia
    Por estranha ironia
    Tua sede matou.

  3. Belíssima canção.Um clássico realmente.

    Tenho essa canção e outras do Herivelto na voz do notável, excepcional e fabuloso Nelson Gonçalves.

    Abração.

  4. Deo gratias temos este oásis de responsabilidade do poeta Paulo Peres. É uma página de louvor. Um bálsamo que cura qualquer desânimo com a politicagem. A gente fica com a alma lavada.

    https://youtu.be/FSXi7EQJ3W4

    Vermelho 27 – Herivelton Martins e David Nasser
    Jogo no pano… jogo… feito! Vermelho 27!”
    Esse homem que hoje passa maltrapilho
    Fracassado no seu traje furta-cor
    Um dia já foi homem, teve amigos,
    Teve amores, mas nunca teve amor
    Soberano da roleta e da campista
    Foi sua majestade o jogador!
    Vermelho vinte e sete
    Seu dinheiro mil mulheres conquistou
    Vermelho vinte e sete
    Seu dinheiro tanta gente alimentou
    Um rio de champagne sorrindo derramou
    E a sua mocidade em fichas transformou
    “Jogo no pano…jogo…feito! … Vermelho 27!”
    Vermelho vinte e sete
    Quando a sorte caprichosa o abandonou
    Vermelho vinte e sete
    Cada amigo num estranho se tornou.
    Os ossos do banquete aos cães ele atirou,
    A vida honra tudo,
    Num lance ele arriscou…
    “Jogo…jogo…feito! Preto 17!”
    Deu preto dezessete
    Nem um cão entre os amigos encontrou!

  5. 1) Hoje, 22/11, é o “Dia de Santa Cecília”, protetora dos músicos e dos poetas:

    2) Querida Santa Cecília, por favor, abençoe o Paulo Peres e família, pelo bonito trabalho que ele realiza aqui n a TI, abençoe tb os músicos e poetas que ele cita…

    3) E, por extensão, os leitores e comentaristas da coluna.

    • Prof. Antonio, obrigada pela lembrança. Não poderia ter esquecido pois tenho uma Cecilia em minha vida – filha do coração e amo Cecilia Meireles.
      Um podema simples e bela da poeta Cecilia Meireles:

      Pus o meu sonho num navio
      e o navio em cima do mar;
      – depois, abri o mar com as mãos,
      para o meu sonho naufragar

      Minhas mãos ainda estão molhadas
      do azul das ondas entreabertas,
      e a cor que escorre de meus dedos
      colore as areias desertas.

      O vento vem vindo de longe,
      a noite se curva de frio;
      debaixo da água vai morrendo
      meu sonho, dentro de um navio…

      Chorarei quanto for preciso,
      para fazer com que o mar cresça,
      e o meu navio chegue ao fundo
      e o meu sonho desapareça.

      Depois, tudo estará perfeito;
      praia lisa, águas ordenadas,
      meus olhos secos como pedras
      e as minhas duas mãos quebradas.

      • 22 de Novembro – Dia de Santa Cecília, Padroeira dos Músicos é também Dia do Músico.

        Parabéns aos músicos da TI e aos que como eu, se alimentam da boa música.

  6. Caro Jornalista,
    Eu sei que é fora de tópico.

    -Mas… Só a título de curiosidade, pois FICO MUITO FELIZ quando eu vejo uma coisa destas acontecer. O meu sonho é ver chegar o dia em que uma pessoa incapacitada apenas por lesão na coluna vertebral possa deixar a cadeira de rodas e levar uma vida normal como se tivesse sofrido uma fratura no braço ou perna.
    Creio que estamos começando a ver o milagre de “os surdos voltarão a ouvir, os cegos enxergarão e os paralíticos andarão” acontecer. Lentamente, na mesma velocidade do passo do aumento do conhecimento feita pela humanidade.

    https://g1.globo.com/df/distrito-federal/noticia/educador-fisico-ouve-voz-da-filha-pela-primeira-vez-aos-30-anos-apos-receber-implante-no-df-video.ghtml

    -Também é reconfortante saber que, enquanto os NEANDERTAIS com anel de doutor do Congresso Nacional, da Presidência da República e do Supremo Tribunal Federal canibalizam, saqueiam e fazem os seus semelhantes mais fracos sofrerem, em algum lugar deste país SERES HUMANOS, anônimos, constroem pontes, diminuem as dores e deixam para as gerações seguintes descobertas que as tornarão mais saudáveis e confortáveis. E isso está acontecendo também no Brasil.
    Logo esses crápulas, pedras de tropeço no caminho dos brasileiros, morrerão e se tornarão esterco e a humanidade (e, quem sabe, até mesmo este país) prosseguirá o seu caminho rumo ao progresso. Desses atuais deuses restará, para os estudiosos das doenças mentais do futuro, apenas o exemplo do que MENTES atrasadas e DEFORMADAS MORALMENTE são capazes de fazer para terem por alguns minutos a ilusão do poder antes da chegada da morte.

    Abraços.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *