17 horas: o STJ examina: confirma o voto do relator?

Arruda espera em casa para ser preso, Paulo Octávio, como vice, assumirá obrigatoriamente se Arruda sair. O problema principal: Arruda destrói documentos, prejudica o andamento do processo.

Na Câmara Distrital, unanimidade a favor de Arruda, os raríssimos contra ele, não conseguem nada. A Procuradoria Geral da República pediu a prisão preventiva, juntou novos argumentos. O maior, retirado de uma gravação legal: Arruda afirmando que pode fugir da capital e do país, para evitar qualquer decisão judicial contra ele.

Como são muitos Ministros do STJ (36, embora nem todos votem), a votação pode levar um tempo não presumível. Mas é praticamente certo que a PRISÃO PREVENTIVA SEJA CONFIRMADA, MAS NÃO DEFINITIVAMENTE.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *