Conversa com o comentarista Paulo Sólon sobre o filho de Marx

Helio Fernandes

Sólon, você sabe muito bem que minha nota não tinha nada a ver com o fato do caso ter sido com a doméstica. Para defendê-lo bastava dizer: “Ele queria revolucionar o mundo, nada reprovável que começasse pelo sexo múltiplo”. Minha única restrição é que sua mulher era dedicadíssima, fazia tudo para ele.

Quando ela morreu, os amigos mais íntimos, da casa, disseram: “Quem morreu hoje não foi a Geny e sim o próprio Marx”. Era verdade. O filho de Marx foi cuidado a vida inteira por Engels. Os filhos de FHC? O primeiro, de 17 anos, mora com a mãe em Barcelona, por exigência do pai, referendada pela TV Globo, onde trabalhava e trabalha. A outra mãe é funcionária, humilde, do Senado.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *