19 anos de exílio, construção surpreendente

Agora, 25 anos da inauguração do Sambódromo. Não custa lembrar. Surpreendido e até um pouco constrangido, Brizola me disse: “Jamais imaginei que depois de tanto tempo de solidão fora do país, viesse construir e inaugurar uma passarela do samba”.

Brizola não estava contra nem lamentava o fato. Mas diante dos sonhos de grandeza e libertação do povo, considerava menor o que fazia.

João Lyra, usineiro

Está sempre nas manchetes, indiscutivelmente no lado menor e negativo. Na concepção, (anterior) e a de (hoje) de Lula, ele é HERÓI ou VILÃO? Nenhuma dúvida.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *