CPI está perdendo o prazo de validade e os senadores precisam prorrogar os trabalhos

CPI precisa de mais 90 dias para concluir as apurações

Ana Flor
G1 Política

Senadores que integram a CPI da Covid calculam que já há apoio suficiente entre os colegas para aprovar a prorrogação dos trabalhos por mais 90 dias. A comissão foi instalada no fim de abril, com prazo inicial até julho.

A estimativa vem do grupo conhecido como “G7”, formado pelos senadores de oposição e independentes que compõem a CPI. A expectativa, segundo parlamentares ouvidos pelo blog, é de que pelo menos 35 senadores assinem o requerimento.

27 ASSINATURAS – O artigo 152 do regimento interno do Senado Federal determina que o prazo poderá ser prorrogado por meio de requerimento de um terço dos membros da Casa. Ou seja, é preciso um mínimo de 27 assinaturas.

O documento tem de ser enviado ao presidente do Senado, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), que oficializa a prorrogação ao ler o requerimento em plenário.

O governo não quer a extensão da CPI – que tem sido fonte de desgaste desde sua instalação, em abril. A oposição dos governistas deve aumentar agora que os senadores passaram a investigar denúncias de pressão para a compra da vacina Covaxin quando o imunizante ainda não tinha sequer sido aprovado pela Anvisa. O aval da agência reguladora era um dos argumentos usados pelo governo para justificar o atraso nos contratos.

SEM GOVERNADORES – A CPI foi instalada para investigar a condução da pandemia pelo governo federal e a crise de oxigênio em Manaus, no início deste ano.

Senadores governistas ainda conseguiram incluir, no escopo das investigações, a investigação da aplicação de repasses federais para estados e municípios. A convocação dos governadores, no entanto, esbarrou em decisão do Supremo Tribunal Federal (STF) – os gestores estaduais podem ser apenas convidados, sem obrigação de comparecer.

A CPI já demonstrou que o governo ignorou mais de 80 comunicações da empresa Pfizer, que fazia testes de fase 3 da vacina contra Covid no Brasil e ofereceu ao governo a compra antecipada do imunizante. Não fosse isso, o Brasil poderia ter recebido milhões de doses já em dezembro. O atraso na compra de vacinas também se estendeu à vacina CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

 

3 thoughts on “CPI está perdendo o prazo de validade e os senadores precisam prorrogar os trabalhos

  1. Estão cozinhando galo velho em banho Maria e fogo baixo. Não vai acabar nunca. Mas alguém realmente espera que algo aconteça?
    Todos sabemos que as CPIs só servem para fins eleitorais. Todos se promovem a custa de uma exposição gratuita a nível nacional.
    Sempre foi assim.

  2. Alguém viu esta insanidade em algum país do planeta?

    Já não sei mais o que significa una nação cordata.

    A loucura tomou conta dessa gente… o deboche está tão entranhado nas vísceras que acham tudo engraçado.

    Que siga la fiesta!!!

    Não me surpreenderia se alguma escola de samba aqui Hell de Janeiro fizer um enredo em homenagem à Covid 19.

    Nosso povo está destruído, foram lobotomizados, sugaram o tutano do cérebro dessas pessoas.

    É muito chocante ver isso, pelo menos pra mim.

    Não tenho mais esperança…

    JL

    https://twitter.com/RachelSherazade/status/1408553276593917959?s=08

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *