Prejuzos da Petrobras so at 70% maiores do que se pensava, diz o TCU

Resultado de imagem para petrobras charges

Charge do Oliveira (Humor Poltico)

Deu em O Tempo
(Agncia Estado)

A anlise de provas da Operao Lava Jato tem feito o Tribunal de Contas da Unio (TCU) rever a apurao de prejuzos em obras da Petrobras. Os auditores refizeram os clculos de superfaturamento, com base em documentos obtidos em quebras de sigilo de empreiteiras investigadas, e j descobriram desvios at 70% maiores do que os constatados em levantamentos anteriores.

A reavaliao foi feita em trs contratos da Refinaria Abreu e Lima, em Pernambuco, e um do Complexo Petroqumico do Rio de Janeiro (Comperj). As perdas ao errio at agora apontadas nesses casos, em valores atualizados, somam R$ 3,7 bilhes.

CUSTO REAL – O TCU recebeu da 13 Vara Federal Criminal de Curitiba, do juiz Srgio Moro, notas fiscais emitidas por fornecedores de materiais usados pelas empreiteiras nas obras da Petrobras. Os documentos mostraram o custo real de equipamentos especficos da indstria de petrleo, os chamados “itens tagueados”, que antes no constavam dos sistemas oficiais de pesquisa de preos consultados pelo tribunal. Ao comparar os valores praticados no mercado com os previstos nos contratos, revelou-se um rombo maior.

A corte est refazendo as contas de pelo menos mais nove contratos de Abreu e Lima, da Refinaria Presidente Getlio Vargas (Repar), no Paran, e tambm da Usina de Angra 3, gerida pela Eletronuclear.

O entendimento dos ministros de que, se o dano errio apurado superar o que j foi devolvido pelas empreiteiras em acordos de lenincia firmados com o Ministrio Pblico Federal ou o governo, cabe cobr-lo integralmente.

MAIOR DIFERENA – O novo pente-fino do TCU indicou superfaturamento 70% maior do que o j conhecido na construo da Central de Desenvolvimento de Plantas de Utilidades (CDPU), uma das estruturas mais importantes do Comperj. As perdas saltaram de R$ 295 milhes para R$ 505 milhes, conforme relatrio sigiloso, obtido pelo jornal O Estado de S. Paulo. Em valores atualizados em outubro do ano passado, chegam a R$ 686 milhes.

O contrato foi firmado pela estatal com um consrcio integrado pela Odebrecht e a UTC Engenharia. A fiscalizao mostrou que, a cada R$ 10 pagos s contratadas, R$ 4 eram “gordura”. A auditoria relatou tambm que o consrcio foi contratado indevidamente por meio de inexigibilidade e dispensa de licitao.

EMERGNCIA FABRICADA – “Essa contratao ocorreu por meio de pagamento de propinas a gestores da Petrobras e apresentao Diretoria Executiva de emergncia fabricada, com premissas falhas e justificativas insubsistentes”, diz trecho do relatrio de auditores sobre o caso, com base em delaes premiadas que relataram o esquema de corrupo na companhia.

Auditores do TCU propem bloquear os bens de seis pessoas, entre elas executivos da estatal e das empreiteiras, e de sete empresas dos grupos integrantes dos consrcios, incluindo UTC e Odebrecht, para resguardar o ressarcimento dos prejuzos. A deciso sobre o caso ser do plenrio do TCU. O relator do processo, Bruno Dantas, ainda no concluiu seu voto a respeito.

Em Abreu e Lima, a reavaliao apontou um prejuzo 32% maior na Unidade de Destilao Atmosfrica (UDA) e de 15% na Unidade de Hidrotratamento de Diesel (UHDT). Essas obras foram tocadas conjuntamente por Odebrecht e OAS, a partir de 2009. As notas fiscais, de 2009, permitiram achar um sobrepreo de R$ 1,36 bilho nos dois empreendimentos, ante R$ 1 bilho antes de os documentos serem conhecidos. Corrigido ao ano passado, o valor desviado chega a R$ 2,1 bilhes.

BLOQUEIO DE BENS – Em uma deciso j tomada, o tribunal mandou bloquear bens dos responsveis pelos prejuzos por um ano e abriu prazo para que eles apresentem defesa. Se, ao fim do processo, a corte no aceitar os argumentos, cabe conden-los a devolver os recursos.

Em caso que envolveu perdas na compra da Refinaria de Pasadena, por exemplo, o tribunal determinou, na quarta-feira passada, que o ex-presidente da Petrobras Jos Sergio Gabrielli e o ex-diretor de Internacional Nestor Cerver restituam R$ 250 milhes aos cofres da companhia.

Tambm houve atualizao de auditoria nas obras de implementao das “tubovias”, o complexo de 60 mil toneladas de dutos de Abreu e Lima, empreendido pela Queiroz Galvo, em consrcio com a Iesa O sobrepreo inicial, de R$ 605 milhes, passou para R$ 689 milhes aps os dados da Lava Jato chegarem aos auditores, cifra que, corrigida, j bate em R$ 1 bilho.

14 thoughts on “Prejuzos da Petrobras so at 70% maiores do que se pensava, diz o TCU

    • Fallavena, se depender da PGR e do STF nem em mil anos a administrao e os conselheiros sero responsabilizados. E no vai faltar um imposto novo sobre os combustveis para cobrir o rombo. O imposto j tem nome: Roubajato.

  1. Sergio Moro dando uma de Gilmar Mendes

    O site GGN sai do ar sob ataque, aps Luis Nassif repercutir matria da Veja trazendo documentos da receita federal mostrando que Tacla Duran fez pagamentos a esposa do juiz Sergio Moro, o que poderia tornar o juiz de Curitiba impedido de julgar casos envolvendo o advogado.

    https://goo.gl/ymvobF

  2. A campanha srdida contra Moro continua, demonstrando o pssimo carter de brasileiros traidores de seu prprio pas, e cmplices de ladres, seguidores imbecis e idiotizados pela ideologia retrgrada e totalitria da quadrilha petista!

    No h como esta nao se desenvolver, e possibilitar progresso para seu povo desta forma, parte exigindo que a honestidade e a decncia voltem a compor parlamentares e governantes, e a outra querendo a permanncia da corrupo e roubos contra a populao e pas!

    • O que mais me pergunto o que faz um idiota e imbecil como o Alex Cardoso ficar postando mentiras na internet. Todo o mundo sabe que o que ele posta mentira ou meia-verdade. Ser que o cara no tem me? imbecil ou nasceu bandido mesmo? E, o pior, deve ter cargo no governo federal, nunca trabalhou na vida, um vagabundo enrolador.

  3. Estou contigo; Francisco Bendl.
    Tiveram a oportunidade de ouro e o que fizeram?!!!
    Traram a nao brasileira implementando a corrupo at que com a ajuda da presidente Dilma, pde-se dar um basta na situao; se no, iramos parar no mesmo buraco da Venezuela.
    Bom dia.

  4. Pereira Filho,

    Grato por concordares comigo quanto campanha CRIMINOSA que a quadrilha petista, sectrios e fanticos pela seita desenvolvem contra Moro!

    Lula j est condenado pelo povo, situao que, se admitirem, leva-os ao desespero!

    Apostei com Alverga um lauto churrasco e no meu RS, que o ladro ter a sua sentena ratificada pelo Tribunal de Justia, que impedir a sua candidatura presidncia.

    Uma pena, pois eu queria que o meliante a disputasse e sasse fragorosamente derrotado, a menos que as urnas sejam eletrnicas e continuem possibilitando fraudes, como na eleio de Dilma, ento o canalha poder vencer!

    Um abrao.
    Sade e paz.

  5. Ainda deve estar sub avaliado o valor da corrupo, do superfaturamento, pelo menos na Abreu e Lima, esto construindo por a refinarias equivalentes pela iniciativa privada por U$ 7 bilhes contra o assalto de U$ 18 bilhes no estado que o mximo na safadeza,….. 12 anos e ainda no terminada!

  6. Na falta de argumentos, diante da verdade dos fatos, usam de ofensas.

    Parece que se alimentar de dio um pr-requisito para defender incondicionalmente a Lava-jato.

    Ainda bem que no fao parte desse clube da raiva.

  7. A verdade dos fatos, e no a tua verso, Alex, est nos rus na Lava Jato!

    E, o dio, que vocs ardilosamente querem nos atribuir, advm da quadrilha petista a respeito do que fez com o povo e pas!

    Alm de dio, mostrou traio, desonestidade, corrupo, ASSASSINATO …

    De quem o dio, Alex?!

  8. O dio sempre nosso. Nunca do outro.

    Quando atribumos a um grupo especfico a origem de todos os males, flertamos com macartismo e o justiamento, muito pautados pelo dio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.