A Academia se exalta, mas no exalta candidatos

Desde que escrevi sobre o preenchimento da vaga de Jos Mindlin, aconteceu o que eu revelei: ainda surgiro muitos candidatos. E apareceram. S ontem e hoje, os acadmicos receberam vrios telegramas. Vejamos alguns, com os respectivos comentrios, pois a Academia (e lgico, os acadmicos) impiedosa.

Ministro Eros Grau (que chamado de Zeros Grau) apresenta como ttulo, o fato de ter sido assessor do prprio Jos Mindlin, quando este foi secretrio de Cultura em So Paulo. pouco.

Marco Luchesi, mandou o telegrama mais desastrado, numa linha s: DESEJO manifestar o meu DESEJO de me candidatar. Como coloca entre as credenciais, o fato de falar 15 idiomas, veio o comentrio geral e natural: Entre os 15 idiomas, no est o portugus. Nenhuma chance.

Geraldo Holanda Cavalcanti, embaixador, mandou telegrama diplomtico. Conta com apoio dos trs embaixadores da casa, mais dois pernambucanos e 1 ou 2 outros. Por enquanto, fica nos 6 ou 7, tem que crescer mais.

Muniz Sodr mandou telegrama simples, respeitado, o que falta voto. Foi discreto na comunicao, Ainda no est completo o quadro, pois na verdade as inscries comeam amanh, dia 4 de maro, e se encerram 30 dias depois, 4 de abril. Como a eleio marcada para 90 dias depois do fim das inscries, se realizar no dia 4 de julho.

Terminando com nomes, duas grandes surpresas. 1 A queda do Ziraldo, que no dia seguinte da morte de Mindlin, aparecia em vrios programas de televiso, praticamente vitorioso, e agora caiu, para ele assustadoramente. Lembram que Ziraldo foi vetado quando no consolidou a candidatura. E quando se candidatou de verdade, perdeu para o prprio Mindlin, teve 11 votos. No momento, no tem nem isso. Enfrenta terrvel campanha contra, dentro da prpria Academia.

2 Outro fato inusitado: o mau humor dirio e intransfervel do acadmico Marcos Villaa, que se considerava fazedor de amigos, e percorre o caminho exatamente contrrio.

Explicao para o mau humor do presidente da Academia: muitos garantem que sabem onde comea, mas ningum sabe como terminar. 1 Dizem (ser apenas maldosamente?) que o Ziraldo perdeu votos por causa do apoio do Villaa.

2 Este foi criticado pelo gesto popularesco de incentivar (o que eu chamei de DEVANEIO) a candidatura Martinho da Vila. O prprio acreditou, a Academia desacreditou no presidente.

3 Teve que ir a So Paulo anteontem voltando no mesmo dia, por exigncia da bancada paulista, que sempre tem candidatos. A representante do grupo Lygia Fagundes Telles, que no pode ser ignorada. Precisou considerar o nome de Ives Gandra Martins, jurista e professor. Por quem no tem o menor apreo.

4 Sarney, pela primeira vez tem dado a impresso que votar diferente do presidente da Academia. Mais motivo para o mau humor, de quem se considerava candidato ao Prmio Nobel da Paz.

***

PS A possvel candidatura FHC depende do que eu revelei 24 horas depois de aberta a vaga: ele no tem restries Academia e sim ao processo de escolha. Normalmente no pediria votos. E acha que um ex-presidente, esse ento no pode visitar ningum, parece que est apelando ou implorando.

PS2 Nada surpreendente neste pas oitava maravilha do mundo. Acadmicos no falam, mas esperam um movimento que pode at se chamar queremos Lula. (Como o de Vargas em 1945, j da Academia, querendo permanecer, com o slogan queremos Getulio).

PS3 Se Lula disser uma palavra, qualquer que seja, vai morar em So Bernardo, indo ao supermercado, sem seguranas, mas de fardo. E vindo ao Rio toda semana para o ch, ou mensalmente para o almoo.

PS4 Sero dois presidentes: Lula no fardo, Villaa na fantasia.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.