A Amil está comprando tudo. Plano de Saúde, é uma das empresas mais rendosas, não só do Brasil, mas do mundo. Lembrem do filme-libelo de Michael Moore.

Helio Fernandes

Noutro dia, dei uma nota (pequena) sobre a Amil, que inesperadamente se transformou em potência. Como todos os outros planos, que geralmente não servem aos associados, mas enriquecem as empresas, a Amil está botando dinheiro pelo ladrão. (Ditado antigo, mas muito popular no Brasil).

Minha nota (exclusiva) era sobre a compra do Edifício Guilherme Romano, num ponto valorizadíssimo, Rua Voluntários da Pátria. Meu informante falou que estava tudo “fechado”, menos o preço.

Meu informante, corretíssimo, ressalvou: “Helio, começaram a conversar na base de 150 milhões de reais, estão quase acertados em 62 milhões. É um preço baixo para o negócio e o local”. Saí procurando, desvendei com outras fontes, sem abandonar as primeiras. È o seguinte.

Romano era competente, mas falastrão. Foi Secretário de Saúde controvertido, construiu o prédio, era amigo de gente importante, muita gente mesmo. Golbery, quando vinha ao Rio, se hospedava no apartamento de Romano, Vieira Souto, esquina de Vinicius de Moraes. Também foi muito amigo de Lacerda, que morreu quando Romano estava no exterior. Quando voltou, foi o primeiro a denunciar: “O ex-governador foi assassinado, não tinha nada quando foi para o hospital”.

Como esse apartamento (há 10 anos sem pagar IPTU), está incluído na transação, os 62 milhões ficam realmente bem abaixo do preço do mercado. O que acontece e serviria para acelerar o negócio. 1 – A família está mergulhada em dívidas. 2 – A viúva não queria vender apressadamente, mas os quatro filhos não aguentam mais. 3 – A Amil fez a proposta definitiva: 62 milhões pagos à vista, assumiria o ativo e o passivo.

4 – Aparentemente todos aceitaram, a divisão seria a seguinte, de acordo com o testamento. A viúva receberia 31 milhões (a metade), cada filho, 7 milhões e 750 mil reais, o que completaria os outros 31 milhões. (Isso é mais do que INFORME, é INFORMAÇÃO mesmo).

Ainda continuando na área financeira e surpreendentemente da Amil: comprou o Hospital Samaritano, o mais “socialaite” do Rio. Preço que me informaram: 180 milhões, também consideraram “desarrazoado”.

Outro plano em ascensão astronômica: Unimed. Ninguém conhecia nem sabia o que representava, começou a patrocinar o Fluminense, aparecendo na camisa do tradicional e aristocrático clube. Seu presidente (é um plano de propriedade só de médicos), agora na sucessão presidencial do Fluminense, confessou: “Obtivemos mais de 800 mil clientes, desde que passamos a ser exibidos na camisa do clube”.

Hoje, patrocinam dezenas e dezenas de clubes, dos mais variados lugares. E pagam os salários e os direitos de imagem de grandes jogadores, todos na base de 700 mil mensais, não incluídos aí os direitos de imagem.

700 mil por mês é completamente fora dos padrões, mas se não fosse o pagamento feito diretamente pela Unimed (que não atrasa), Muricy, Fred, Conca nem outros, estariam no Fluminense, que DEVE 350 MILHÕES.

 ***

PS – Michael Moore, que tem denunciado grandes escândalos nos EUA, fez um filme maravilhoso sobre os  Planos de Saúde. Denunciou tudo. A corrupção dos serviços de fiscalização, a ligação ESPÚRIA, que palavra, mas é essa mesmo, dos médicos e hospitais com os Planos.

PS2 – Estabeleceu os ROMBOS, os ROUBOS, os CRIMES, a ASSOCIAÇÃO e o DOMÍNIO dos Planos sobre os contribuintes, denúncias altamente documentadas, que relacionou de A a Z.

PS3 – Conclusão do documentário que deveria levar muita gente à cadeia, quem ia sendo preso era o denunciante: os EUA têm 300 milhões de habitantes, 150 milhões não têm Plano. Os outros 150 milhões têm Plano, mas não conhecem os limites ou a extensão dos seus direitos.

PS4 – No Brasil é ainda pior. Os que pagam só são atendidos de acordo com as normas e a boa vontade da direção do Plano.

PS5 – A situação execrável e incontornável, quando os Planos eram dominados por bancos e seguradora. Não acreditava que ficasse mais execrável e incontornável com grupos, digamos, particulares. Ficou.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *