‘A burocracia do PT perdeu o rumo’, diz Ciro sobre Gleisi Hoffmann prestigiar Maduro

Resultado de imagem para ciro gomes no rio

Ciro Gomes diz que Bolsonaro está perdendo “capital político”

Marco Grillo
O Globo

O ex-ministro Ciro Gomes, candidato derrotado do PDT à Presidência no ano passado, criticou nesta sexta-feira a ida da presidente do PT , Gleisi Hoffmann, à posse do presidente da Venezuela, Nicolás Maduro. Segundo ele, os dirigentes petistas estão “sem rumo”.

Ciro está em rota de colisão com o PT desde a campanha eleitoral. O choque aumentou após PT retirar a candidatura de Marília Arraes ao governo de Pernambuco, inviabilizando o apoio do PSB ao PDT no plano nacional, que estava bem encaminhado à época. Ciro veio ao Rio nesta sexta-feira para participar de uma reunião do Diretório Nacional do PDT, na sede da legenda, no Centro.

SEM RUMO — “O PT perdeu o norte. A burocracia do PT perdeu o rumo. Está que nem cachorro que cai do caminhão de mudança. E a dona Gleisi agrava isso. A grande questão é: por que não comparecer à posse do Jair Bolsonaro, eleito dentro das regras, reconhecido internacionalmente, e depois ir para a posse do Maduro, que a esmagadora maioria dos estados da OEA não reconhece legitimidade ao regime. Há muita gente dizendo que ela é uma infiltrada do Bolsonaro para destruir o que resta da decência e da respeitabilidade do pensamento progressista brasileiro” — ironizou Ciro, citando uma publicação do site “Sensacionalista”.

A oposição e observadores internacionais denunciaram fraudes no processo eleitoral que levou à reeleição de Maduro, cujo novo mandato não foi reconhecido pela Organização dos Estados Americanos (OEA).

MESA DA CÂMARA – Ciro indicou ainda que o PDT ficou mais distante de apoiar a reeleição de Rodrigo Maia (DEM-RJ) à presidência da Câmara depois da adesão do PSL. O pedetista afirmou que a legenda deve andar em conjunto com PSB e PCdoB e tentar atrair outras siglas que tentam construir uma candidatura competitiva contra Maia, como o PP.

“Vamos apelar para que a bancada pense na unidade desse bloco que formamos com PSB e PCdoB, o que exige que a gente caminhe com muita delicadeza. Especialmente porque ontem o PSB denunciou a contradição do Rodrigo Maia, que se acertou com a bancada do PSL sem conversar conosco, com quem ele já vem tratando há bastante tempo” — disse Ciro, acrescentando que o PP também pode ser atraído. “Pode sim. O PP quis me apoiar na eleição, e é possível que a gente use essa contradição que está acontecendo na Câmara para potencializar nossa força”.

BOLSONARO – O ex-ministro também demonstrou pouco entusiasmo com as chances de sucesso do governo Bolsonaro:

“Eu quero muito que ele acerte a mão, mas do jeito que vai, o capital político vai se dissipar muito antes do que eu supunha. O problema é muito grave, e o Bolsonaro não compreende. A equipe dele é de fraca para deplorável e loteou o governo entre três forças inconciliáveis: (Sérgio) Moro, Paulo Guedes e Onyx (Lorenzoni). Isso aqui não dá liga, e fora o núcleo militar, que já está cobrando a fatura.

14 thoughts on “‘A burocracia do PT perdeu o rumo’, diz Ciro sobre Gleisi Hoffmann prestigiar Maduro

  1. ciro “sardinha” gomes é tão falso quanto os índices educacionais do ceará que fraudou para usá-los na eleição.

    esta jararaca 2,0 não vale uma pá de esterco.

    é o sardinha nas planilhas da odebrecht.

  2. O despeito é flagrante. Esse tal de CirCo Gomes perdeu o bonde da história, levou mais uma pernada do presidiário-mor, tem pés de barro e fica aí como paladino da moral, é uma Marina de calças (borradas)… lamentável para alguém que já representou uma “possibilidade”, é um Novo Aécio, um Néscio…

  3. Eu não consigo nem ler o que Circo Gomes fala, me dá uma preguiça. Mas, seja lá o que tenha dito não vale uma nota de três reais, a partir de agora ele tentará se transformar no dono da esquerda. Vai ser bonito ver os petralhas e Circo Gomes lavando a roupa suja em público.

  4. O PT não perdeu o rumo, está fazendo o que sempre fez, considerando como forças políticas legítimas apenas a si mesmo e aos que ele identifica como seus similares. O PT está no mesmo rumo de quando recusou votar em Tancredo, participar do governo Itamar, apoiar o plano real, quando pediu o impeachment de todos os presidentes não-petistas e quando acusou os críticos dos governos petistas de golpistas.
    Quanto a Ciro, é perda de tempo dar tanto espaço a ele.. Ciro caiu num ridículo atroz, a ponto de ter Marlene Matos como conselheira.

  5. O Ciro está mais perdido que cego em tiroteio. Tenta justificar a derrota culpando o PT. Mas todos já identificamos que Ciro na realidade TRAIU o PDT fazendo campanha para Bolsonaro. Ataca o PT que roubando ou não roubando recebeu 47 milhões de votos e Ciiro pouco mais de um milhão. Diz que pode ser candidato em 2022. Será que estará vivo? Com essa PANÇA como de um suino que vai para abatedouro acho que não chega lá.

    • A DIREITA não acena ao clamor popular com ações diversas? Populismo de direita para armar o circo. No picadeiro está o povo e na plateia as elites.
      Ao menos com a esquerda teve cotas colocando na plateia alguns no povo.

  6. Triste constatar no que se transformou o PT que há pouco anos era a esperança de mudanças para o povo. Petralhada realmente se superou em corrupção, falta de vergonha na cara e incompetência. O povo é sábio quando falam que PT significa perda total.

  7. POLITICAMENTE FALANDO, sob a ótica da marcha natural da história política deste país, Bolsonaro me parece apenas um ladrão de oportunidade, um impostor político temporal, um charlatão com o leme da história na mão, com o GPS avariado, sem saber o rumo certo e a melhor direção seguir, a menos que ele me prove o contrário, que tenha peito para fazer o que o PT não teve a humildade e nem a dignidade de fazer, mostrando-se desprendido e convocando a pessoa certa, para o lugar certo, que ele sabe quem é, para fazer a coisa certa que tem que ser feita neste país há 129 anos. Diante do cenário de terra arrasada, o PT, via Boulos/Medeiros, não tinha o direito de golpear o PSOL, fazê-lo seu refém, puxadinho e linha auxiliar, do lulopetismo e do bolsonarianismo, e com isso impedir que se insurgisse por lá, pelo PSOL, a Revolução Redentora da política, da nação e da população, como propõe a RPL-PNBC-DD-ME, o projeto novo e alternativo de política e de nação, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso, a Terceira Via de Verdade, nas ruas desde Junho de 2013, que tinha que ser mostrada à população como opção eleitoral por qualquer partido, de direita, de esquerda ou de centro, mas que outra vez restou cerceada pelos partidos. Não havia mais o que perder, já estava tudo pedido a partir do golpe, e perdido por um perdido por mil. Ao plantar Boulos no PSOL, o PT morreu vítima da sua própria esperteza. Entregou tudo de bandeja, como já havia entregue ao golpe mais vigarista da história do Brasil. Vale dizer, preferiram entregar o país ao golpe e ao retrocesso a arriscar-se a entregá-lo à evolução, à Mega-Solução, com paz, amor, perdão, conciliação, união e mobilização pelo projeto novo e alternativo de política e de nação, o novo caminho para o novo Brasil de verdade, porque evoluir é preciso. http://www.tribunadainternet.com.br/bolsonaro-precisa-dar-um-soco-na-mesa-e-mostrar-quem-e-o-presidente-da-republica/?fbclid=IwAR1GY73b3uXPSGUvRNX4Coi9MP10MvoiW_hSZ1gqoKkRodOMBTbbmFxZuyo

Deixe uma resposta para Sylvio Rocha Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *