A camisa do seu clube, atirada pela linha de fundo

Cristiano Ronaldo tira a camisa para comemorar seu gol pelo Real Madrid

Cristiano Ronaldo, comemorando mais um gol

Ruy Castro
Folha

Outro dia, um jogador de um grande clube marcou um belo gol e saiu vibrando. Como se tornou normal nessa comemorao, tirou a camisa e jogou-a pela linha de fundo como um cozinheiro que atira o avental sujo num canto da cozinha depois de um dia beira do fogo. Todas as TVs mostraram. Nenhum locutor fez tsk, tsk. Fica estabelecido, portanto, que, apesar de custar um carto amarelo, a camisa de um clube algo para ser jogada fora, como um trapo intil.

Serve tambm para assoar o nariz, ao fim do jogo, antes da entrevista ao reprter. levada com a mo ao nariz e este colocado violentamente em erupo, com um som de ronco, seguido calcula-se de um derrame de mucos e defluxos que, por sorte, no chegamos a ver. esta mesma camisa que costuma ser trocada com o adversrio e, provavelmente, a do outro jogador vir assim tambm, viscosa. Somos todos uma grande famlia.

SUOR DO ROSTOE h ainda outro gesto comum entre os jogadores e suas camisas: o de enxugar com elas o suor do rosto. Mas, este, sim, o mais nobre dos gestos. Se para receber o produto do esforo do atleta que se entregou em campo por suas cores, nenhum pano nem mesmo a bandeira do clube ser mais adequado para reconhecer tal dedicao. A camisa encharcada a prova material de sua luta.

Os clubes no gostam que os atletas tirem a camisa ao comemorar um gol, mas apenas porque isto os deixa mal com os patrocinadores em vez de exibir a marca que ajuda a pagar seus salrios, os jogadores preferem desfilar suas tatuagens ou depilaes. E no me consta que algum dirigente j tenha repreendido um jogador por se assoar na camisa diante das cmeras.

Ns, torcedores, preferimos quando o jogador faz o gol e sai beijando o escudo. Mesmo sabendo que, ano que vem, ele estar beijando o do inimigo.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.