A candidatura de Lula não está descartada (aliás, muito pelo contrário…)

Carlos Newton

O ex-presidente Lula não entende e não gosta de economia. Mas ele se preocupa com o noticiário econômico, é claro, até porque hoje em dia tudo depende da economia, inclusive a política. Por mais factóides que sejam fabricados pelos marqueteiros, por mais que se inventem notícias positivas para animar a opinião pública, no final das contas é o desempenho da economia que realmente interessa.

Agora, Lula está particularmente interessado na situação da economia, porque sabe que a candidatura de Dilma Rousseff à reeleição vai depender diretamente da estabilidade do país. Ele está mais do que convicto de que no PT a atual presidente não conquistou a menor liderança, é apenas “suportada” pelos petistas. Portanto, se a economia não deslanchar, em junho eles simplesmente dirão “é a economia, estúpida” e a mandarão passear, entronizando Lula novamente como candidato ao Planalto/Alvorada.

ECONOMIA EM CRISE

E o quadro no momento é altamente favorável a Lula. No primeiro trimestre deste ano, o Brasil teve o pior desempenho econômico entre os países membros do G20 (principais economias do mundo), segundo o mais recente relatório da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), divulgado ontem.

O pior é que, de lá para cá, a situação melhorou no segundo trimestre, mas depois reverteu e o Produto Interno Bruto (PIB), que é a soma de todos os bens e serviços produzidos no país, caiu 0,5% no terceiro trimestre deste ano, em relação ao trimestre anterior.

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, já havia admitido que no terceiro trimestre o Brasil teve o pior desempenho entre os países do G20 e do Brics (Brasil, Rússia, China, Índia e África do Sul). O ministro argumentou, entretanto, que os “números revisados” do PIB do segundo trimestre indicam resultado inverso, com a economia brasileira tendo crescimento maior do que os integrantes dos dois blocos.

Acontece que essa história de “números revisados” virou uma mania governamental e Mantega tem atuado mais como maquiador do que propriamente como economista, fazendo relembrar aquela velha piada de que “a estatística seria a arte de governantes torturarem os números, até que eles confessem”.

MAQUIAGEM ESTATÍSTICA

Depois que o economista Marcelo Neri, que era da Fundação Getútilo Vargas, inventou a classe média miserável, com renda de R$ 291 por mês, tudo é possível em termos de maquiagem estatística. Na ensandecida e desumana teoria de Neri, uma família de cinco membros, com renda total de R$ 1.455, deveria se considerada de classe média.

O governo ficou tão satisfeito com essa invenção de Nery que o nomeou para a presidência do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), onde ele logo começou agora a fazer novos milagres econômicos. O primeiro deles foi anunciar que os resultados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios do IBGE confirmam que a primeira década do século 21 no Brasil foi “inclusiva” do ponto de vista social, com “robusta diminuição da desigualdade”, embora seja público e notório que a desigualdade social no Brasil só tenha aumentado.

Seria interessante se a família do economista Marcelo Neri passasse a viver com R$ 1.455 por mês, para ver se ele consideraria de classe média ou reconheceria que se tornara miserável.

10 thoughts on “A candidatura de Lula não está descartada (aliás, muito pelo contrário…)

  1. O Brasil não cresceu nem regrediu no primeiro trimestre. Ficou com 0% de PIB. No segundo trimestre avançou mais que a maioria dos países (1,8%). No terceiro recuou 0,5%.

    Esses foram os números dos quais os dois primeiros foram objeto de revisão do IBGE por conta de uma mudança na metodologia de mensuração da produção de bens e serviços da economia brasileira, dando um peso maior ao setor de serviços, já que este é o setor de maior representatividade em nossa economia. Muito mais que a indústria e a agropecuária.

    Não é fazer contorcionismo com os números. É, simplesmente, aumentar o grau de precisão da mensuração.

    O IBGE é um órgão sério e respeitável. Seus números são utilizados tanto pelo governo, quanto por economistas do mundo inteiro; daqui do Brasil ou de organismos mundiais multilaterais.

    Em relação ao Ministro Guido Mantega, o que ele afirmou em seu último pronunciamento a respeito do PIB é que o Brasil está crescendo em um ritmo aproximado e condizente com o crescimento mundial. Isto é, abaixo de 2,9% e em torno de 2,5%.

    E, neste caso, ele está com a razão.

    Ultimamente Guido Mantega tem freado mais o seu excesso de otimismo e utilizado mais bom-senso e prudência em suas perspectivas e prognósticos. Deve ter se cansado das críticas.

    Grande abraço, Sr. Newton. E parabéns pelo artigo.

  2. Carlos Newton.

    tua análise procede.

    De fato, a economia do Brasil está ladeira abaixo. Foi a “herança bendita” que o segundo período de “governo” Lula deixou para sua sucessora.

    Com relação a apelidada “classe média”, consultei na internet o preço do vinho que Lula, como membro da nova z’elite, segundo a mídia publicou, gosta de beber. O
    Romanee-Conti 750 ml 2007. ) preço da garrafa é R$13.800,00.

    Com a renda de R$ 1.455 por mês uma família da “classe média” do Neri/PT teria de
    trabalhar mais de 9 (nove) meses para adquirir e beber o vinho preferido de Lula.

    Isso, sem pagar qualquer outra despesa inerente à vida (aluguel, comida, educação, roupas, luz, gás, transporte, etc…). Não vou nem considerar as despesas com a saúde, pois os membros da família poderiam utilizar os hospitais públicos e receber tratamento PADRÃO PT. Se conseguissem ser atendidos, é claro…

  3. Esse tal de Marcelo Neri, como a maioria absoluta dos economistas, nada entende de economia. O Lula, todos sabem, é um gênio em matéria de autopromoção mas não passa de um ignorante, analfabeto funcional. Dilma não fica atrás. Mantega merecia ser fuzilado. O que falta neste pobre país é UM LÍDER HONESTO !!! Um candidato que queira derrotar o PT tem que defender a eliminação do nefasto “FATOR PREVIDENCIÁRIO”. Com isso, ele teria os votos de milhões de idosos que estão à beira da morte diante dessa falácia ignominiosa de que o INSS está à beira da falência. Não vamos falar de corrupção pois o espaço é muito pequeno.

  4. Senhores, o crescimento do Brasil acumulado até o terceiro trimestre é de 2,4%. Não é o que desejaríamos, mas, também não é o fim do mundo.

    O importante é que o nível de investimento está aumentando. Saímos de 18,1% de formação bruta de capital fixo para 19,1% – do segundo para o terceiro trimestre.

    As concessões estão logrando êxito, temos de ter esperança no setor privado brasileiro.

    O que falta ao nosso governo? É cortar as despesas e fazer economia (caixa) para pagar os juros da dívida e, ainda, fazer poupança.

  5. O Banco Central acaba de divulgar o índice IBC-Br, que é o índice de atividade econômica medida pelo Banco Central. O índice se refere a outubro – primeiro mês do último trimestre – e variou de 145,99 em setembro para 147,12 em outubro. Portanto uma variação positiva de 0,77% em relação ao mês anterior.

    Este índice é visto como uma prévia do PIB medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) e revela que, após a base negativa de 0,5% do terceiro trimestre, teremos crescimento no último período de 2013.

    Espera-se que o crescimento do produto interno bruto brasileiro em 2013 seja de 2,5%, superando o índice do ano passado, que foi revisado para 1%.

    Se confirmado os 2,5% até o final do ano, a taxa média de crescimento do PIB do governo de Dilma no primeiro triênio será de 2,1%. Abaixo da taxa obtida no período do governo de Lula (4,0%) e de FHC (2,3%).

  6. Eu acho que essa turma ,deveria ir para a Europa,Usa,França,lá são os melhores lugares do mundo pra se viver.Lá não existe desemprego,roubos,inflação,ninguém mata nos estádios de futebol,Lá pode xingar todo o mundo de ladrão,não acontece nada.Portanto vão com deus seus pessimistas,prometo mandar pra vocês todo mês a revista veja,com comentários do Titio Reinaldo, o Brasil não precisa de vocês.O problema meus amigos é que felizmente a população esta comendo,se divertindo,comprando presentes ,os shopping estão lotados,viva o povo brasileiro,que apesar de todas as agruras ainda consegue ser feliz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *