A confusão continua geral

Resultado de imagem para SUPREMO CHARGES

Charge do J. Bosco, reproduzida do UOL

Carlos Chagas

Caso o Tribunal Superior Eleitoral considere indivisíveis os gastos da campanha presidencial de 2014, condenando Dilma Rousseff e Michel Temer, a ex-presidente perderá os direitos políticos e o atual terá seu mandato cassado.  Nessa hipótese, aliás provável, se confirmada pelo Supremo Tribunal Federal, assumirá o palácio do Planalto o presidente da Câmara, Rodrigo Maia. Discute-se apenas se caberá a ele cumprir o mandato até 2018 ou se convocará novas eleições imediatas para o término do período.

As duas possibilidades favorecerão o deputado fluminense, ainda que na teoria a Câmara possa escolher quem quiser. Michel Temer já se pronunciou acentuando estar disposto a cumprir aquilo que o Judiciário estabelecer. Mas lutará pela preservação de seu mandato até a última instância, recorrendo ao Supremo e esgotando todos os prazos.

TUDO COMO ESTÁ – A confusão será geral, atropelando as instituições e fazendo naufragar qualquer perspectiva de recuperação da economia. Melhor seria, caso o TSE decidisse a partir de hoje contra Dilma e contra Temer, que o Congresso mandasse realizar eleições gerais, não apenas para presidente da República, no mais breve prazo possível. Tudo seria passado a limpo, a começar pelos mandatos parlamentares, mas como reagiriam deputados e senadores capazes de não se reeleger? Pelo menos defenderiam seus mandatos até o último dia de 2018, imaginando recuperar o tempo perdido.

A conclusão é de que melhor faria a Justiça Eleitoral se deixasse tudo como está, ou seja, com Temer no exercício de suas prerrogativas. O diabo está em que parece provável o voto dos sete ministros do TSE, em maioria inclinados a rejeitar a divisão da malfada chapa vitoriosa em 2014.  Quer dizer, pela cassação do atual presidente Michel Temer. Para cada lado que se olhe, mais confusão.

3 thoughts on “A confusão continua geral

  1. Pressão total neles:

    http://www.correiobraziliense.com.br/app/noticia/politica/2017/03/27/internas_polbraeco,583782/sete-ministros-vao-julgar-a-chapa-dilma-temer-no-tse.shtml

    PRESIDENTE: Gilmar Ferreira Mendes
    Tel: (61) 3030-7040
    E-mail: presidencia@tse.jus.br
    VICE PRESIDENTE: Luiz Fux.
    Telefone: (61) 3030-7155
    E-mail: gabinetemlf@tse.jus.br
    MINISTRO: Rosa Maria Weber Candiota da Rosa
    Telefone: (61) 3030-7251/7243
    E-mail: gabrw_tseaudiencia@tse.jus.br
    MINISTRO: Antonio Herman de Vasconcellos e Benjamin
    Telefones: (61) 3030-7403/7404
    E-mail: secretaria.hb@tse.jus.br
    MINISTRO: Napoleão Nunes Maia Filho
    Telefone: (61) 3030-7480
    E-mail: gab.napoelao.maia@tse.jus.br
    MINISTRO: Henrique Neves da Silva
    Telefone: (61) 3030-7777
    E-mail: gabhn@tse.jus.br
    MINISTRO: Luciana Christina Guimarães Lóssio
    Telefone: (61) 3030-7606/7607
    E-mail: gabll@tse.jus.br

  2. Eleições agora iria favorecer, quem já está em campanha a algum tempo e está sempre nos holofotes da mídia, mesmo pejorativamente. Lembre-se, quem elege é a massa é o povão. O risco é grande, salvo se ele for preso antes..

  3. No fundo e no raso, ninguém merece esses aproveitadores de plantão…

    Até o experiente jornalista Carlos Chagas, com todo respeito,…convive atarantado com tanta confusão.

    Ou esculhambação, como queiram…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *