A doença do Kaká

No auge da discussão sobre a convocação (ou não) do Ronaldinho Gaúcho, o que se colocava sempre: “E se o Kaká se machucar?”. Acontece que o jogador já estava machucado, neste 2010 que deveria ser o grande ano de afirmação do Real Madri, quase não jogou.

O clube da capital da Espanha, que gastou fortunas para contratar o brasileiro e o português Cristiano Ronaldo, já está convencido, e seus dirigentes não escondem: “Pagou por dois mas só levou um”.

Kaká jogou poucas vezes e apresentando ainda menor eficiência, perdeu longe para Cristiano Ronaldo, tem sido até vaiado. Ídolo mesmo, no Real Madri, é o português.

Há 3 ou 4 meses, o Real Madri primeiro insinuou, depois anunciou: “Kaká está com PUBALGIA“. Continuava no banco, comentaristas brasileiros nao falavam nada, a discussão continuava no condicional, “e se Kaká se machucar?”

Só que já estava “lesionado”, como gostam de falar. Procurei então dois grandes médicos para obter informação sobre a PUBALGIA, os dois esclareceram: “Essa doença não mata, mas incomoda muito, principalmente atletas. Provoca dor intensa, a pessoa mal pode dormir, acorda cansada. O tratamento é longo, e em muitos casos pode levar a uma cirurgia”.

Continuaram, detalhe por detalhe, publiquei tudo, o interesse era esclarecer, e levar o treinador a se convencer que a contratação de Ronaldinho Gaúcho era obrigatória e não tão dolorosa para a seleção. Que tem muitos jogadores desnecessários. Logo, logo, posso citar 6 ou 8 jogadores que poderiam ficar de fora para Ronaldinho entrar.

Finalização dos dois médicos: “A PUBALGIA é de tratamento longo, cansativo, pode ser curada com remédios diversos, mas o atleta, se ficar bom, precisará de um tempo imprevisivel”.

Dunga sabia de tudo, Ricardo Teixeira nem se fala. Esta matéria é imprescindível, principalmente porque o FUTEBOL É A PAIXÃO NACION AL. (Nada a ver, lógico, com o nefasto e inconciliável discurso da dupla Jorginho-Dunga).

***

PS – O jornalista (?) Rodrigo Paiva, da CBF, tem espalhado sobre a não convocação de Adriano: “O presidente da CBF queria levar o jogador do Flamengo, o treinador não admitia, não levou.

PS2 – Como o assessor não tem a menor credibilidade, é pago “regiamente”, (a palavra exata é essa) pela CBF, a afirmação deve ser lida ao contrário: “Dunga queria Adriano, Ricardo Teixeira vetou”.

PS# – Bem informadissimo, e confirmando tudo, o importante  jornal esportivo “Marca”, da Espanha, publicava ontem, ocupando toda a primeira página: “Kaká terá que se tratar A VIDA INTEIRA“. Esse é, sem a menor dúvida, o DIAGNÓSTICO MÉDICO. A não ser que faça operação. AGORA?

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *