A economia brasileira vai demorar até se reaquecer

Roberto Nascimento

A desesperança tomou conta dos trabalhadores e também dos empresários. Creio que algo saiu fora da curva. Provavelmente foi a política de investimentos pesados do Estado via BNDES, a juros subsidiados para os campeões nacionais, que gerou um déficit incontrolável da dívida pública. A crise de 2008 não é a única responsável por nossas agruras atuais. Os assuntos se completam uns ligados aos outros. Um fio condutor os une indelevelmente.

PAÍS DO FUTURO

O escritor austríaco Stefan Zweig escreveu o livro “Brasil, o País do futuro”. Um estrangeiro acreditava no Brasil, como nós não iríamos acreditar? O momento vivido pela nação é preocupante em virtude do agravamento da crise econômica, com reflexos no desemprego, na inflação, no aumento da dívida pública e na falta de investimento.

A crise dos anos 80 é similar à de agora. O início das nossas agruras começa em 2008 e o ápice está ocorrendo em 2015. Como tudo está ligado a tudo, a crise dos países ricos detonada em 2008 pegou a nação agora, exatamente no estágio de recuperação dos EUA, onde começou a quebra do setor imobiliário, no distante 2008. Mas, a Europa ainda patina, inclusive a poderosa Alemanha. Nem se fala da Grécia, que se encontra na UTI. A China desacelerou brutalmente pegando o Brasil de surpresa, visto que era a maior compradora das commodities, principalmente os minérios do Brasil, notadamente o minério de ferro. As ações da Vale despencaram. A maior mineradora do Brasil está nas cercanias da crise.

HORA DO SACRIFÍCIO

Nem os próprios criadores, ministros Joaquim Levy e Nelson Barbosa, acreditam no ajuste fiscal, que provoca desesperança de empresários e trabalhadores. As famílias puxaram o freio de mão, agravando o quadro de recessão e desemprego crescente.

É chegada a hora do sacrifício. No entanto, todos deveriam participar, ricos e pobres, mas não é isso que está acontecendo. Se houvesse um esforço conjunto da sociedade, poderíamos sair da crise e voltar a experimentar um ciclo de crescimento mas rapidamente.

Do jeito que estamos, a curto prazo se torna quase impossível a economia sair do atoleiro em que se encontra. No mínimo, o esforço concentrado durará pelos próximos cinco anos. Vejam bem, a maior nação do globo enfrentou uma grave crise em 2008 e só agora em 2015 dá sinais de recuperação. Nesse sentido, falar em cinco anos para o Brasil sair da crise significa até uma dose de otimismo.

15 thoughts on “A economia brasileira vai demorar até se reaquecer

  1. Este discurso não convence mais! O Brasil está mal por ingerência, má gerência e corrupção.
    O povo está dando, já deu, tudo que tem, tinha. Quem precisa encolher é o estado. Precisa diminuir esta absurda estrutura de 39 ministérios e enxugar os que sobrarem, precisa parar de gastar no cartão corporativo, reavaliar contratos, auditorar a dívida e colocar técnicos nos lugares certos, substituíndo políticos e politiqueiros. Legislativo, executivo e judiciário precisam parar com as regalias e aumentos de salários.
    A culpa do Brasil estar nesta M, com M maiúsculo, é deste governo incapaz e corrupto!
    É hora do governo ir para o sacrifício, de uma forma ou de outra!

  2. Não foi apenas a política dos “campeões” do BNDES, embora ela também tenha colaborado. O desgoverno da economia, com retenção dos preços administrados cuja inevitável compensação hoje grava tremendamente a bolsa dos brasileiros e que ajudou a quebrar a Petrobrás e desorganizar todo o sistema elétrico, os incentivos fiscais mal atribuidos para tentar manter o consumo alavancado, a queda forçada de juros num momento em que a inflação estava acima da meta, o descaso com o aumento contínuo dos gastos do governo fazendo de conta que a arrecadação continuaria sempre subindo (para não falar de absurdos como a triplicação do fundo partidário), os gastos escamoteados ao público com a realização sem retorno correspondente da Copa do mundo, a falta de investimento público na infraestrutura que permite a produtividade da indústria e da agricultura, tudo isso fruto da incompetência para administrar o país, sem nem falar na roubalheira da corrupção, o modelo econômico equivocado de desenvolvimentismo sem investimento em produtividade nem saneamento das finanças não só “saíram da curva” como estão praticamemte destruindo a curva. Isto sem falar da corrupção e da roubalheira, e da indecisão do governo que impede os empresários de terem confiança para fazer qualquer planejamento.
    A crise de 2008 não serve mais de desculpa, porque os nossos vizinhos da América Latina e os outros emergentes estão todos crescendo mais do que nós, excetuando-se Venezuela e Argentina, que são vítimas também do desgoverno de seus dirigentes.

  3. 23/01/2006 – Brasil será 1º mundo em 304 anos
    O Brasil vai levar 304 anos para atingir o mesmo nível de distribuição de renda dos países ricos se mantiver o atual ritmo de crescimento e distribuição de renda. A afirmação é da New Economics Foundation (NEF), uma instituição independente de pesquisa com base na Grã-Bretanha.
    Segundo o documento divulgado nesta segunda-feira, os mais pobres (aqueles que vivem com 1 dólar por dia) tiveram uma queda de 73% em sua participação no crescimento entre os anos de 1990 e 2001, quando comparado à década de 1980 – considerada a década perdida.
    Para os autores do estudo, os dados mostram que crescimento sozinho não gera distribuição de renda, como defendem algumas receitas econômicas ortodoxas, diz reportagem da BBC. O NEF também afirma que os danos ambientais e a mudança do clima estão atingindo mais aos pobres.

  4. Como estará nossa nação daqui a 500 anos
    Ainda seremos eternos atrasados
    ESTE PAÍS NÃO TEM JEITO. QUEM VIVER VERÁ
    Quando o Collor caiu e veio o Itamar perguntaram ao jogador Sócrates se a partir daquele momento o Brasil se moralizaria, e o mesmo respondeu: Nem daqui a 100 anos.
    Eu concordo com o jogador e vou bem mais longe. Acho que nem daqui a 500 anos este país chega ao desenvolvimento máximo.
    É nossa sina sermos atrasado. Não tem quem dê jeito. Temos a cultura do atraso já enraizada
    Como vamos melhorar se temos uma elite econômica e política atrasada, conservadora, reacionária, indiferente e gananciosa?
    Como vamos melhorar se a grande maioria dos políticos são corruptos e insensíveis à pobreza em que vive grande parte da população?
    Como vamos melhorar se o governo não educa o povo?
    Como vamos melhorar se as cabeças pensantes deste país são submissas ao poder dos donos do capital?
    Como vamos melhorar se o povo não ajuda, só pensa em futebol, carnaval, novela e não sabe votar?
    Apesar de que, mesmo o povo sabendo votar quem seriam os melhores políticos para governarem a nação?
    Infelizmente não existem os melhores, são todos farinha do mesmo saco.
    Neste país não funciona “O saber votar”
    Em quem votamos, achando que estamos votando nos melhores vemos depois o grande engano ao perceber que já no poder, eles, os políticos e governantes, só cuidam dos seus próprios interesses e dos interesses dos ricaços, incluindo aí os financiadores das suas milionárias campanhas. Então não adianta o “votar certo”.
    Como melhor exemplo cito o PT no governo. Em 2001 elegemos o Lula pensando que naquele momento tínhamos elegido a pessoa e o partido certo. Achamos que “Votamos certo”.
    Hoje sabemos que nos enganamos.
    Pergunto: Vamos tomar vergonha na cara a partir de agora e “votar certo”? NÃO, em 2016/2018/2020/2022 continuaremos a VOTAR ERRADO, tenham certeza disto.
    REPITO O QUE JÁ FOI CITADO ACIMA: Votamos errado por não sermos um povo culto e politizado? Também.
    MAS, se fossemos um povo melhor educado e capazes de votar nas pessoas certas teríamos um Congresso Nacional melhor? NÃO.
    Porquê? Por que não temos as citadas pessoas certas, não temos políticos éticos, honestos e que realmente trabalhem mais em pro do país e do seu povo.
    Fica a pergunta: Votar em quem? Confiar em quem?
    Acho também que, algumas das nossas instituições (tipo Imprensa, Empresários, Poder Judiciário, Sindicato dos Trabalhadores, UNE, Igreja Evangélica, Governo Federal, Poder Judiciário, Governo do Estado, Prefeitura, Assembleia Legislativa, Senado, Câmara dos Vereadores, Câmara dos Deputados, Partidos Políticos e ONGs) não são confiáveis.
    Então novamente pergunto: Confiar em quem?

  5. LEIAM MINHAS PREVISÕES PARA ESTE PAÍS
    Em 2015 nada de bom virá para nós, os pobres…..
    Em 2019 idem,
    Em 2035 idem,
    Em 2061 idem,
    Em 2083 idem,
    Em 2127 idem,
    Em 2143 idem,
    Em 2185 idem,
    Em 2228 idem,
    Em 2257 idem,
    Em 2282 idem,
    Em 2335 idem,
    Em 2375 idem,
    Em 2388 idem,
    Em 2419 idem,
    Em 2464 idem,
    Em 2490 idem,

    Brasil ano 2515

    COMO ESTAREMOS? TUDO DANTES COMO NO QUARTEL DE ABRANTES

    VEJAM EM QUE SITUAÇÃO ESTARÁ O BRASIL NO ANO 2515
    – As elites brasileiras continuarão conservadoras e reacionárias
    – Os banqueiros continuarão impondo seus juros altos e seus lucros nas nuvens
    – Os ricos continuarão cada vez mais ricos e os pobres mais pobres
    – Os políticos continuarão corruptos e nada farão de bom para o povão e para a própria nação
    – Além do caixa 2 já terá caixa 3, 4, 5
    – Ainda existirão as raízes do DEM de Marco Maciel, da família Sarney do PSDB de FHC e do PT
    de Lula.
    – Aparecerão mais favelas e se juntarão às centenas já existentes
    – Muitas pessoas pobres de dinheiro e cultura continuarão a enriquecer os pastores evangélicos
    – As elites continuam falando para nós pobres e mal informados que o Brasil é assim porque é
    uma nação jovem, descoberta há pouco tempo
    – O povo brasileiro continuará achando que a culpa do nosso atraso é dos americanos
    – O Nordeste continuará pobre e governado pelas oligarquias
    – Será feita a transposição do Rio São Francisco
    – A revista Veja denunciará que houve super faturamento nas licitações feitas para a escolha da
    empreiteira que fará o serviço da transposição do Rio São Francisco e que a empreiteira
    responsável pelo serviço pagou propina aos políticos do Nordeste.
    – A revista Isto É denunciará que a maior parte da água do rio desviada foi para as fazendas dos
    tataranetos de Sarney, de Inocêncio de Oliveira, Tasso Jereissati e demais coronéis que governam
    o Nordeste e que os pequenos agricultores não foram beneficiados com a transposição do rio…
    – A programação da TV aberta ainda continua uma porcaria, o brasileiro ainda prioriza as novelas
    televisivas como a melhor diversão do mundo, nossa música não saiu da mesmice, o nosso
    cinema continua ruim e muito inferior ao feito em Hollywood, a tataraneta da Xuxa estará
    comandando um programa infantil na Globo….

  6. Prezada Sra. TERESA FABRÍCIO,
    A senhora tem razão em tudo o que escreveu. Mas talvez, que um Governo que pratique as boas ideias pedidas pela senhora, dentro do nosso péssimo SISTEMA POLÍTICO, com certeza perderá sua BASE ALIADA, ficará isolado, e na próxima Eleição não fará Votos “nem para eleger um Vereador”. A meu ver, para ser possível implantar suas boas ideias, primeiro teríamos que mudar para melhor nosso SISTEMA POLÍTICO. Ex. Voto Facultativo, Voto Distrital Puro, Só 4 Partidos Políticos ( Conservador-Liberal-Social Democrata e Esquerda ), abolição de 2º Turno, Possibilidade de Candidatos Independentes, Possibilidade de Recall de qualquer Eleito com Abaixo-Assinado por 50%+1 Eleitores do Distrito, etc,etc.

    Prezado Sr. WILSON BAPTISTA JUNIOR,
    Parabéns pela brilhante síntese explicativa de nossa Crise Fiscal e Inflacionária, causadora no momento de dura Recessão. Perfeita.

    Prezado Sr. JOÃO SOUZA,
    Sua crítica da situação do Brasil e perspectivas futuras, está +- certa, mas o simples fato do senhor fazê-la já é um grande avanço, pois antes “vivíamos Felizes, na maior ignorância da situação”. O senhor equacionou bem o problema, o que já é meio caminho andado para a Solução.
    Mas lembremos que em 1950, ano em que nasci, éramos 50 Milhões de Habitantes. Em 1970 ( Ano do Tri-Mundial) éramos 90 Milhões em Ação. Hoje 2015, somos +- 220 Milhões, e não é fácil em tão pouco tempo alimentar, escolarizar( pela primeira vez TODAS as nossas CRIANÇAS-nosso MAIOR BEM, estão na Escola), dar emprego, Aposentadoria e Pensões para +- 35 Milhões de Urbanos e Rurais, etc,etc. Daqui para a frente a População Brasileira crescerá mais lentamente, de 3,5%aa, para +- 1,5%aa com viés de baixa, e as coisas serão mais fáceis por este lado.
    Eu acho que dentro de uma Geração ( +- 30 anos ), estaremos num bom Padrão de Vida Médio, para TODOS os Brasileiros. Primeiro Mundo, só +- daqui a 3 Gerações. Mas, desde que eliminemos a Miséria e a extrema Pobreza já seremos OUTRO BRASIL. É Possível.

    Abrs.

  7. O QUE AS ELITES ESTARÃO OFERECENDO COMO MELHORAS PARA O POBRE:
    – mais creches,
    – mais ONGs inúteis sustentadas com dinheiro público,
    – mais assistencialismo,
    – mais carnaval com a inclusão de mais 35 ruas no roteiro do carnaval de Salvador,
    – serão incluídos mais ½ kg de farinha de mandioca na cesta básica,
    – o Bolsa Família vai atingir mais algumas famílias,
    – o salário mínimo terá um ganho real de 0,5%,
    – o Vale Gás será distribuído de porta em porta basta mostrar um atestado de pobreza,
    – teremos mais trios elétricos nas ruas,
    – teremos o 3º melhor estádio de futebol do mundo.

    MESMO SENDO UMA NAÇÃO POBRE CONTINUAREMOS a nos exibir para o mundo mostrando que somos Trigésimo campeão mundial de futebol (Trinta vezes campeão),
    – Nos gabando e comentando que temos a Amazônia e que a mesma é o pulmão do mundo,
    – Comentando que o filme “Central do Brasil” quase ganha um Oscar,
    – A nos gabar espalhando que o FMI nos elogiou por termos pago direitinho nosso débito,
    – Anunciando ao mundo que somos os maiores fabricantes de tambores, trios elétricos e fitinhas
    com a inscrição do Senhor do Bonfim.

    O QUE OS DONOS DO PODER FARÃO PELA NOSSA CULTURA:
    – O governo colocará mais meio grama de proteína na merenda escolar para reativar o cérebro do aluno,
    – será cobrado das empresas mais um impostozinho para ser aplicado nas produções cinematográficas brasileiras,
    – neste ano de 2515 se completam 530 anos do nascimento do axé music e como forma de homenagem será dado mais uma semana de carnaval para o povão e confeccionadas estátuas do Luís Caldas o pai do axé e da Daniela Mercury que foi a rainha deste horroroso ritmo musical.

    COMO NADA É IMPOSSÍVEL TALVEZ JÁ TENHAMOS:
    – Ganho um ou 2 prêmios Nobel,
    – um ou 2 Oscar para melhor filme estrangeiro,
    – ganhos mais alguns Grammys na música Latina,
    – alguns hacker brasileiros trabalhando na Microsoft, pois serão contratados por esta empresa para os mesmos não desviarem dinheiro de bancos americanos instalados no Brasil

    Obs.: Ao dizer que não confio nas instituições cito a imprensa, mas faço uma ressalva. Não posso generalizar, temos veículos de comunicação que divulgam as notícias com certa imparcialidade. Mas sabemos que se tem por aí a chamada imprensa parcial, vendida, comprada, chapa-branca…
    Não sei se nos dias de hoje, mas nos anos 90 a Folha de São Paulo foi considerado o jornal mais imparcial do Brasil.

  8. Sr. Flávio, eu me pergunto o que a nossa governanta teria a perder se “chutasse o balde”!
    Mal amada, por mais de 60% dos brasileiros, abandonada, humilhada pelo próprio partido… Por que não entrar para a história como a salvadora da pátria invés de a carrasca? Tem muita coisa que ela pode fazer sem aprovação do Congresso!

  9. Prezada Sra. TERESA FABRÍCIO,
    A meu ver, na alta cúpula da Política, onde se disputa o Poder Total, antes e no exercício do cargo, se contrariam muitos Interesses, e se fazem muitos Inimigos. Muitos, até por não ganhar aquilo que achavam que poderiam ganhar, com tal Presidente. Se a Presidenta DILMA, mesmo com baixa Popularidade no momento, RENUNCIASSE, seria em seguida bombardeada com um monte de Processos, e agora sem Fórum Especial ( O Senado), e no mínimo gastaria Milhões em Advogados para tentar escapar da Cadeia, Justa ou Injustamente. Isso na melhor das hipóteses. Não pode optar por esta solução. Muito Obrigado por me contestar.

    • Não me referi a renúncia e sim a fazer a coisa certa. Ela não precisa do congresso para diminuir número de ministérios, enxugar a máquina administrativa, trocar ministros (por gente que entende da pasta), desviar os bilhões que gasta com propaganda para educação e saúde, rever contratos, demitir corruptos, fiscalizar a utilização de dinheiro repassado aos estados, e por aí vai. Ela seria execrada da política, mas ganharia o respeito do povo e sairia no fim do governo, honradamente.

  10. Prezados Sra. Teresa Fabrício, Sr. Wilson Baptista Junior, Sr. João Souza, Sr. Flavio Jose Bortolotto, li os diversos comentários. A Sra Teresa Fabrício faz sugestões, mas que eu acho que não vão ser aceitas pelo governo que está aí. Vão continuar os 39 ministérios, as regalias para o Judiciário, o Legislativo e para os apadrinhados. O Sr. Wilson Baptista Junior faz uma correta análise da situação atual, embora não aponte para uma solução. O Sr. João Souza teve um trabalho enorme para fazer previsões para o futuro do Brasil para até daque a 500 anos, porque não confia em ninguém da classe políica, O Sr. Flavio Jose Bortolotto comenta os escritos dos três anteriores, mas é mais otimista que o Sr. João Souza, e propõe : ” A meu ver, para ser possível implantar suas boas ideias, primeiro teríamos que mudar para melhor nosso SISTEMA POLÍTICO. Ex. Voto Facultativo, Voto Distrital Puro, Só 4 Partidos Políticos ( Conservador-Liberal-Social Democrata e Esquerda ), abolição de 2º Turno, Possibilidade de Candidatos Independentes, Possibilidade de Recall de qualquer Eleito com Abaixo-Assinado por 50%+1 Eleitores do Distrito, etc,etc.”

    O que eu quero dizer aqui, para todos, mas especialmente para o descrente Sr. João Souza, é que temos, sim, um partido político decente, com programa de governo, nunca metido em corrupção nem no toma lá da cá, que vem se opondo duramente ao governo do PT desde 2003, sem vacilos , sem conchavos e não tem qualquer mancha que o desabone. É o único partido que eu acredito no Brasil. Os demais partidos, na minha opinião, não merecem qualquer confiança. Trata-se do PPS = Partido Popular Socialista. Ele não tem sido bom de voto, mas aí o problema é a educação do eleitor. Sugiro que os senhores acompanhem, pelos jornais, pela televisão, pela TV Câmara, a atuação do PPS e verão exemplo de retidão e boa atuação parlamentar. Sugiro que os senhores leiam o programa do PPS. Eu acho que é a nossa única esperança. Sem o PPS na governança, aí, sim, acho que as previsões do Sr. João Souza se concretizarão.

    pps.org.br

    Abraços a todos,

    Ednei Freitas

  11. Prezada D. TERESA FABRÍCIO,
    Desculpe-me se entendi errado ali em cima, pensando que a senhora propunha Renúncia da Presidenta.
    Nossa opinião:
    A meu juízo, a Presidenta DILMA é turrona, não carismática, impaciente, comunica mal, etc, mas É CORAJOSA. Sua vida passada, embora equivocada, e a maneira como enfrentou em DIMA I, o Capital Financeiro, baixando a SELIC ( Taxa básica de Juros ) até 7,25%aa, numa Inflação de +- 7%aa, não deixa Dúvidas disso.
    O problema, é que ela sabe, que dentro de nosso péssimo Sistema Político, se fizer o CERTO, como a senhora explicitou acima, será IMPEACHADA em menos de uma semana. Saudações.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *