A eleição para a Prefeitura de Porto Alegre e as contradições do partido que se diz comunista

Sebastião Melo e Manuela D'Ávila disputam 2º turno em Porto Alegre

De repente, Melo descobriu que Manuela é comunista…

Carlos Marchi

Foi engraçado o debate de quinta-feira em Porto Alegre. Sebastião Melo (MDB) criticou o PCdoB de Manuela D’Ávila sem saber direito o que era. Disse que era uma ideologia do passado, que ainda defende o criminoso Stalin, o que é verdade. (Mas não disse que Stalin matou 30 milhões de pessoas na coletivização da agricultura).

Manuela se defendeu dizendo que o PCdoB governa o Maranhão com sucesso. (Mas não disse que seu partido apóia o gordinho tarado que governa a Coreia do Norte com tirania).

PROGRAMA ATENUADO – Fui olhar o projeto do PCdoB para o Brasil. Eles atenuaram muito as palavras. Não falam mais em comunismo, mas em “socialismo”. Propõem “um poder de Estado dos trabalhadores e a predominância das formas de propriedade social dos meios de produção”.

Isso significa que quase todos os meios de produção (fábricas, lojas, oficinas) pertencerão ao conjunto dos trabalhadores. Algo inexequível, que deu errado onde quer que tenha sido tentado, a começar pela URSS e demais países comunistas.

Porém, a maior das contradições é o PCdoB participar como parceiro de uma democracia que, se vencer, vai exterminar.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Artigo do Facebook, enviado por José Carlos Werneck. Nosso amigo Carlos Marchi tem toda a razão. Os gênios do PCdoB ainda não descobriram que é possível ser socialista disputando o voto e respeitando a democracia. A defesa da propriedade social dos meios de produção realmente é inaceitável, tipo Piada do Século.

Eu posso falar de experiência própria. Trabalhei durante alguns meses no PCdoB do Rio de Janeiro, há oito anos. Lá, até os porteiros me chamavam de “camarada”. Assim que encontrei um jeito, dei o fora daquele mausoléu. (C.N.)

24 thoughts on “A eleição para a Prefeitura de Porto Alegre e as contradições do partido que se diz comunista

  1. 1) A meu ver, a vida vem mostrando a Terceira Via, a Social Democracia Europeia, o Socialismo Nórdico como um caminho possível, atual, contemporâneo, faço votos que frutifique aqui na América Latina E as pessoas amadureçam.

    2) Todos os seres humanos erram, todos os partidos erram, todos os regimes erram. Perfeição não existe, Tentemos errar menos e acertar mais.

    3) Na juventude fui membro do antigo PCB que hoje virou Cidadania. Boa sorte !

  2. Tô ali, ali, para dizer que debater, discutir, analisar política é perda de tempo total!

    O Brasil jamais viu, e sequer no tempo que era governado por um regime de exceção, o combate que o comunismo está recebendo atualmente pelo inquilino do Planalto, Bolsonaro.

    Pois o comunismo cresce, PCdoB e PSOL, que, se não vencerem as eleições em SP e Porto Alegre, pode-se dizer que chegaram bem perto!

    O povo seria mesmo inculto e incauto?
    Rebelde?
    Insatisfeito?
    Irônico?
    Idiotizado e imbecilizado?

    Ou posso transferir parte desses defeitos ou falhas às autoridades atuais, que não sabem detectar o sentimento do povo?

    Os discursos de Boulos e Manuela são gosmentos, mentirosos, demagogos, manipuladores, então por que encantam parte da população?
    Por que esses candidatos não são rejeitados, em face do passado comunista sobre como fora implantado na extinta União Soviética, China, Coréia do Norte, Cuba, Vietnã, Camboja …?

    Por que desconhece a história?
    Por que não acredita no que lhe é informado a respeito do comunismo?
    Ou nada disso é importante?

    Motivos existem para essa opção do eleitor, mas quais seriam?

    Se perceberam, quero a participação dos comentaristas para que me ajudem a encontrar as respostas adequadas, pois as minhas podem não ser as corretas ou aquelas que não explicariam os porquês de Manuela e Boulos ter a chance de se tornar prefeitos de suas respectivas cidades.

    A minha justificativa pode ser tão superficial, porém ao mesmo tempo tão profunda, que posso ser criticado quanto elogiado, mas a verdade deve ser uma só, e não versões.

    A minha ideia da chance de Manuela ser prefeita de Porto Alegre é uma só:
    o povo encheu o saco da política.
    Se de direita, de esquerda, capitalista, comunista, democracia ou ditadura, abandonou essas questões porque a vida de miséria e pobreza não muda!

    Entra e sai governo e nada é feito para amenizar o desespero do brasileiro.
    Se o partido comunista é aquele mais contestado, tratemos de experimentá-lo.
    Mais:
    a representante comunista é bonita, significando que Porto Alegre será a prefeitura mais em evidência, caso o PCdoB se sair vitorioso, claro.

    Por outro lado, se o RS já teve uma mulher como governadora, tá na hora de a capital experimentar ser administrada por outra.
    Se não seriam assim, os motivos que embalam o eleitor para o lado da bela Manuela, afirmo que não estou longe da verdade, pois o que se constata como indiscutível nessa eleição é que a política está fora, da mesma forma os partidos políticos!

    A gauchada da capital está votando literalmente na pessoa, na sua estampa, na sua aparência, nas curvas da mulher, no seu sorriso e sensualidade.
    Adiantaria votar no homem que se diz competente, anticomunista, cristão, de direita ou de centro?
    Nada,

    A vida do eleitor continuará a mesma!
    Então por que não mudar, e para melhor com relação à imagem do prefeito, agora mulher e bonita?
    Se Manuela vai fazer um bom ou mau governo, o povo está tão calejado em ser mal administrado, mal governado, esquecido, abandonado, que salve a mulher e, se comunista, veremos o que ela tem de diferente das democratas e de direita!

    Lula, em certa ocasião não abriu a boca para dizer ao povo as características da genitália de algumas mulheres do PT?
    Sabe-se lá, se Manuela não tem algum segredo íntimo, que poderá ser determinante para um bom governo municipal?
    O povo quer saber, ora “boulos”!

  3. Bom, Manuela é do Partido Comunista do Brasil.

    Lá pelas tantas, o comunismo que ela divulga é diferente daqueles que foram tentados em outros países, e que não deram certo.

    Tá bem, nada relativo à ideia, à tese, ao projeto comunista mas, ao ser humano, que impede que haja sucesso naquilo que ele mesmo cria porque vaidoso, ambicioso, ansioso pelo poder e por dominar o próximo.

    Mas, as informações atuais dão conta que Manuela está sendo derrotada, então continuaremos órfão de uma administração diferente, pois o povo escolheu continuar pobre e miserável, que tem sido os governos de direita e de esquerda que Porto Alegre teve ao longo da sua história.

    Abração, Vidal.
    Saúde e paz.

  4. Concordo o povo está escolhendo continuar com governos de centro e de direita, o PcdoB não tem como ter um governo de comunismo no Brasil mas sim socialismo, o Mdb não pode massacrar o povo a suas origens lá np passado foi feito por ex. Comunistas do PcdoB e do Pcb no Brasil, Obs. Estou torcendo pela Marilia Arraes ( Pt ) – ser eleita em Recife – Pe, mas já estou vendo que seu primo João Campos ( Psb ) – socialista, que vem saindo – se bem do que já dizia as pesquisas dava um empate e até uma vitória para a Marilia – mas o nosso Pt precisa vencer – tem um socialismo que eu gosto e vai de encontro com a população mas carente no Brasil – somos ABI no Brasil – http://www.abi.org.br

  5. Para decepção dos “convertidos” recentes, o empate técnico era uma forma de influenciar nos votos dos eleitores-idiotas que não eram tanto assim quanto se supunha, tanto em PA quanto em SP. Cá no RJ, este tipo de eleitores já existiam muito antes de Deus criar o Jardim do Éden.

  6. Obs. Caso Marília Arraes ( Pt ) – não seja eleita para prefeita do Recife – Pe, Marília Arraes – volta a ser Deputada Federal em Brasília – Df, onde tem feito um ótimo trabalho de valor pelo Recife e todo o estado de Pernambuco, Nordeste e até para o Brasil ( dou valor a estes mandatos que são do povo ) – a Marilia Arraes – já e vitoriosa com certeza no Brasil.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *