A exaltação do contraste da vida na favela, na visão social de Nelson Sargento

Espaço Favela homenageará o grande cantor e compositor Nelson ...

Nélson Sargento, um dos lendários compositores da Mangueira

Paulo Peres
Poemas & Canções

O artista plástico, escritor, cantor e compositor carioca Nelson Mattos foi sargento do Exército, daí o apelido que virou nome artístico. Na letra de “Encanto da Paisagem”, mostra a sua visão poética e social sobre a realidade que, antigamente, existia nos morros. Este samba intitula o LP “Encanto da Paisagem” gravado por Nelson Sargento, em 1986,  pela Kuarup.

 

ENCANTO DA PAISAGEM
Nelson Sargento

Morro, és o encanto da paisagem
Suntuoso personagem de rudimentar beleza
Morro, progresso lento e primário
És imponente no cenário
Inspiração da natureza
Na topografia da cidade
Com toda simplicidade, és chamado de elevação
Vielas, becos e buracos
Choupanas, tendinhas, barracos
Sem discriminação

Morro, pés descalços na ladeira
Lata d´água na cabeça
Vida rude alvissareira
Crianças sem futuro e sem escola
Se não der sorte na bola
Vai sofrer a vida inteira
Morro, o teu samba foi minado
Ficou tão sofisticado, já não é tradicional
Morro, és lindo quando o sol desponta
E as mazelas vão por conta do desajuste social

 

4 thoughts on “A exaltação do contraste da vida na favela, na visão social de Nelson Sargento

  1. 1) licença… dica de livro para o fim de semana…

    2) “O Videota”, de Jerzy Kosinski, editora Artenova, 1971, vertido para o cinema em 1979 com o título “Muito Além do Jardim”.

    3) Jerzy (1933-1991) foi escritor e ator polonês radicado nos EUA. Recebeu o Prêmio Ficção National Book Award.

    4) Algumas edições recente escrevem na capa “O Vidiota”.

  2. A mangueira teve outro sargento, o Manoel Carlos de Souza, que foi diretor de harmonia por vários anos.

    Nelson Sargento sabia no que ia resultar o governo brasileiro ter preferido construir uma nova capital, sem a menor necessidade, em vez de investir em saneamento básico, saúde e educação.

    Basta que se repare o que está escrito nesta parte da letra da música:

    “Crianças sem futuro e sem escola
    Se não der sorte na bola
    Vai sofrer a vida inteira …”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *