A farra continua! Cmara do Rio gasta R$ 1,7 milho com combustvel em plena pandemia

Charge do Benett (Arquivo do Google)

Cleide Carvalho, Gabriela Oliva, Luiz Ernesto Magalhes e Suzana Correa
O Globo

As leis inconstitucionais so apenas uma vertente de curiosidades que envolvem a Cmara Municipal do Rio, apelidada de Gaiola de Ouro devido aos gastos para a construo do Palcio Pedro Ernesto, sua sede, em 1923. Mesmo com o isolamento social em plena pandemia de Covid-19 e com quase todos os vereadores presentes desde maro s sesses de forma virtual, o Legislativo gastou mais de R$ 1,7 milho em tquete combustvel.

Com um carro popular, os 51 vereadores teriam combustvel para rodar cerca de 280 quilmetros todos os dias suficiente para uma viagem diria de ida e volta entre o palcio e Nova Friburgo, na Regio Serrana.

COTA – Em plena era digital, o Legislativo ainda oferece aos parlamentares uma cota de quatro mil selos mensais. A Cmara do Rio informou que 34 dos 51 ainda usam selo. “O eleitor em si nem tem conhecimento desses detalhes. As leis inconstitucionais demonstram um despreparo de assessores legislativos. A questo como esses projetos passam pela Comisso de Justia e Redao. Sobre os gastos excessivos, podem at ser legais, embora no sejam ticos”, diz o economista Franois Bremaeker, do Observatrio de Informaes Municipais, que, em estudo divulgado em janeiro com dados de 2018, apontou a Casa como a que tem o maior custo por habitante (R$ 128,20) entre as 30 que mais geram despesas.

Em nota, a Cmara argumentou que economizou R$ 515 milhes nos ltimos seis anos, devolvidos prefeitura para aplicar em Sade, Educao e complementao da folha salarial dos servidores. E que, em maro, repassou outros R$ 20 milhes para ajudar a enfrentar a pandemia.

ZONA LESTE -Alguns projetos que no chegam a virar lei so curiosos. Um tema recorrente a diviso geogrfica da cidade. Marcelino Almeida (PP) j props o desmembramento de Barra da Tijuca, Recreio e Jacarepagu do restante da Zona Oeste. Se a lei fosse aprovada, o Rio teria sua Zona Leste, que, geograficamente, o Oceano Atlntico.

Tradicionalmente, a Cmara de So Paulo conhecida pelo elevado nmero de projetos de lei que do nomes a ruas, praas e equipamentos pblicos, alm da criao de datas comemorativas e eventos para o calendrio do municpio. Uma pesquisa do O Globo encontrou 1.331 projetos, de 2017 para c, versando sobre dia, logradouro e eventos 43% do total.

As propostas so as mais diversas: Dia da Gaita, do Zoe Dance, de igrejas, de Elvis Presley, do Conservadorismo e da Famlia Pet. Nas duas legislaturas anteriores, os percentuais ficaram em 28,6% e 28,1%. A nomeao de logradouros pblicos tambm recebe vetos, na maioria das vezes porque as ruas no constam nos mapas oficiais da cidade.

PLENRIO VIRTUAL - A Cmara informou que em 2019 foi implantado o Plenrio Virtual, por meio do qual so votados projetos menos complexos, como denominaes, honrarias e datas comemorativas. Com isso, ampliou a transparncia, agilizou os trmites e reduziu o uso de papel, deixando o plenrio fsico livre para votaes dos projetos de maior impacto.

Em So Paulo, os 55 vereadores tm salrio de R$18,9 mil e R$ 25.884,38 por ms para despesas de custeio como gastos com grficas, correios, transporte pela cidade, material de gabinete e assinaturas de jornais e revistas. Cada um pode ter 18 funcionrios. Este ano, os vereadores reduziram em 30% os seus salrios e a verba de gabinete, direcionando os recursos para que a prefeitura os usasse na Sade durante a pandemia.

Com gastos previstos de R$ 572 milhes este ano, a Cmara usou, de janeiro a setembro, R$ 376,7 milhes. A Casa disse que no houve aumento de gastos em relao aos anos anteriores.

2 thoughts on “A farra continua! Cmara do Rio gasta R$ 1,7 milho com combustvel em plena pandemia

  1. PARABNS LADROES
    Eu posso passar fome, meus filhos minha familia, andar de onibus enguanto voceis podem enquanto isso voceis se acham no direito de nos estrupar e ainda saindo babando de tanta mordomia.
    Nao terao meu voto nunca mais

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.