A fazenda do poeta mineiro Nelson Ângelo

O cantor, músico e compositor mineiro Nelson Ângelo Cavalcanti Martins rememora sua bucólica infância, quando os passeios na “Fazenda” de seus familiares eram sempre uma festa. Esta música foi gravada por Milton Nascimento no Lp Geraes, em 1976, pela EMI-Odeon.

###
FAZENDA

Nelson Ângelo

Água de beber
Bica no quintal
Sede de viver tudo
E o esquecer era tão normal
Que o tempo parava
E a meninada respirava o vento
Até vir a noite
E os velhos falavam
Coisas dessa vida
Eu era criança
Hoje é você
E no amanhã, nós
Água de beber
Bica no quintal
Sede de viver tudo
E o esquecer era tão normal
Que o tempo parava
Tinha sabiá, tinha laranjeira
Tinha manga-rosa
Tinha o sol da manhã
E na despedida
Tios na varanda
Jipe na estrada
E o coração lá

(Colaboração enviada pelo poeta Paulo Peres – site Poemas & Canções)

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *