A flor da paisagem, na canção de Robertinho e Nilo

Fausto Nilo e Robertinho do Recife com bloco | foto: Fábio Lima

Fausto Nilo e Robertinho do Recife com a DJ Renatinha

O arquiteto, poeta e compositor cearense Fausto Nilo Costa Júnior mostra que, a letra de “Flor da Paisagem”, além de trazer um visual geográfico, busca interpretar o sossego egoísta que o amado sente ao se ver refletido nos olhos de sua amada. A música foi gravada por Fagner, em 1977, no LP Orós, pela CBS.

FLOR DA PAISAGEM

Robertinho de Recife e Fausto Nilo

Teu zói é a flor da paisagem
Sereno fim da viagem
Teu zói é a cor da beleza
Sorriso da natureza

Azul de prata, meu litoral
Dois brincos de pedra rara
Riacho de água clara
Roupa com cheiro de mala

Zoim assim são mais belos
Que renda branca, que renda branca, que renda branca na sala
Quem vê não enxerga a praia
Nois no lenços, nois no lençol, nois no lençol de cambraia

Teus zói no fim da vereda
Amor de papel de seda
Teus zói que clareia o roçado
Reluz teu cordão colado

      (Colaboração enviada por Paulo Peres – Site Poemas & Canções)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *