A força dentro de nós

Carlos Chagas

Apesar das baixarias na campanha eleitoral e das sucessivas denúncias de corrupção que assolam o país, sempre mais execráveis hoje do que ontem, desde que existimos como nação – apesar de tudo isso haverá que reconhecer: nossa democracia funciona, depois de interregnos ditatoriais, elitismo, colonialismo e marginalização das massas. O país vive um período ainda difícil mas superior aos anteriores. Não se trata de obra devida a Dilma, Lula, Fernando Henrique, Itamar, Collor, Sarney, Tancredo e antecedentes. Cada um terá feito o possível, bem como deixado de fazer o necessário. Como não há almoço de graça, também não há milagres.

Feito o preâmbulo, abre-se na véspera da eleição a questão pontual sobre se Dilma Rousseff ou Aécio Neves irão dormir, amanhã, eleitos ou derrotados. A dúvida persistirá até o fechamento das urnas, mas quando for esclarecida, em muito pouco ou em nada modificará a vida do cidadão comum. A sociedade, com todos os vícios e defeitos, permanecerá como a garantia de que apesar dos governos, nosso objetivo maior será a felicidade geral, o bem-comum que poucos visualizam filosoficamente mas todos desejam acima de qualquer outra coisa.

Ninguém se iluda quanto às promessas de campanha dos candidatos. Foram expedientes visando angariar votos e assegurar o poder para os grupos organizados em torno deles. Para melhorar a vida de cada um, tudo dependerá apenas de nós, acima e além de ideologias, partidos, religiões, raças e demais valores vigentes. Sendo assim, seria melhor deixar assentar a poeira das campanhas e indagar como poderemos, cuidando de nossos interesses e cultivando nossas concepções, contribuir para o aprimoramento do conjunto. Nenhum gesto heroico ou estoicismo exagerado se tornará necessário. Basta seguir vivendo dentro das normas inerentes à pessoa humana, atentos ao desenvolvimento material à nossa volta.

Por tudo isso, torna-se imprescindível rejeitar a figura de salvadores da pátria, de milagreiros e condutores de povos. A força para seguir adiante está dentro de nós mesmos, entre conquistas e adversidades.

5 thoughts on “A força dentro de nós

  1. Caros CN e Carlos Chagas … Bom dia!

    Diz nosso CC: “A sociedade, com todos os vícios e defeitos, permanecerá como a garantia de que apesar dos governos, nosso objetivo maior será a felicidade geral, o bem-comum que poucos visualizam filosoficamente mas todos desejam acima de qualquer outra coisa.”

    Segue abaixo texto do nosso Pastor (http://pt.radiovaticana.va/news/2014/10/24/a_caminho_do_s%C3%ADnodo_ordin%C3%A1rio/bra-832698):

  2. Mas, um Presidente que faça o país crescer e desenvolver, ajuda a melhorar
    a vida de cada um, ajuda a nos dar força para seguir adiante.
    A alternância do poder é de suma importância, faz renascer uma nova esperança,
    se vai dar certo ou não, só consultando a bola de cristal. Pior do que está, com
    certeza não pode ficar.

  3. Caro CN … está no texto de Dom Orani:
    “A secretaria geral do sínodo enviou para todas as dioceses do mundo uma consulta com um texto sobre o assunto e perguntas para serem respondidas por todos os interessados, o que aconteceu pelo mundo afora. Dessas respostas gerou-se o documento de trabalho que serviu de base para esta Assembleia Extraordinária. Do texto gerado por ela deverá sair um novo documento com perguntas para serem respondidas pela Igreja toda, que desencadeará um novo instrumento de trabalho para a 14ª Assembleia do Sínodo Ordinário, convocado para outubro de 2015, sobre a vocação e missão da família na igreja e no mundo contemporâneo.

    Texto proveniente da página http://pt.radiovaticana.va/news/2014/10/24/a_caminho_do_s%C3%ADnodo_ordin%C3%A1rio/bra-832698
    do site da Rádio Vaticano”
    … … …
    Compreendamos:
    1 – Os interessados puderam responder a perguntas sobre um texto enviado a todas as dioceses pela secretaria do sínodo.
    2 – Deverá sair novo documento com perguntas para serem respondidas pela Igreja toda.
    … … …
    A VERDADE:
    1 – Não soube de nenhuma pergunta para responder do texto anteriormente enviado … e sou de Missa semanal.
    2 – Pretendo responder as perguntas do novo documento … consultarei meu pároco – e avisarei a resposta dele.

  4. Re: O Amigo do Esposo 2 … VIGIAS???
    Entrada … Lionço Ramos Ferreira … 15:50 (Há 8 minutos)
    para Paulo
    Caro Amigo PV … Paz!

    Estou comentando, sempre que Papá permite, no 1º post diario (http://www.tribunadainternet.com.br/) … reconheço que não é mais usual se manter lista; porém, não poderia deixar de responder ao amigo PV (que me ajudou sobre a física quântica … agora está me indicando ler sobre http://www.4x4brasil.com.br/forum/geral-off-topic/102435-anova-fisica-da-metafisica-desinvertida-e-o-keppe-motor.html)

    Realmente passei anos desistindo, entregando, renunciando etc … até que Papá me mostrou “1. Por amor a Sião, eu não me calarei, por amor de Jerusalém, não terei sossego, até que sua justiça brilhe como a aurora, e sua salvação como uma flama. … 4. não mais serás chamada a desamparada, nem tua terra, a abandonada; serás chamada: minha preferida, e tua terra: a desposada, porque o Senhor se comprazerá em ti e tua terra terá um esposo; 5. assim como um jovem desposa uma jovem, aquele que te tiver construído te desposará; e como a recém-casada faz a alegria de seu marido, tu farás a alegria de teu Deus. 6. Sobre tuas muralhas, Jerusalém, coloquei vigias; nem de dia nem de noite devem calar-se. Vós, que deveis manter desperta a memória do Senhor, não vos concedais descanso algum 7. e não o deixeis em paz, até que tenha restabelecido Jerusalém para dela fazer a glória da terra.” (Is 62) … … … está bem claro que a minha Missão é “NÃO DEIXAR EM PAZ”!!! !!! !!!

    Quanto a Jerusalém como glória da terra, temos: “20. Havia alguns gregos entre os que subiram para adorar durante a festa. 21. Estes se aproximaram de Filipe (aquele de Betsaida da Galiléia) e rogaram-lhe: Senhor, quiséramos ver Jesus. 22. Filipe foi e falou com André. Então André e Filipe o disseram ao Senhor. 23. Respondeu-lhes Jesus: É chegada a hora para o Filho do Homem ser glorificado. 24. Em verdade, em verdade vos digo: se o grão de trigo, caído na terra, não morrer, fica só; se morrer, produz muito fruto. 25. Quem ama a sua vida, perdê-la-á; mas quem odeia a sua vida neste mundo, conservá-la-á para a vida eterna. 26. Se alguém me quer servir, siga-me; e, onde eu estiver, estará ali também o meu servo. Se alguém me serve, meu Pai o honrará. 27. Presentemente, a minha alma está perturbada. Mas que direi?… Pai, salva-me desta hora… Mas é exatamente para isso que vim a esta hora. 28. Pai, glorifica o teu nome! Nisto veio do céu uma voz: Já o glorifiquei e tornarei a glorificá-lo. 29. Ora, a multidão que ali estava, ao ouvir isso, dizia ter havido um trovão. Outros replicavam: Um anjo falou-lhe. 30. Jesus disse: Essa voz não veio por mim, mas sim por vossa causa. (Jo 12)” … … … já se ouviu a VOZ de PAPÁ e em Jerusalém!!!

  5. Pingback: A força dentro de nós | Debates Culturais – Liberdade de Idéias e Opiniões

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *