“A gente quer é ser um cidadão, a gente quer viver uma nação…”, dizia Gonzaguinha

Resultado de imagem para gonzaguinhaPaulo Peres
Site Poemas & Canções
O economista, cantor e compositor carioca Luiz Gonzaga do Nascimento Junior (1945-1991) , mais conhecido como Gonzaguinha é, sem dúvida, um dos maiores talentos da Música Brasileira em seus diversos estilos populares. Sua obra teve, inicialmente, como característica sua postura de crítica à ditadura militar, conforme mostra a letra de “É” que expressa um desabafo, o grito de um povo para ter condições melhores de vida. Para isso é necessario ter carinho, atenção, afeto, respeito, liberdade, amor , saúde e trabalho digno. O cidadão tem direitos e deveres que devem ser respeitados, para ele exerça a sua cidadania plena.

É 

Gonzaguinha

É!
A gente quer valer o nosso amor
A gente quer valer nosso suor
A gente quer valer o nosso humor
A gente quer do bom e do melhor…

A gente quer carinho e atenção
A gente quer calor no coração
A gente quer suar, mas de prazer
A gente quer é ter muita saúde
A gente quer viver a liberdade
A gente quer viver felicidade…

É!
A gente não tem cara de panaca
A gente não tem jeito de babaca
A gente não está
Com a bunda exposta na janela
Prá passar a mão nela…

É!
A gente quer viver pleno direito
A gente quer viver todo respeito
A gente quer viver uma nação
A gente quer é ser um cidadão
A gente quer viver uma nação…

É! É! É! É! É! É! É!…

É!
A gente quer valer o nosso amor
A gente quer valer nosso suor
A gente quer valer o nosso humor
A gente quer do bom e do melhor…

A gente quer carinho e atenção
A gente quer calor no coração
A gente quer suar, mas de prazer
A gente quer é ter muita saúde
A gente quer viver a liberdade
A gente quer viver felicidade…

É!
A gente não tem cara de panaca
A gente não tem jeito de babaca
A gente não está
Com a bunda exposta na janela
Prá passar a mão nela…

É!
A gente quer viver pleno direito
A gente quer viver todo respeito
A gente quer viver uma nação
A gente quer é ser um cidadão
A gente quer viver uma nação
A gente quer é ser um cidadão
A gente quer viver uma nação
A gente quer é ser um cidadão
A gente quer viver uma nação…

4 thoughts on ““A gente quer é ser um cidadão, a gente quer viver uma nação…”, dizia Gonzaguinha

  1. Gonzaguinha foi autor de músicas de cunho politico e romântico. Acho eu que abria seus shows com “É” por se uma música alegre que levava o público a dançar e cantar. Pelo menos, assisti dois show dele em que a abertura foi “A gente quer valer o nosso amor
    A gente quer valer nosso suor´”

    Uma lição de otimismo. “Viver e não ter a vergonha de ser feliz” ou eu fico com a resposta da criança “É bonita, é bonita e é bonita” A Criança, em sua pureza acha sempre a vida bonita, não tem motivos para pessimismo.
    Mas vamos apostando que “a vida devia ser bem melhor e será”

  2. “Comportamento Geral”, outra música genial do Gonzaguinha
    Você deve estampar sempre um ar de alegria
    e dizer: tudo tem melhorado
    Você deve rezar pelo bem do patrão
    e esquecer que está desempregado

    Pois é, há quem acredite na reforma da previdência , mesmo sabendo que jamais vai se aposentar.

  3. E esse desabafo de amor em poesia Explode coração

    Explode Coração
    Gonzaguinha

    Chega de tentar dissimular e disfarçar e esconder
    O que não dá mais pra ocultar e eu não quero mais calar
    Já que o brilho desse olhar foi traidor
    E entregou o que você tentou conter
    O que você não quis desabafar

    Chega de temer, chorar, sofrer, sorrir, se dar
    E se perder e se achar e tudo aquilo que é viver
    Eu quero mais é me abrir e que essa vida entre assim
    Como se fosse o sol desvirginando a madrugada
    Quero sentir a dor desta manhã

    Nascendo, rompendo, tomando
    Rasgando, meu corpo e então eu
    Chorando e sorrindo, sofrendo, adorando, gritando
    Feito louca, alucinada e criança
    Eu quero o meu amor se derramando
    Não dá mais pra segurar, explode coração

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *