A ironia de Raul de Leoni, transformada em filosofia

O advogado e poeta Raul de Leôni (1895-1926), nascido em Petrópolis (RJ), faz poeticamente da ironia a sua filosofia.

IRONIA

Raul de Leôni

Ironia! Ironia!
Minha consolação! Minha filosofia!
Imponderável máscara discreta
Dessa infinita dúvida secreta,
Que é a tragédia recôndita do ser!
Muita gente não te há de compreender
E dirá que és renúncia e covardia!
Ironia! Ironia!
És a minha atitude comovida:
O amor-próprio do Espírito, sorrindo!
O pudor da Razão diante da Vida!

                 (Colaboração enviada por Paulo Peres – site Poemas & Canções) 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *