A persistência do bullying sobre o Partido dos Trabalhadores e Dilma

0

Ilustração do Duke (O Tempo)

Leonardo Boff
O Tempo

É notório o bullying político e social sofrido persistentemente pelo PT e por Dilma Rousseff. Uma coisa é reconhecer que houve corrupção e erros políticos do PT, e outra coisa é tributar quase exclusivamente tais fatos e a crise atual ao PT e à ex-presidente.

Para entender esse penoso fenômeno, socorre-nos um dos maiores pensadores da atualidade que dedicou grande parte de sua obra a decifrar o que seja a agressividade humana e seus disfarces: René Girard (1923-2015), francês, professor de letras e antropólogo, que viveu nos Estados Unidos.

Constata Girard que todos os grupos, e mesmo as sociedades conhecidas, vêm atravessados por tensões e conflitos. O processo civilizatório, a educação, as leis e as religiões propõem um ponto de equilíbrio que permita uma convivência minimamente pacífica ou que impeça que os conflitos não sejam destrutivos.

SEM EQUILÍBRIO – Mas pode chegar um momento em que os conflitos perdem as rédeas e as forças do negativo vão se acumulando, rompendo o referido equilíbrio. Começam os processos de ruptura nas relações sociais e até nas famílias e entre amigos. O instrumento mais usado é a mídia.

Lentamente, emerge o sentimento de que, assim como se encontra, a sociedade não pode continuar. Ela tem que encontrar um novo equilíbrio. Uma das formas, a mais equivocada e persistente, é a criação de um bode expiatório, que varia consoante as circunstâncias históricas: podem ser os comunistas, os sem-terra, os pobres que ascenderam socialmente, os terroristas, os muçulmanos, as esquerdas e outros.

Em nosso caso, o bode expiatório escolhido foi e continua sendo o PT e a ex-presidente Dilma Rousseff. Toda a raiva e o ódio acumulados são lançados sobre o bode expiatório. Ele carrega todas as maldades e é feito responsável por todos os desmandos ocorridos e pela crise econômico-financeira. Esquecidos ficam, consciente ou inconscientemente, todos os acertos, em especial a maior transformação social pacífica feita em nosso país, que implicou a diminuição de nossa maior vergonha, a desigualdade social e, positivamente, a integração de cerca de 40 milhões de pessoas, sempre consideradas peso morto da história.

Mas há outra função, a de ocultar. Ao colocarem toda culpa e todos os males sobre o PT e a ex-presidente, os grupos dominantes ocultam sua própria perversidade e culpa. Apresentam-se, farisaicamente, como paladinos da moralidade e tomados de indignação contra a corrupção. No entanto, exatamente dentro desses grupos dominantes se encontram os maiores corruptos, corruptores e sonegadores de impostos.

BODE EXPIATÓRIO – A Bíblia conhece também a figura do bode expiatório, sobre o qual a comunidade colocava todas as ofensas a Javé e o levava para o deserto para lá morrer. O mesmo faziam os gregos, chamando o bode expiatório de “phármacon”, que, como um remédio farmacêutico, purificava a sociedade de seus desacertos. O cristianismo o vê na figura do cordeiro imolado. O efeito é sempre o mesmo: aplacar a sociedade para que, refeita, possa equilibrar seus conflitos, até que estes se agravem novamente e acabem por criar algum outro bode expiatório.

Assim funciona canhestramente nossa história sacrificialista. Girard vê uma saída sensata: na coordenação dos interesses ao redor do bem comum, na total transparência e na inclusão de todos, sem sacrificar ninguém. Mas reconhece que esse não é o caminho seguido pela maioria das sociedades conhecidas. O mais fácil é criar bodes expiatórios, como se pratica atualmente no Brasil. Para a infelicidade geral.

20 thoughts on “A persistência do bullying sobre o Partido dos Trabalhadores e Dilma

  1. Boff parece caminhar par e passo com decadência do PT, utilizando o mesmo tipo de discurso, onde toda a culpa é dos outros.
    Em primeiro lugar, ninguém, em sã consciência, pode creditar ao PT a invenção da corrupção, mas quando o PT admite que cometeu erros, deixa a impressão de terem sido apenas pequenos desvios políticos e administrativos. Em nenhum momento o PT assume a responsabilidade pelo nível de corrupção que se instalou. Em outras palavras, continua mentindo.
    Outro ponto importante que Boff esquece, talvez de forma proposital, é que foi o próprio PT que alimentou, junto com uma parte da Igreja, o “nós contra eles”. Quem não era a favor do PT era logo tratado como inimigo a ser eliminado. A pluralidade de idéias, algo saudável em qualquer regime democrático, nunca foi aceita pelo PT. Esse foi o verdadeiro início do bullying, mas partindo do PT, e contando com a benevolência da mídia (comprada com dinheiro de corrupção).
    Sem defender o governo FHC, foi o PT, com o apoio de Boff, que transformou o governo FHC em bode expiatório para a sua incompetência. Foi o PT que foi contra o Plano Real e contra a Lei de Responsabilidade Fiscal, que criaram os alicerces para o desenvolvimento econômico sustentável (inclusive para transferência de renda), e que o PT jogou pelo ralo.
    É triste ver que nada mudou, e que honestidade é palavra desconhecida nas hostes petistas.

  2. É verdade Boff, você descreve perfeitamente o PT quando assumiu o poder em 2003 com aquela conversa de “herança maldita”, você se lembra? E você não mudou nada, continua o mesmo.

  3. Simplificadamente, podemos interpretar assim:
    Aparentemente, Forças Políticas poderosas representantes do grande Capital Nacional e Internacional, em certo tempo, tiveram ” bons serviços” prestados pelo PT e seu Líder Máximo.
    É que, andava pela Área um certo Governador oriundo do Rio Grande, que havia sido Revolucionário até a meia idade, e que depois da Abertura Lenta Gradual e Segura, voltava, se dizendo Reformista Social-Democrata, o que não convencia muito as Autoridades da Época.
    Pelo sim, pelo não, convencionaram: melhor deixá-lo de fora da Presidência da República.
    Com o tempo, passado o perigo, o PT e seu Líder Máximo, não entendendo que agora a situação mudou do dia para a noite, continuou atuando como se nada tivesse acontecido.
    Estão tendo ” uma leve surpresa”. É verdade que na subida para o Poder, o PT exageradamente se fantasiou de Vestal, e agora paga o Preço, mas isso não é o principal.
    Os que tem o Poder de fazer, também tem o Poder de desfazer.

    • Caro Sr. Flávio José Bortolotto … sds.

      Noutro dia narrei sobre o GDP – Grupo de Dinamização Partidária, PMDB-RJ … uma das atividades foi procurar dar apoio ao retorno de Brizola na Redemocratização; visto que João de Deus Barbosa de Jesus, em cujo escritório nos reuníamos, era getulista, janguista, brizolista convicto … e com a distensão, proposta por Geisel, foram dados vários telefonemas a Brizola, que estava asilado em Nova Iorque, conforme http://www1.folha.uol.com.br/fsp/ilustrissima/il2208201003.htm

      O que nos impressionava era que pretendíamos ajudar; no entanto, Brizola nos dava a impressão de que buscávamos um líder.

      Depois de Nova Iorque, foi para Lisboa … retornando por Foz do Iguaçu – e não pelo RJ, como sugeria o João de Deus … http://www.acervomemorial.al.rs.gov.br/index.php/leonel-de-moura-brizola-governador-do-estado-do-rs-1959-1964

      Abraços!

      • Prezado Sr. LIONÇO RAMOS FERREIRA,
        Muito Obrigado por acrescentar dados sobre a saída brusca do Gov. BRIZOLA do Uruguai, seu asilo aparentemente estranho nos EUA, depois a natural vivência em Portugal, Governado na época pelo Partido Socialista do Presidente MÁRIO SOARES, e seu retorno ao Brasil.
        É quase certo que nessa Operação para salvar a vida do Gov. BRIZOLA, então no Uruguai, o Gen. FIGUEIREDO então Chefe do SNI, que depois foi Presidente da República, teve grande influência.
        É que o pai do Presidente FIGUEIREDO, Gen. EUCLYDES FIGUEIREDO, opositor do Presidente VARGAS ( Partido Republicano Riograndense), e Chefe Militar da Revolução Constitucionalista Paulista de 1932, na Política Riograndense, se alinhava com o Partido Libertador de ASSIS BRASIL, nos Quadros do qual militava o pai do Gov.BRIZOLA, Sr. JOSÉ BRIZOLA que morreu lutando no final da Revolução Libertadora ( Maragatos) de 1923.
        O fato é que o Gov. BRIZOLA sempre foi amigo do Presidente FIGUEIREDO, e o respeitava muito.

  4. O Boff, cada vez mais imbecil ainda pensa que o brasileiro é burro. O rei está nú e só o Boff não viu pois além da demência acelerada ainda está ficando cego.

  5. Boff confunde a realidade com o suposto “bullying”. Acha que as descobertas quase diárias de esquemas de corrupção capitaneados por petistas são exageros ou invenções!

    O que dizer para um equivocado como ele? Nada! Pois seria como tentar enxugar gelo…

  6. Tambem não li e sei que minha mente inteligente ficou salva dos excrementos verbais traduzidos em letras que esse imbecilizado idiota escreveu.
    Sugestão a Boff:
    Vá t…….
    Bestão!
    Idiota imbecil Boff!!

  7. Pelamordedeus! Esse sujeito espera enganar quem? Só acredita nesse tipo de esperneio post mortem do petralhismo quem não tem capacidade de discernimento ,nem nunca terá, quem não tem medida, nem nunca terá, quem não tem remédio, nem nunca terá, quem não tem vergonha, nem nunca terá, quem não tem governo, nem nunca terá, enfim, quem não tem juízo.

    A memória porcamente seletiva de Genézio o impede de dizer que por 13 longos anos quem sofreu bullying por parte dos petralhas fomos nós, a parte da sociedade que tem dignidade, moral rígida e que sempre trabalhou durante esses mesmos 13 anos para ser roubada e achincalhada por uma récua de desclassificados que nos atribuía a culpa por todos os males do mundo, quando os verdadeiros e evidentes culpados eram os próprios.

    Era elite pra lá, burguês pra cá e tudo o mais que o manual de inversão de valores e conceitos dessa gentalha comportava. Se eu recebesse um centavo por xingamento que recebi dessa corja durante esses anos dava pra comprar a Microsoft.

    Quer dizer que agora, para o seu Genézio Darci Boff, é bullying contra o PT? Que se forniquem! Dou a maior força!

  8. Simplesmente ridículo esse artigo. O PT no poder renegou todo seu discurso anti-corrupção, se aliou a figura que sempre condenou, até mesmo a Collor, para se perpetuar no poder à custa da roubalheira.

  9. Já escrevi várias vezes que o ex-frei Leonardo Boff é um homem sem caráter, maldoso, dissimulado, um petista real!

    Afirmar que o PT é o bode expiatório, Boff sobrepuja a si mesmo nas mentiras, em querer apontar o partido de criminosos como perseguido político injustamente quando, na verdade, o bode expiatório do PT é o POVO BRASILEIRO!

    Mais de doze milhões de desempregados – número muito maior, se considerarmos outras variáveis -, uma quantidade inacreditável de pessoas que não pode pagar seus compromissos, estimada em sessenta milhões de cidadãos brasileiros, recessão econômica, roubos praticados pelo PT em quaisquer cenários da vida pública do país, inflação, educação inexistente, saúde em estado crítico, segurança caótica, a ponto de não se saber se voltamos do trabalho para casa ou se saímos de casa e não chegamos ao emprego, e é o PT que recebe pancada!?

    Os petistas estão ricos pelos roubos praticados, livres, sem condenações, com exceção dos idiotas tesoureiros, pois os parlamentares, além de Lula e Dilma, continuam ocasionando prejuízos ao povo e nação, e o PT é o “bode expiatório”?!

    O grupelho de criminosos condenou à miséria esta cifra que o ex-frei menciona em seu artigo, 40 milhões de pessoas, pois a esmola do Bolsa Família não retirou quem quer que seja da condição de miserabilidade que se encontra, ao contrário, com este auxílio agora mesmo é que morrerá nesta situação, e é o PT o “bode expiatório”?!

    Mensalão, petrolão, fundos de pensão, erário, BNDES, empréstimos consignados, aparelhamento do Estado, cargos em comissão aos milhares, inscrições irregulares aos milhões no Bolsa Família, crimes praticados pelo PT, e é este bando de bandidos o “bode expiatório”?!

    Tenho por norma raramente citar alguém para dar sustentação às minhas afirmações, aos meus comentários, e que eventualmente Newton os transforma em artigos para minha honra e orgulho, pois entendo que está em jogo o que penso, a minha opinião, e não a de fulano ou beltrano.

    Boff resgata conceitos do passado e de gente que sequer imaginou um dia a existência de um conjunto de pessoas que seria de criminosas, travestidas em partido político, como o PT, de modo a sustentar o seu artigo, porém omitindo irresponsavelmente os atos ilícitos praticados e que esta revolta por parte da sociedade brasileira contra o PT tem a sua razão de ser, os seus motivos, que vão desde a rejeição pelos roubos constatados diariamente até o repúdio de nomes petistas às eleições municipais deste ano!

    O PT não é o bode expiatório, mas o belzebu ladrão, a hiena, o predador, a serpente sempre pronta para dar o bote, o monstro, o terrorismo político, o mal personificado, a divisão entre o mesmo povo, o litígio, o engano, a mentira, a ilusão, o criminoso de plantão para dar o golpe em qualquer momento, o estelionatário eleitoral, o mau caráter, o indivíduo imoral, pedófilo, estuprador, aquele que mata para roubar, o pai que abandona seus filhos, a mãe que rejeita a sua cria, o padre pecador, o motorista que dirige bêbado, o erro médico, o mau advogado, o professor que não ensina, o aluno que não vai às aulas, o jogo fraudado, o resultado comprado, o pneu careca, o carro sem freios, o mal educado, o governante ímprobo, a síntese da corrupção e desonestidade, imoralidade e falta de ética, o sinônimo de nocivo e nefasto, a podridão, o fedor, o excremento!

    Eu apenas escrevi a verdade sobre os criminosos petistas!

  10. “Leonardo Boff

    O Tempo

    É notório o bullying político e social sofrido persistentemente pelo PT e por Dilma Rousseff. Uma coisa é reconhecer que houve corrupção e erros políticos do PT, e outra coisa é tributar quase exclusivamente tais fatos e a crise atual ao PT e à ex-presidente.”

    Aonde o sr. Boff viveu durante os ultimos treze anos?
    Não é preciso grandes elucubrações filosóficas ou psicanalíticas pra concluir que o articulista não tem auto-crítica.
    Nem Jesus ou o cosmos ou que for o salva.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *