A quadrilha vai continuar no poder, promete Gilberto Carvalho

 Governo Sociedade Civil (Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Carvalho ressalva que não é ladrão

Luciana Lima
iG Brasília

Com um discurso emocionado, o ministro da Secretaria Geral da Presidência da República, Gilberto Carvalho (PT-SP), deixou o governo nesta sexta-feira (2). Ele se desculpou por suas declarações à imprensa que irritaram a presidente Dilma Rousseff e respondeu aos que acusam os integrantes do governo de fazer parte de uma “quadrilha”.

“A quem diz que perdeu as eleições para uma quadrilha, quero responder que é essa a nossa quadrilha. Para eles, pobre é quadrilha, essa é a quadrilha dos pobres, que foram injustamente vencidos na história, que foram o tempo todo marginalizados e que agora estão sendo tratados minimamente com dignidade. Com muito orgulho quero dizer que pertenço a essa quadrilha e vamos continuar mudando no País”, disse Carvalho durante a cerimônia de transmissão de cargo.

O ex-ministro foi substituído por Miguel Rossetto. A pasta tem a função de fazer a interface do Planalto com movimentos sociais. Rossetto disse que seguirá a orientação dada pela presidente Dilma de não retroagir em direitos já conquistados. “Há que se dar continuidade a um projeto iniciado com um conceito expresso. Nenhum direito a menos, nenhum passo atrás”, disse o ministro Rossetto.

NÃO É LADRÃO

Antes, Carvalho, em um discurso emocionado, disse que não é ladrão. “É por conta dessa gente que ganhamos as eleições, é por conta desse tipo de mudança que ganhamos as eleições. E ai de quem se apega ao poder. A política é feita para servir. A imensa maioria dos nossos companheiros, ministros e assessores trabalha aqui por amor, trabalha aqui para servir. Nós não somos ladrões. Eu volto para casa depois de 12 anos com minha quitinete rural e com meu apartamento que estou devendo para o Banco do Brasil durante 19 anos. Desafio certas vestais a comparar a evolução patrimonial de todos eles com os nossos ministros, nossos parlamentares, nossa gente. Não vamos levar desaforo para casa. Temos dignidade”, disse o ministro, arrancando aplausos da plateia.

O petista continuou o desabafo. “É verdade que há entre nós aqueles que tombaram e aqueles que caíram nos erros. Diferentemente de antes, cada um de nossos companheiros que cometeu um erro foi punido, pagou um preço doloroso para nós, mas pagou o preço e isso eu espero que sirva de fato para um novo padrão republicano.”

“SINCERICÍDIO”

Carvalho disse que suas declarações feitas a imprensa ocorreram em momentos de “sincericídio”. “Eu pedi desculpas a ela porque eu dei muita dor de cabeça a ela, principalmente, devido as minhas declarações à imprensa”, afirmou.

“Nesta casa ninguém falava com os jornalistas e eu caía na deles e de repente isso virava uma bomba. Mas em nenhum momento eu me arrependi”, disse Carvalho, que protagonizou episódios de saia justa no governo. Na Copa do Mundo, por exemplo, Carvalho rechaçou a ideia de que as vaias e xingamentos nos estádios contra a presidente, partiram da “elite branca”, como defendiam petistas, entre eles o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

18 thoughts on “A quadrilha vai continuar no poder, promete Gilberto Carvalho

  1. Esse “ser” só deve estar mesmo de sacanagem ao falar esse monte de baboseiras. Chega a ser engraçado de tão ridículo quando a petralhada faz discurso. São os paladinos da ética, da moralidade, da retidão. Celso Daniel que o diga…

  2. Não acredito em nada o que este petralha juramentado fala, se e se, ele não é ladrão, como diz, não inviabiliza sua condição de petralha, vamos lá, se não roubou para ele (acho que sim) , roubou para o seu partido, que dá no mesmo, além é claro, que ele tem características e atributos que apenas os grandes petralhas possuem, incompetência, arrogância, mentiroso e mau caráter. Enfim coroinha de missa negra, baixa a cabeça, que até as pedras sabem da quadrilha a que você faz parte. Aécio, tem toda razão, asqueroso petralha

  3. Cada vez que leio algo novo no mundo da corrupção, me lembro dos votos que elegeram tantos cafajestes, boçais, incultos e salafrários. Os poderes executivo e o legislativo estão precisando e merecendo uma vassourada das boas.
    Mas ai olho para o povo e fico desiludido. Quando será que um grupo de brasileiros assumirá compromissos com seus descendentes?
    Este sujeito deveria ser chamado às barras de tribunais para provar o que diz!
    Quanto aos bens que diz ter, tomara que seja verdade. Assim, poderemos eliminar da lista de milhares de nomes, pelo menos um!

  4. Realmente esse Gilberto Carvalho reconhece, com todas as letras e de modo público e notório, que o governo que ai esta é quadrilha!
    Tal fato põe todos os seus subordinados, nomeados, participantes, dirigentes e aliados na condição de cúmplice!

  5. Gilbertinho coerente, confirmou que era uma quadrilha, mas ele não era ladrão. Tá bem, já é um começo… alguém deve ter anotado.
    Já se sabia que era o Porteiro e o Segurança da caverna do Ali Barba, e se não nos falha a memória, alguns quadrilheiros presos e sentenciados.
    Se, atualmente, são apenados “dolce vida” é outra questão, mas não é um mistério. O Barba têm muitos braços…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *