A saída de Erenice Guerra deixa a campanha de Dilma em paz. Ou a força da OAB, que pode muito.

O governo utiliza a “menas” verdade até para tratar de fatos que todos conhecem. Anunciaram: “Erenice Guerra concordou em PEDIR DEMISSÃO da Casa Civil”. Não pediu demissão alguma, o governo (o que restou) e a própria Dilma, queriam preservar a amiga, muito mais amiga do que correligionária.

Colocando as coisas de forma correta e irrefutável: Dona Erenice NÃO QUERIA SAIR, argumentou até com toda razão: “Se eu pedir demissão, ipso facto, (ela gosta dessas formas de expressão) estarei confessando a culpa”.

Em qualquer parte do mundo, teria sido DEMITIDA, assim que surgiu o lobismo, confirmado pelo próprio filho. Isso tem acontecido em diversas partes do mundo, quase todos, POTÊNCIAS OCIDENTAIS.

Quem garantiu a permanência de Dona Erenice até ontem à tarde, foi o próprio Lula. Ele achava que a continuação de Erenice na Casa Civil não afetava a campanha. (Não falou explicitamente, mas deixou de forma implícita, “Dilma já ganhou”). Além do mais, por que demitir uma pessoa que não o ameaça em coisa alguma?

Mas quando a OAB entrou em campo, (vá lá, concessão ao presidente, que gosta tanto de futebol que vai financiar o estádio do Corintians) o Planalto-Alvorada ficou em pânico.

E na reunião “para decidir como contar a DEMISSÃO à própria Erenice”, a OAB foi citada 6 vezes, sendo quatro pelo próprio Lula.

***

PS – Dona Dilma chegou atrasada para a reunião, não tomou posição. Não foi CONTRA ou a FAVOR da demissão, não falou, mas ficou claro, “se o presidente já disse que estou eleita, depois eu e Erenice resolveremos”.

PS2 – O presidente não erra nunca, embora esteja preocupado e absorvido com a CONSTATAÇÃO de José Dirceu: “Com a Dilma, o PT vai mandar muito”.

PS3 – Tradução de Lula, para a fala de Dirceu: “O PT fará oposição a Dilma? Puxa, mais trabalho para mim”.

.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *