A saída do jurista Jorge Béja da Tribuna da Internet

charge-computador-infectado-politicos

Carlos Newton

Não pode passar sem uma explicação nossa a saída do jurista Jorge Béja, que decidiu se afastar da Tribuna da Internet. São vários os motivos. De início, é preciso esclarecer que se trata de um intelectual de fina educação, que não aceita a maneira inconveniente e deselegante de determinados comentaristas, que ofendem os outros e apelam até mesmo a palavrões.

Além disso, Dr. Béja costuma relembrar aqui grandes causas humanitárias defendidas por ele, sem remuneração, em favor de pessoas absolutamente desprotegidas ou simplesmente em defesa do interesse público. Mas sempre que o jurista escreve sobre alguns desses fatos memoráveis, logo aparece algum comentarista desqualificado, e ridiculamente insinua que se trata de autopromoção, sem saber que o Dr. Béja, para a atual geração de juristas, representa o mesmo idealismo e a mesma dedicação ao próximo que o Dr. Sobral Pinto representou na geração anterior.

Essas contrariedades foram se somando a problemas outros, como as chatices que costumam ocorrer na informática, sem que nós, os leigos, possamos entender e resolver.

Semana passada, por exemplo, deixou de aparecer no computador dele a diagramação da página da Tribuna da Internet. Toda vez que Dr. Béja acessava, surgia na tela uma página confusa, sem o visual conhecido.

Trocamos e-mails a respeito, o problema persistiu apenas no computador dele, até que sugeri que acessasse o blog através de www.carlosnewton.com.br e tudo voltou ao normal.

Depois, deixou de aparecer o link “responder” nos comentários, e Dr. Béja voltou a se comunicar comigo. Como não tenho conhecimento de informática a ponto de saber o que está acontecendo,  sugeri que ele chamasse um técnico de minha confiança, para que fizesse uma limpeza (desfragmentação) do computador e repassasse um antivírus, para ver se o problema cessava. De três em três meses, faço esses procedimentos, senão o computador enlouquece e, pior, também me leva à loucura.

Agora, vejo que Dr. Béja perdeu a paciência. Acontece a mesma coisa comigo. Às vezes, tenho vontade de atirar o computador pela janela. Por isso, se algum de vocês sabe como resolver este problema técnico, peço que nos informe o mais rápido possível, porque não podemos deixar de contar com as abalizadas opiniões e com os artigos de nosso principal comentarista.

P.S. – Quando estava escrevendo este texto, o computador trocou o tipo da letra duas vezes. É mesmo uma chatice…

22 thoughts on “A saída do jurista Jorge Béja da Tribuna da Internet

  1. Carlos Newton,

    se for definitivo, trata-se de perda irreparável.

    Sou formado em Direito há mais de 40 anos e conheço bem o trabalho desenvolvido por Jorge Béja durante muitas décadas.

    Profissional competente, correto, ético e fiel a seus princípios humanitários e democráticos.

    Jorge Béja tem razão quanto a desvios éticos ocorridos por parte de alguns comentaristas, felizmente, minoria.

    Fico muito triste com a notícia e tenho a esperança que não seja definitiva.

  2. Tenho todas as razões para também pular fora!
    Mas isto não é saída para quem deseja colocar suas experiência a disposição e, mesmo sabendo muito, continuar aprendendo.
    Vou ler mais um pouco e volto para concluir meu comentário.
    Com a permissão de todos, é claro.
    Abraço a todos.

  3. É realmente uma pena. Poucos são os blogs que podem contar com profissionais de gabarito para sustentar as teses que defendem e esclarecer-nos, aos leigos ou pouco versados nos assuntos jurídicos, com maestria e propriedade. Oxalá ele reconsidere. Façamos-lhe esse pedido. E, sr. Newton, como já me atrevi a sugerir-lhe, delete os comentários que contenham agressões gratuitas.

  4. Não entendo nada de informática, mas essa de trocar as letras pode ser defeito do teclado. Ou quem sabe o computador está com defeito?
    Se já formatou (formatou?) o computador e não resolveu, só pode ser defeito da máquina.

    • Beja, é difícil dizer de longe o que está acontecendo com seu computador, mas posso sugerir, antes que tente qualquer formatação (que só deve ser feita em último caso) que mude de navegador (se está usando o Internet Explorer, instale o Firefox ou o Chrome, sem fazer nenhuma modificação neles), e experimente acessar a Tribuna com eles para ver se o problema se resolve.
      Troca de letras pode ser duas coisas, se estiver usando Windows, ou defeito físico no teclado (que normalmente não se conserta sozinho) ou desconfiguração do teclado no Windows (por exemplo, pasou do padrão ABNT-2, brasileiro, para o US English, que é o default).
      Sugiro também que você baixe um programa chamado CCleaner (https://www.piriform.com/ccleaner/download) e outro chamado MalwareBytes (https://www.malwarebytes.org/mwb-download/); baixe-os deses sites originais e instale-os sem nenhuma modificação, e passe os dois no seu computador, nesta ordem. Pode ser que algum malware se tenha instalado no seu computador. Se o MalwareBytes apontar qualquer coisa, siga as instruções que ele der.
      Um abraço do
      Wilson

  5. Prezado Carlos Newton

    A Tribuna da Internet tem indubitável linha de direita. Já que acreditam nessa via sem futuro, de dias contados, pelo menos, passem a fazer melhor seleção dos artigos publicados, priorizando os de bom nível intelectual. Bons jornalistas a Tribuna da Internet tem. É só evitar a publicação de escritas raivosas, sensacionalistas e destituídas de bom embasamento. Creio que assim procedendo, ajudaria a espantar alguns poucos comentaristas que não poderiam estar por aqui.
    Saudações
    Welinton

    • Parabéns Welinton, fostes assertivo em teu comentário. Não é nenhum pecado “ser de direita”, enquanto visão de mundo; mesmo eu não sendo, respeito as opiniões “conservadoras”. O que se tem a lamentar é justamente isso que comentastes: o CN em seu afã anti-Dilma e antipetista (aliás todo “anti” é desprovido de discernimento) “posta” aqui no blog cada texto que é lixo opinativo. Será que nosso ilustre “blogueiros” está a serviço dos reacionários que nunca mostram a face e se movem na penumbra da política brasileira! Em sua maioria são textos raivosos, destituídos de conteúdos informativos e/ou críticas consistentes que fomentem o contraditório… Por isso entendo que o blog foi transformado num “divã para direitistas impotentes”. O que é de se lamentar.

  6. Uma pena… aprendo muito com os textos do Dr. Jorge Béja. Infelizmente este problemas de palavrões e agressividades não é só aqui, existem em blogs de direita, de esquerda, de centro, em jornais comuns vejo isso. Prezado Naveira, a meu ver este blog é democrata, educadamente cada um escreve sem ser censurado. Sempre elogiei PCB, Brizola, Prestes, Marx, Lênin, Jango etc e nunca fui impedido.

  7. Uma enorme perda…Logo agora, Doutor? Tenho dissabores diariamente e…continuo com a mesma convicção. Ah!, eu sei: “cada caso é um caso”… Reconsidere, por favor! Neste mundo de “meu Deus”, temos uma missão. Ela é real, acredite. Não a interrompa! Agradecemos!

  8. Caríssimo Dr.Béja,
    Com a sua devida vênia, transcrevo o comentário que lhe dirigi quando o senhor nos informava que decidira sair do blog Tribuna da Internet.
    O Newton aproveitou e fez um artigo a respeito, cujo objetivo certamente é coletar solicitações para que o senhor renuncie a esta intenção que tanto nos entristece.

    “Meu caro Dr.Béja,
    O seu comentário me honra, ao mesmo tempo que me deixa muito triste!
    A sua saída do blog Tribuna da Internet é catastrófica, diante do que o senhor representa de importância como excelsa pessoa e jurista renomado.
    Acredito que todos nós passamos por este episódio de haver a tréplica interrompida porque o quesito em vermelho, “Responder”, não abre mais a janela correspondente depois de três ou quatro vezes.
    A solução que tenho encontrado é comentar sobre o assunto me dirigindo à mesma pessoa em “Publicar comentário”.
    Penso que haveria como solucionar esta questão com um perito no assunto, de modo que ele verificasse se tem como ampliar este particular, de troca de comentários em “Responder”.
    Agora, o senhor é muito compreensivo, inteligente, e conhece como poucos o comportamento do ser humano.
    Portanto, do alto da sua sabedoria e experiência, conhecimentos e crença em Deus, eu lhe peço encarecidamente que não leve adiante esta sua decisão.
    Pense, Dr.Béja, sobre a quantidade de comentaristas e frequentadores deste espeço democrático que o senhor irá privar de seus artigos, invariavelmente instrutivos, esclarecedores, que dão ao blog uma dimensão que os demais não têm, onde um eminente advogado, um especialista, é o responsável por abordar questões pertinentes à sua profissão.
    Somos diferentes neste aspecto;
    Somos melhores neste particular;
    Somos abnegados pela verdade.
    E o senhor tem muito a ver com essa maneira como atualmente abordamos os temas postados, desde a preocupação com a educação e respeito, até a veracidade dos argumentos e alegações registradas.
    Não podemos prever a reação de alguns; não podemos saber como alguns interpretarão certos fatos; não podemos antecipar que todos, indistintamente, saberão estar à altura da proposta de Newton, uma página na Web à disposição e para que nos orgulhemos da qualidade que à ela empregamos, e da maneira elegante, educada e respeitosa como o senhor escreve e se dirige aos comentaristas.
    Solidarizo-me com o senhor, que ficou sem poder concluir a resposta com o outro comentarista, resultado de um detalhe técnico, mas eu lhe pediria encarecidamente que este episódio não fosse elevado a patamares que nos impedirão de conviver com o senhor e seus artigos imprescindíveis!
    Clamo pela sua compreensão;
    Peço-lhe que considere seus admiradores;
    Rogo que o senhor e sua fé inquebrantável na bondade e justiça, revogue esta decisão, e continue a nos brindar com a sua sabedoria e exemplo de uma vida ímpar, que tanto hoje precisamos de homens que possam servir de modelo de conduta pessoal e profissional, diante de sequências intermináveis de falta de caráter, honra, decência, honestidade, moral e ética!
    Não o quero fora de nosso convívio, Dr.Béja. Não o quero ver magoado por uma questão circunstancial, fortuita.
    O senhor é muito superior a esses empecilhos ocasionais, esses pequenos acidentes de percurso.
    Seus amigos sabem da sua lealdade para com eles, sua fidelidade às amizades, sua relação com as pessoas.
    Pois em nome dessas qualidades que o senhor possui, que eu lhe imploro por reconsiderar esta decisão.
    Muito obrigado por desabafar comigo neste texto, onde também botei para fora a minha indignação com o modo petista de governar.
    Grato pelo comentário, mas lhe solicito humildemente que este não seja o seu último.
    Deixe que saia o Francisco Bendl, os raros mal educados, aqueles cujas palavras não se aproveitam.
    Mas, o senhor, é simplesmente necessario.
    Lembro-lhe uma frase de Saint-Exupéry, no célebre, o Pequeno Príncipe:
    “Somos eternamente responsáveis por aqueles que cativamos”.
    Não nos abandone, Dr. Béja, porque o senhor nos cativou!
    Um forte abraço, se o senhor me permitir.”

    Dr, Béja, reconsidere, por favor!
    Um respeitoso abraço.

  9. Dr. Jorge Béja.
    Tive que meditar muito e criar coragem para lhe enviar este texto:
    Antes de sair do barco, dê uma olhada para trás e observe as expressões desanimadas,tristes,desesperançadas, ao ver um ilustre líder nos deixar a deriva. Observe e reflita Dr. Béja, veja como a sensação de impotência toma conta de nossos rostos, o desespero de não poder contar mais com seus magníficos textos,tão elucidativos no tratar da Justiça,da honestidade,do equilíbrio. Será para nós,seus leitores, como um brilhante professor,abandonasse a classe ávidos de saber. É certo que o nosso barco não esta afundando, mas adernará com sua ausência. Além do mais,não podemos nos dar o luxo,de perder um canal com Sua Santidade,o Papa a quem rogarei em minhas orações,que interceda por nós, junto ao senhor.
    Dê,Dr. Béja,a chance a nossa querida Tribuna de poder continuar contando com suas observações, não nos castigue por erros de outros despreparados que sequer sabem, da importância de te-lo junto a nós.
    Abraço fraternal.

  10. Dr. Beja, peço-lhe que reveja sua decisão. A maioria dos que frequentam o Blog, muito lhe admiram e gostariam que o senhor continuasse abrilhantando com seus artigos o Blog que o Newton com tanta dedicação e esforço vem conduzindo. Pense e reflita. Obrigado.

  11. Dr. Jorge Béja com artigos de suma importância, que com seu alto saber
    jurídico, enriquece os leigos como eu a entender melhor determinados
    assuntos a luz do direito. É lamentável se realmente ele deixar este blog.

  12. Ilustre Jurista Humanista Jorge Béja:

    O Blog, seus admiradores entusiasmados, o seu conhecimento a serviço daqueles que precisam crescer culturalmente e juridicamente, não se conformam com saída.

    Realmente, causa tristeza a leitura de comentários chulos e mal educados, tais como : senil, idoso, bêbado, etc…., mas, são quintas colunas, que buscam somente a desestabilização do viés democrático do Blog dirigido pelo Editor.

    Tinha prometido ao jornalista Carlos Newton, que iria desconsiderar as agressões, contudo, não me contive ao ler ataques gratuitos a um emérito jornalista, ontem.

    Quando um guerreiro como Jorge Béja, o campeão dos Direitos Civis em favor dos mais humildes, deixa de expor sua fantástica experiência de vida e luta nas hostes da Justiça, como um dos nossos melhores advogados de todos os tempos, sinto uma estrela se apagar no horizonte. O céu fica mais escuro e nosso coração mais amargurado.

    Entretanto, sonharei todos os dias, para que Béja possa voltar a escrever para nós leitores, ávidos de sua sabedoria. O mal não pode vencer o bem. O bem tem nome: Jorge Béja.

    A vida está muito difícil, no Brasil e no mundo, logo, é a hora de todas as habilidades positivas serem expostas para impedir que a escuridão volte a povoar as ruas e cidades desse país, que foi destinado a ser grande como ele o é.

    Um grande abraço a você, Jorge Béja.

  13. Prezado Dr. Béja. Seria muito simples o Sr. continuar nos honrando com sua eloquência na TRIBUNA DA INTERNET. – A Terra é povoada, segundo o Buda Nichiren Daishonin no seu estágio atual de evolução por IRADOS, PERVERSOS, AVARENTOS e ESTÚPIDOS. Vi um filme americano inédito no Brasil na MAX PRIME(sem dublagem nem legenda), onde o alto comando da Presidência afirmava que só existe duas categorias de países a se analisar: – Quem está com o USA ou contra. E os justos e neutros, perguntaram ?. Esses aniquilamos, também.

  14. Prezado Dr Béja, permita-me uma simples sugestão: não precisa se desligar do blog, seja um colaborador eventual deste espaço. Participe quando bem entender, mas não nos prive de sua verve e experiência. Eventual pode ser todo dia, até.. . rs O que digo é que sua participação agiganta este espaço e quero crer que irá refletir e rever essa decisão. Saudações

  15. NÃO CONCORDO COM QUASE NADA DO QUE ESCREVEM, MAS DEFENDEREI SEMPRE O DIREITO DE VOS EXPRESSARDES. QUEREM UM CONSELHO? Troquem o sistema operacional de todos os vossos computadores por uma boa versão Linux. Uma dica: mandriva, suse, mint são as melhores, mais robustas estáveis e seguras. Aí poderao opinar a vontade. Claro que continuarei a discordar de vós. Mas a democracia é assim mesmo. Melhor que um regime de excessao como muitos desejam. Ok?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *