A TV Globo se acovardou, mas a Folha correu atrás das denúncias da Tribuna da Internet sobre o porteiro

Resultado de imagem para logotipo da tv globo charge"

Charge do Moa (Arquivo Google)

Carlos Newton

A Organização Globo vive sua pior fase pós-Roberto Marinho, que fez o possível e o impossível para se tornar sucessor de Assis Chateaubriand como detentor do chamado Quarto Poder. Marinho não mediu esforços, até crimes cometeu, mas quando foram descobertos já estavam prescritos, vejam que  não é de hoje a blindagem do decorrer do tempo para beneficiar criminosos de elite, isso vem de muito longe.

Com problemas financeiros e empenhada no maior programa de contenção de despesas já traçado desde a fundação da TV Globo do Rio, em 1965, a organização está colhendo os frutos da linha de jornalismo independente adotada há alguns anos, quando os irmãos Marinho admitiram que o apoio do pai à ditadura militar tinha sido um erro.

EM QUEDA – Ao abandonar a velha política de apoiar qualquer governo, não importa qual seja, a Globo começou a perder os privilégios oficiais, digamos assim, e a queda do faturamento veio se agravar devido à crise econômica que atinge o país desde o governo Dilma Rousseff.

Com a vitória de Jair Bolsonaro, havia a expectativa de um governo de inspiração militar que colocasse o país em ordem, mas foi só uma ilusão à toa. Quase um ano após a posse, o Brasil vive uma esculhambação institucional jamais vista e ninguém sabe qual dos três Poderes é o mais nefasto.

Nesse clima sinistro, vai se desenrolando o rompimento da Globo com o governo, que veio a culminar com o caso do porteiro do condomínio “Vivendas da Barra”. Na cobertura, o Jornal Nacional conseguiu informações sigilosas e as colocou no ar, numa reportagem bombástica, mas desde o início esclarecendo que havia um erro na declaração do porteiro, que julgara estar falando com Jair Bolsonaro e dera depoimentos nesse sentido.

CONTRA-ATAQUE -O presidente respondeu com todas as suas armas, ameaçou cortar a publicidade e exercer rigor total na renovação da concessão da emissora, um processo que Bolsonaro não sabe, mas é cheio de furos, a partir da indefensável ilegalidade da concessão da TV Paulista, hoje TV Globo de São Paulo, responsável por mais de 50% do faturamento da rede.

E o inesperado aconteceu, diria o compositor Johnny Alf. Ao invés de demonstrar altivez e independência, a Globo pediu logo arrego e  na quarta-feira, dia 30, mudou o foco da matéria, sem nem mesmo contestar a desfaçatez  das promotoras, que se apressaram a afirmar que o porteiro mentiu, e esses excessos  agora comprometem a atuação delas no caso, deveriam se declarar suspeitas, na forma da lei, e ir procurar sua turma.

Na verdade, a suposta má fé do porteiro não se sustenta nos fatos. Ele preencheu normalmente a ficha do visitante. Seu único erro foi pensar ter falado com Jair Bolsonaro (JB, na ficha), um engano passível de ocorrer, pois as ligações de interfone, mesmo por computador, não são nada perfeitas, às vezes há interferências que dificultam a identificação da voz.

QUESTÃO PRINCIPAL – A Globo não levantou também a principal questão. Que interesse teria esse porteiro para mentir contra um morador poderoso, que na época era deputado federal e tinha duas casas no condomínio?

Com toda certeza, a procuradora Simone Solibio se excedeu ao dizer que o porteiro mentiu, porque os depoimentos dele são confirmados pela ficha que ele mesmo preencheu no momento da visita, cuja imagem a  TV Globo exibiu terça-feira. A única informação estaria (?) errada foi sobre quem atendeu ao interfone. Todas as demais estão corretas, inclusive o fato de não estar registrada a saída do ex-PM Élcio Queiroz (será parente do famoso sargento Queiroz, das rachadinhas?), pois o carro dele ficou no condomínio e ele saiu no veículo Chevrolet Cobalt usado no assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes.

HISTÓRIA MAL CONTADA – Há muitos pontos nebulosos. Na quarta-feira, quando Carlos Bolsonaro colocou nas redes sociais a nova versão digitalizada, que sofreu manipulação, foi indagado como teve acesso a ela tão rapidamente. E ele respondeu: “Porque sou morador”. É muito estranho, não acham?…

Aliás, tem muito mais coisa estranha nisso. Dizem que o sistema de interfone é por computador, que conecta o interfone do porteiro aos telefones fixos das casas do condomínio. Se ninguém atender, o sistema transfere automaticamente a ligação do porteiro para o celular do morador. Ou seja, se não havia ninguém na casa 58, a ligação do porteiro teria batido no celular de Bolsonaro lá em Brasília. Mas a TV Globo não explorou nada disso, preferiu culpar o empregado do condomínio.

Se na matriz USA foi descoberto que excluíram da gravação da Casa Branca trechos da conversa entre Donald Trump e o presidente ucraniano Volodymyr Zelensky, por que não se pode levantar a hipótese de que na gravação da portaria do condomínio “Vivendas da Barra” possa ter sido excluída a conversa do porteiro com o interlocutor da casa 58?

A FOLHA APUROU – A TV Globo recuou na quarta-feira, mas no dia seguinte a Folha correu atrás das denúncias da Tribuna da Internet sobre  possibilidade de fraude na gravação, publicadas às 06h15m. E às 15h14m a Folha publicava o resultado da reportagem baseada na TI, mas sem nos citar, é claro…

E na noite desta mesma quinta-feira a TV Globo ressuscitou e reproduziu a reportagem da Folha em longa matéria no Jornal Nacional, citando o jornal paulista, é claro, como se fosse a origem das denúncias exclusivas da Tribuna da Internet.

###
P.S. 1 – Talvez a Folha e a TV Globo acordem e decidam hoje apurar como funciona o sistema de interfone do condomínio. Se for por computador, como o jornalista Luís Nassif afirmou em seu site, isso significa que o porteiro pode ter ligado para o telefone da casa 58, onde não havia ninguém, e a ligação foi rebatida automaticamente para o celular de Bolsonaro, que lá de Brasília então autorizou a entrada do ex-PM Queiroz, digo Élcio Queiroz, para não confundir com o famoso sargento Fabricio. Seriam parentes?

P.S. 2 – Como diz o jornalista Vicente Limongi, “botar a culpa no mordomo é coisa do passado, agora quem paga o pato é o porteiro”. (C.N.)

26 thoughts on “A TV Globo se acovardou, mas a Folha correu atrás das denúncias da Tribuna da Internet sobre o porteiro

  1. A Folha mostrou que não tem mais nada a acrescentar. Mídia morta. O que a Folha tenta provar é que Bolsonaro viajou de Brasilia até seu condomínio, mandou o assassino entrar e antes de voltar a Brasília, foi até o computador onde a gravação foi feita e adulterou seu conteúdo.

  2. .
    “”” … e ninguém sabe qual dos três Poderes é o mais nefasto. “””

    que nada!!!
    todo o Mundo (nos cinco Continentes)
    S.A.B.E qual o MAIS nefasto !!!,
    embora haja entre todos eles
    uma eqüivalência.

    todo o Mundo SABE !!!

  3. CN, reproduzo fala do grande G. K. Chesterton, no seu personagem o Padre Brown… “A máquina não mente, mas também não pode dizer a verdade”

    Logo, só o porteiro aparecendo, queira Deus bem guarnecido de proteção, para uma acareação com séria força polícia!
    Abraço fraterno!

    • Existe os que mostram a cara e assumem seus atos e os que se escondem na penumbra da desinformação. Se existe um culpado para o AI-5 seu nome é o levante armado de grupos terroristas ligados a Cuba e União Soviética. Jamais escutará algum deles assumir alguma coisa. Quem está certo e tem reais argumentos, jamais, disse, jamais se esconderá desta forma covarde e idiota. A esquerda esquece que a capacidade de pensar é uma atribuição inerente a todo ser humano normal, o brasileiro não é uma subespécie.

  4. CN viajando na maionese. No submundo da política fluminense, todos sabem o que aconteceu lá atrás, e não é uma história surreal, incriminando o Presidente Bolsonaro, que vai desviar o desfecho dessa história macabra. Querem de todas as formas denegrir a imagem do PR, e por conseguinte derrubá-lo. Mas tá difícil como fazê-lo, pois para cada ataque, há uma defesa pronta e eficiente. Fica o registro.

  5. Via piorar a situação do Brasil daqui pra frente.
    O caos já esta instalado.
    O desemprego , a violência ,a fome e a miséria já estão fora de controle.
    A economia segue afundando.
    2020 vai ser terrível , mas em 2021 ,2022 e 2023 vai ser pior ainda.

  6. Só no no arraial do mundo ainda existe alguém para acreditar num vagabundo que vivia de uma fortuna do governo mais criminoso do país para manter seu blog de propaganda deste governo.

      • Neste lugar : Rio.
        Um bom exemplo deste tipo de gente, arrogante e falso moralista, pasme, tem diploma de psiquiatria e até fez uma letrinhas de para as músicas de João Bosco.
        Com o tipo de comportamento descrito acima , ele se desentendeu com Guarabira, por este dizer que não votaria em Dilma.

  7. O tal AI-5 que o tal bobo falou foi uma metáfora, que ele fez, como outras , para justificar a defesa de uma possível ameaça da esquerda, que todos sabemos, jamais vai desistir desse expediente violento na sua sanha pelo poder.

    Parte dessa esquerda que domina toda a nossa imprensa e que também tem interesse no poder, mas que sente que este lhe está fugindo das mãos , distorce todo discurso do lado que não compartilha de suas taras ideológicas.

  8. A isso que lemos acrescente-se o enorme CAGAÇO que incorporou no Boçalnaro pra sair dando tiro de espoleta numa madrugada em que precisaria estar dormindo antes da longa jornada de trabalho que teria à frente…
    O que levou o bagual a rodar a baiana?
    Medo de terem o áudio ?

    Caso venha a aparecer um audio com a voz dele autorizando a entrada do miliciano no condomínio, isso o incriminaria?

  9. Alguém sabe a receita para alguém que ganha mixaria morar em bairro nobre?
    (O curioso é que rodas as autoridades acham normal… provavelmente por serem elas também corruptas!)

  10. Caro CN, longe de apoiar a resposta destemperada do presidente, mas ficou nítida a intenção da Globo na primeira reportagem que foi ao ar de amarrar a imagem do Bolsonaro ao assassinato da Marielle.

    Por mais que tenham tentado esclarecer o tal “erro do porteiro”, sabemos bem quais as consequências de associar ambos em uma reportagem que induz a possíveis conclusões perigosas.

    No fundo, é cada um usando as armas que tem lutando por seus interesses pessoais. Não existe imparcialidade, mas os veículos de imprensa citados aqui estão muito longe da isenção.

    • Não acredito, Willyan, que a família Bolsonaro esteja envolvida. Mas seu relacionamento com as mílicias é mais do que comprovado. Quanto à Globo, montou a matéria em cima de um fato – os depoimentos do porteiro. Vamos aguardar as investigações, se é que serão feitas…

      Abs.

      • Tribuna da Internet,

        “Mas seu relacionamento com as mílicias é mais do que comprovado.”

        Gostaria de saber se vc sabe onde eu estava quando ficou comprovado o tal envolvimento, pois depois de tantos ataques e perseguições antes e depois da eleição, o maior crime do bozo foi a tal funcionaria fantasma, e até ai eu vi, mas esse das milicias eu não vi.

        “se é que serão feitas…”

        Assim que se vende o jornal de amanhã?

  11. TRIBUNA DA INTERNET se revela obstinada a ser incluída no rol de empresas de comunicação entendidas como “mídia porca”. Uma pena sob todos os aspectos. Os tão esperados comentários de rodapé, que eram imparciais, estão se perdendo, igualmente a alguns comentaristas agressivos de que tanto reclama o editor. Nessa matéria, por exemplo, o exercício de imaginação se demonstra covarde e nitidamente eivado de ódio ao presidente, com redação capciosa e canalha, quando busca outra tese para o controle da portaria, ao redigir: “(…) o porteiro pode ter ligado para o telefone da casa 58, onde não havia ninguém, e a ligação foi rebatida automaticamente para o celular de Bolsonaro, que lá de Brasília então autorizou a entrada do ex-PM Queiroz, digo Élcio Queiroz, para não confundir com o famoso sargento Fabricio”. TRISTE e em nada ajuda o país.

  12. Defendo veementemente a lisura da TI.
    Não há em todo o Brasil espaço mais sério do que este.
    São apenas conjecturas do nosso Caro editor.
    Acontece, que os passadores de pano, não querem nem saber. Não admitem investigações!
    Querem encerrar o caso e pronto!
    Não é assim não!
    Quando o Nine era vidraça todo mundo se deleitava, dia após dia de qualquer investigação.

    Agora Jair Bolsonaro é vidraça é os “Carluxos” também!

    Coaduno com o editor CN que Bolsonaro nada tem haver com este triste e nefasto episódio.

    Há coisas nebulosas que precisam ser esclarecidas, isso é fato!
    Quem não gostar, paciência.
    Mas a verdade terá que aparecer.
    Atenciosamente.

  13. Espectro,

    Não só apoio integralmente a tua defesa da TI, como se percebe que Carlos Newton tem sido injustiçado por alguns comentários.

    Se tem um blogueiro, jornalista, indivíduo, uma pessoa honesta, isenta, imparcial, que sempre está em busca da verdade, é o nosso amigo e Mediador Carlos Newton.

    Textos que tentam diminuir a sua importância neste contexto (Newton) que fazemos parte, que opinamos, que concordamos ou não, que debatemos, que até mesmo nos incomodamos às vezes, tornam-se repudiáveis e devem ser criticados porque não são verdadeiros e não contemplam a realidade do nosso dia a dia neste espaço democrático!

    Mais a mais, se tanto se arrota sobre direitos concedidos pela tal liberdade de expressão, e não queremos que as pessoas pensem diferente de nós, ora, defrontamo-nos com a falsa democracia, e betemos de frente com o sectarismo radical e doentio!

    Se, anteriormente, havia na TI os radicais em defesa do PT, que tanto criticávamos – ainda restam alguns -, os defensores de Bolsonaro que se deem conta que agora são vidraças, que devem conviver com o contraditório, com acusações, dúvidas, suposições, até porque a família do presidente tem dado munição para ser bombardeada!

    Ao Newton, a minha solidariedade ampla, geral e irrestrita e, ao meu amigo Espectro, o meu apoio incondicional pelas suas palavras!

    O meu abraço fraterno a ambos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *