Acabou o pacto entre os Poderes e Gilmar, Toffoli e Flávio Bolsonaro serão investigados

Resultado de imagem para tres poderes charges

Charge do Luscar (arquivo Google)

Carlos Newton

O grande Abraham Lincoln dizia que “pode-se enganar a todos por algum tempo; pode-se enganar alguns por todo o tempo; mas não se pode enganar a todos por todo o tempo”. É exatamente o que está acontecendo no Supremo Tribunal Federal com seu presidente Dias Toffoli. Atuando como se fosse o boneco do ventríloquo Gilmar Mendes, o mais jovem ministro do STF vinha enganando a muita gente. Mas agora as coisas mudaram e os dois não vão mais enganar ninguém no Supremo.

Para garantir a libertação do amigo Lula da Silva, Lewandowski se deixou enganar no caso da prisão após segunda instância. Outros três ministros seguiram pelo mesmo caminho, ao se julgarem “garantistas” da Constituição e defensores da presunção de inocência até o trânsito em julgado. Estavam momentaneamente cegos pelos faróis de neblina empunhados por Gilmar e Toffoli.

TUDO MUDOU – É claro que o ventríloquo Gilmar e o boneco Toffoli não iriam enganar mais ninguém, depois do quase fracasso do golpe pelo fim da prisão após segunda instância. Recorde-se que ao final da votação as coisas começaram a desandar e Toffoli teve de encerrar a sessão antes da hora, sem deixar Rosa Weber concluir o voto, o que obrigaria a haver uma segunda rodada de votação para saber se o trânsito em julgado se esgotaria logo após condenação no Superior Tribunal de Justiça, circunstância que impediria a libertação de Lula.

Três semanas depois, o Carnaval ainda não chegou, porém o aumento da pressão no Supremo arrancou prematuramente as máscaras de Gilmar e Toffoli, que tentavam concluir com chave de ouro a manobra que asseguraria a impunidade das elites “per secula seculorum”, como dizem os juristas.

ROSA WEBER ACORDOU – No terceiro dia de votação, desabou o castelo de cartas dos ilusionistas Gilmar e Toffoli, porque desta vez a ministra Rosa Weber não se deixou enganar e votou contra a blindagem dos corruptos, lavadores de dinheiro e sonegadores.

A derrota já vinha sendo pressentida e Toffoli até mudou seu voto, deixando de fora da blindagem os investigados pelo antigo Coaf (hoje, Unidade de Inteligência Financeira) e pelo Banco Central.

Ou seja, entregou aos leões o senador Flávio Bolsonaro e o ex-assessor Fabricio Queiroz, passando a se contentar apenas com a blindagem da Receita. O ministro Toffoli agiu assim, porque isso impediria o prosseguimento das investigações sobre ele próprio, seu amigo Gilmar e as respectivas esposas, todos apanhados na malha fina dos auditores fiscais, que selecionaram 134 grandes sonegadores em meio a 800 mil contribuintes.

FALTA UM VOTO – Cinco ministros já votaram contra Toffoli e Gilmar – Alexandre de Moraes, Edson Fachin, Rosa Weber, Luís Roberto Barroso e Lui Fux. Falta apenas um voto, de Cármen Lúcia, a próxima a votar, para permitir que Toffoli, Gilmar e as mulheres sejam investigadas.

Depois, já com a partida ganha, enfim votarão Ricardo Lewandowski, Gilmar Mendes, Marco Aurélio Mello e o decano Celso de Mello. Desses quatro, Toffoli só conta com o apoio de Gilmar. Os outros três vão votar de acordo com suas consciências e o placar final pode ser 7 a 4, 8 a 3 ou 9 a 2.

Seja qual for o resultado, o mais importante é que Gilmar Mendes e Dias Toffoli estarão desmoralizados para sempre, a ditadura do Supremo será demolida e o imundo pacto entre os três Poderes também irá para o espaço.

###
P.S. –
Melhor ainda, a Lava Jato vai reflorescer e o Brasil voltará a ser respeitado no exterior, assim que o Congresso aprovar a volta da prisão após segunda instância. Mas isso só vai ocorrer no ano que vem. (C.N.)

14 thoughts on “Acabou o pacto entre os Poderes e Gilmar, Toffoli e Flávio Bolsonaro serão investigados

  1. Aproveitem o evento e punam todos os políticos usuários das “rachadinhas” junto aos seus assessores.

    Aí, façam nova eleição geral pois o vício é generalizado, de senador até vereador, em todos os partidos.

  2. Acho que até Gilmar deve votar a favor do compartilhamento de dados da UIF ao MPF, através dos meios oficiais, sem a necessidade de ordem judicial . Já dados compartilhados da RF, sem autorização judicial é algo mais delicado.

  3. Fico pasmo em saber que existe um funcionário só para colocar e retirar a capa preta do “ministro” (essa palavra deveria significar “presidiário”).
    Um dia, a situação vai ficar tão terrível para todos os brasileiros que vão acabar com esse supremo de —– e esse bando de partidos inúteis, recheados de idiotas aproveitadores. Bastavam três.

  4. WOOOOOOOOOOOOOWWWW!!!!

    Quer dizer então que agora a nova historinha bonitinha é que Gilmar e Toffoli é que são os Malvadões terríveis que engaram os coleguinhas inocentes?????????????????

    “Oh meu deus!! Tadinhos do Levandowski, Celso de Mello, Marco Aurelio, Rosa Weber, que são os inocentes que foram ludibriados pelos dois Malvadões do STF, Toffoli e Gilmar!!!!!!!!!!”

    Quem diria que um dia eu viveria para ver:

    1) Lewandowski, nomeado por Lula, que presidiu o julgamento que manteve os direitos políticos da Dilma;

    2) Celso de Mello, nomeado por Sarney, o “juiz de merda” que só é “juiz de merda” quando contraria a manada de otários.

    3) Marco Aurelio, que foi nomeado por Collor;

    4) Rosa Weber, nomeada por Lula, ora santinha, ora petista, conforme agrada ou não
    á manada de otários;

    Esses quatro, são todos inocentes…..

    Quem diria que eu viveria pra ver esses quatro sendo “absolvidos” pela TI, em prol da demonização de Toffoli e Gilmar, pra criar uma narrativa bonitinha que nos faça acreditar que nem tudo está perdido, que o STF tem gente boa e bem intencionada……kkkkkkkkkkkkkkkkk xD

    A partir de agora estamos acreditando que ali no Supremo temos NOVE ministros de altíssimo gabarito, somente Toffoli e Gilmar são vagabundos ordinários…..Os outros nove, tadinhos, quando votam contra o desejo da manada, é porque foram enganados pelos outros dois………….

    Isso é tão fantasioso e ridículo quanto acreditar em posts anteriores sobre “Toffoli dando grito de independência em relação ao PT”, “Toffoli é um ex-petista”, publicados há não muito tempo atrás, quando ele era chuchuzinho da TI e de muitos otários por aqui.,….

    “Êh, ô, ô, vida de gado
    Povo marcado
    Êh, povo feliz!”

    kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk xD

    • EM TEMPO:

      Se houve mesmo “Pacto entre os três Poderes”, houve TRÊS pernas nesta Pacto, não?

      1) A primeira, do Judiciário, era do Dias Toffoli;

      2) A segunda, do Legislativo, eram Rodrigo Maia e Davi Alcolumbre;

      3) A terceira, do Executivo, era……quem era mesmo, hein? Algum quadrúpede pode me ajudar?

      Esqueci quem era a perna do Executivo, porque os quadrúpedes só sabiam zurrar contra as outras duas pernas…….Sabem como é…. as vestais da moralidade geralmente são quadrúpedes que tem indignação seletiva…..

      kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk xD

  5. Será mesmo verdade, que tanto o mariliense e a esposa mais o GM e a esposa dele também será investigados pelo ex-Coaf? E o filho do boçal juntamente com o seu escudeiro vão se encontrar com a Justiça? Espero que sim e que não seja mais uma promessa de Black Friday.

  6. O ALTISSIMO SEJA LOUVADO ..SEMPRE …

    Prezado CN …. Meu nobre …vc é veterano já venho dizendo isso há tempos …Mas creio que o amigo do alto de sua vivência no terreno de Libero Badaró..FICA na utopia de ‘dias melhores” kkkkkk
    Seu PS …com os devidos respeitos a sua vivência é mais uma PIADA do ANO…kkkkkk

    Vai continuar tudo na mesma no próximo ano Carlão … como diz a canção …de elis e tom ..

    É o fim do caminho ….é pau é pedra….
    Abços . e Saúde .

    SALMO 103 A TODOS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *