Acredite se quiser: Roberto Jefferson diz que Barbosa está exagerando com José Dirceu

Em carta enviada ao jornal Folha de S. Paulo e escrita de dentro do Instituto Penal Coronel PM Francisco Spargoli Rocha, em Niterói, no Rio de Janeiro, Roberto Jefferson, condenado a sete anos e 14 dias no processo do mensalão, criticou a postura do presidente do STF, Joaquim Barbosa, com José Dirceu, que teve seu pedido de trabalho negado por Barbosa e cumpre pena em regime fechado na Papuda, em Brasília, desde novembro de 2013.

“Sobre o Dirceu, penso que o JB (Joaquim Barbosa) está exagerando e vitimizando a turma do PT….Você sabe que eu não gosto do José Dirceu, mas a coisa está demais”, diz Jefferson.

“Ele [Barbosa] monocraticamente revogou uma jurisprudência consagrada em todas as comarcas e tribunais do Brasil. Até no STJ [Superior Tribunal de Justiça] os condenados no semiaberto trabalham desde o primeiro dia da execução da sentença. Nitidamente o JB tem diferenças pessoais com a Turma do PT”, acrescenta.

Sobre a rotina na cadeia

“A diretora é uma mulher muito sensível e atenciosa. Tenho mantido minha dieta, estou em cela individual por recomendação médica, dada a minha condição mais delicada de saúde”.

Sobre o caso Petrobras

“A temperatura subiu. Para mim, o pior poderá vir pelo TCU [Tribunal de Contas da União], se convocarem a Dilma para depor, numa franca contestação à sua qualidade gerencial. Esse caminho técnico e jurídico é muito mais poderoso que o político. Esse caminho sim poderá resultar em danos graves à imagem do governo”.

10 thoughts on “Acredite se quiser: Roberto Jefferson diz que Barbosa está exagerando com José Dirceu

  1. Reflexão = Tenho uma simpatia pessoal pela presidenta e por gostar dela, respeitosamente, penso que deveria voltar para casa e descansar. Ela já deu o seu recado, já inseriu o seu nome na História, uns vão gostar outros não, faz parte da vida, nem Jesus agradou todo mundo. A meu ver, a presidenta deveria agir como Nelson Mandela que, tendo direito a reeleição, só ficou um período. Desapegar-se do poder é uma atitude que emana simplicidade, e isto Madiba teve a coragem revolucionária de recusar a reeleição. Se Dilma ganhar, no primeiro ou no segundo turno, vai ser por uma pequena margem de votos, uma “vitória de Pirro” evidenciando que o país está dividido. E a questão que fica é: quem perder, vai simplesmente baixar a cabeça e pronto? Os ânimos andam exaltados, o povão parece estar acordando e como acontece nesses processos históricos, vão querer cobrar o atraso de 514 anos de exploração e opressão, sem hospitais públicos decentes, sem escolas públicas de qualidades e transportes com lugares para todos sentarem. No meu entender, o melhor candidato do PT, agora, para a presidência da República é o governador da Bahia, vão dizer que ele cometeu erros, todos cometem. Mas observo que, talvez, a saúde e física e emocional da presidenta sofra muito com o montante de cobranças históricas que vem por aí, acontece em qualquer país do mundo. Um antigo professor de marxismo do antigo PCP – Partido Comunista Português me dizia que a História é um rolo compressor e nesses momentos, quando uma nação começa acordar, muita coisa vem ladeira abaixo. Se alguém pensar em contradição digo que, por gostar, com todo respeito, da presidenta é que estou fazendo campanha para não se reeleger ninguém, seguindo os passos de Mandela.

    • Sr. Antonio Rocha. A resposta a indagação posta no seu comentário: “Quem perder vai simplesmente baixar a cabeça e pronto?” Eu diria que não, quem perder poderá ficar frustrado, mas não necessita simplesmente baixar a cabeça e pronto. Deverá respeitar a vontade da maioria da população expressa nas urnas e como é regra em todo país democrático, ocupar seu papel de oposição nos marcos do direito legal que nossa constituição define. Foi assim nas eleições anteriores e não há razão pra que seja diferente agora. O povão não parece estar acordando, creio que o POVÃO já acordou desde 2010 e isto é muito bom, nunca é demais lembrar os avanços que o Brasil obteve em todos segmentos desde então. O Governo da presidenta DILMA já demonstrou no ano passado que não têm medo de reivindicações justas do POVO, haja vista o PROGRAMA MAIS MÉDICOS. Agora mesmo ela acabou de encaminhar ao congresso proposta de REFORMA POLITICA com PARTICIPAÇÃO POPULAR. Enfim, ela tem todas as condições de promover os avanços que a maioria do nosso povo quer e nosso pais necessita.

  2. HUmmmm”””!!!!
    Meus parentes Além-Mar a está hora devem “rachar-se” de tanto dar risadas………
    Com muitos bolinhos de bacalhau……
    eh!eh!eh!eh

    PS. Esse ladrão de dinheiro público devolveu o que roubou aos cofres do povo brasileiro.?

  3. Roberto Jefferson delatou o mensalão, apontou o chefe da quadrilha, José Dirceu, e livrou o Lula do malfeito.
    Ele e os demais personagens do mensalão, só não contavam que um dos membros do Supremo, o relator, ministro Joaquim Barbosa, iria colocar o trem nos trilhos, como colocou.
    Os vagões restantes, os demais membros do STF, mais o Ministério Público, que ofereceu a denúncia, conheceram o processo, as provas, concordaram com a tese do domínio do fato, que, no final, levou á condenação dos réus. Ou seja, o pleno do Supremo deu o veredito final e as respectivas penas.
    Daí, a opinião de um condenado, político, na cadeia por corrupção, por si só, já é inusitada e excludente.
    Digo eu: se levada a sério as investigações que pairam sobre os congressistas, teriam de fazer uma nova penitenciária só para abrigar essa população, se fossem julgados e condenados…
    Mas, isso, infelizmente, não vai acontecer, pois “periga” a lei da ficha limpa e, mais do que nunca, os políticos se esforçam para amordaçar a Policia Federal, o Ministério Público e a imprensa independente que denúncia os escândalos e divulga os nomes dos envolvidos.
    Brigam até o último segundo de cada round para não perderem o foro privilegiado, e o segredo de justiça para os seus processos.
    Na minha opinião, o ministro Joaquim Barbosa, é a última fronteira entre os políticos e a legalidade, daí a divulgação de carta do apenado, mais uma tentativa de dobrar a imagem do ministro perante á opinião pública.
    Será que ele pensa que “cola”?..

  4. Infelizmente esse senhor não esperava ser condenado,achava que sairia nos braços do povo,ingênuo não conhece esse povo.Essas cartinhas são ridículas não comovem ninguém,todos conhecem a sua arrogância.Felizmente todo sabido cai na mão de um tolo e ele caiu na do Ministro Joaquim Barbosa.

  5. As opiniões devem ser respeitadas, cada um tem a sua. A Presidenta no meu entendimento foi a melhor Presidenta. A que mais fez obras e vai mostrar. Os outros são da velha política já conhecida de todos. Nos governos passados a vida era uma maravilha só para eles. Admiro um advogado falar besteira sobre a Presidenta. Ele deveria falar sobre seus colegas do Departamento Jurídico da Empresa. Dos Conselheiros e do Diretores da Empresa e da área internacional. A presidência do Conselho acata as decisões dos Conselheiros. Se ela pudesse revogar as decisões dos Conselheiros e o negocio fosse uma maravilha, hoje estaria sendo criticada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *