Acredite se quiser, Temer vai ser candidato e acredita que será reeleito em 2018

Resultado de imagem para temer charge do miguel

Charge do Miguel (Jornal do Comercio/PE)

Carlos Newton

Já comentamos aqui na “Tribuna da Internet” a estranhíssima situação de Michel Temer, alvejado por flechadas certeiras, mas de efeito retardado, pois só podem derrubá-lo a partir de 1º de janeiro de 2019, quando hipoteticamente terá de deixar o governo. Em sua ilusão de poder, Temer sonha que conseguirá se reeleger com base na recuperação da economia, o escudo político que hoje está detendo as flechas. Delirante, Temer acha que esse argumento também poderá ser usado para iludir o eleitorado em 2018. Por isso, na festa dos 77 anos, comemorados este sábado, ele pediu de presente a reeleição.

Para fortalece sua candidatura, o presidente fez uma jogada de grande ousadia e tentou iludir o prefeito João Doria, ao convidá-lo para ser candidato pelo PMDB. Acontece que na política não existe otário, todos são espertos, sem exceção. A verdadeira intenção de Temer era forçar Doria em 2018 a se candidatar a governador de São Paulo, para lhe transferir votos do eleitorado paulista. Mas o prefeito percebeu o ardil e saiu da reta, já está fechado com o DEM.

SEM ALTERNATIVA – Temer sabe que não há alternativa. Precisa desesperadamente manter o foro privilegiado e a única chance que tem é buscar a reeleição, mas as possibilidades são mínimas, sua rejeição é recorde. De toda forma, ele vai tentar, até mesmo por não ter escolha.

Assim, com Lula de fora, pois será inevitavelmente atingido pela Lei da Ficha Limpa, o panorama da sucessão passa a ser o seguinte: Geraldo Alckmin (PSDB), Michel Temer (PMDB), João Doria (DEM), Jair Bolsonaro (PEN), Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT), Álvaro Dias (Podemos), Henrique Meirelles (PSD) e Fernando Haddad (PT) são os principais candidatos.

Vai ser uma eleição parecida com a de 1989, com muitos candidatos com chances, a ser decidida fatalmente no segundo turno.

SEGUNDA DENÚNCIA – Quanto à segunda denúncia contra Temer, sem problemas. Há consenso no Congresso de que não se deve tirá-lo. A denúncia demoraria uns 30 dias até ser, já estaríamos chegando a novembro, quando Temer então seria afastado e Rodrigo Maia assumiria o Planalto interinamente. Aí se inicia o processo contra Temer, com acusação, defesa, testemunhas etc. e tal.

Com as paradas de Natal, Ano Novo, Carnaval e Semana Santa, digamos que o processo dure uns quatro meses. Portanto, somente em abril Temer sofreria impeachment e Rodrigo Maia teria de convocar eleição indireta para 30 dias. Já estaríamos em maio. O próprio Rodrigo Maia, FHC ou algum outro desocupado então ganharia a eleição indireta e assumiria o mandato-tampão. E quatro meses haverá eleição presidencial direta, como diz a lei, surrealismo puro.

É por isso que a lei não vai ser cumprida e Temer, o chefe do quadrilhão, não se processado agora e somente em 1º de janeiro de 2019 é que vai prestar contas ao juiz federal Sérgio Moro.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Temer escapa por agora. Em compensação, estará na cadeia muito antes do resto dos membros da quadrilha, que vão manter o foro privilegiado e somente serão julgados pelo Supremo no Dia de São Nunca, como se dizia antigamente. (C.N.)

20 thoughts on “Acredite se quiser, Temer vai ser candidato e acredita que será reeleito em 2018

  1. Pesquisa Ipsos: Mesmo depois do depoimento de Palocci, a desaprovação de Lula segue caindo e a desaprovação a Sergio Moro segue subindo.

    Lula: desaprovação caindo (de 66% para 59%) e sua taxa de aprovação subindo (de 32% para 40%) em setembro na comparação com o mês anterior (a maior em 2 anos de levantamento).

    Sérgio Moro: alcançou uma taxa de desaprovação ascendente de 45% (recorde em 2 anos) e aprovação caindo, chegando a 48% (com viés de baixa).

    Bolsonaro: a rejeição subiu de 56% para 63% (a pior taxa em dois anos, com vies de alta) e a parcela que aprova sua atuação caiu de 21% para 19% (com viés de baixa).

    Aécio Neves, desaprovação de 89% e aprovação de meros 5%.

    Ciro Gomes, desaprovação de 64% e aprovação de 12%.

    Temer, desaprovação recorde de 94% e aprovação de irrisórios 3%.

    https://goo.gl/sJKuXb

    O julgamento do povo não perdoa, e vai separando o joio do trigo.

    • Qual a credibilidade desse Ipsos, que mal lhe pergunte?
      Afora falar umas besteiras, qual o motivo pra Ciro ter uma rejeição tão alta?
      Se você acredita mesmo na propaganda lulista, que o a história do Brasil começou em 2003, que toda a corrupção brasileira se alberga no PSDB e no DEM, e que todos os petistas e seus aliados são honestos, que a solução pro Brasil é um governo messiânico de Lula e Dilma, se revezando eternamente no poder, bom pra você. Lamento não viver nesse mundo de ‘iluminados’ sorridentes, mas percebi muito cedo que Lula traiu tudo que pregava quando era candidato e se aliou ao que havia de pior na política brasileira, e não sou capaz de me desvencilhar desse conhecimento. Se você acredita que está tudo bem em trazer de volta Lula para governar com o ‘companheiro’ Sarney, o’companheiro’ Maluf, e o ‘companheiro’ Collor, bom pra você, só não espere que vá me convencer.
      Desculpe, mas consigo embarcar nesse universo paralelo em que vive a militância petista. Está por demais desacordo com a vida na planície.

      • Aécio Neves, desaprovação de 89% e aprovação de meros 5%.

        Como diz uma de nossas comentaristas, Aético Ladrão, tem de largar a política e cuidar dos filhos, eles são pequenos e precisam de cuidados do Pai ladrão., ops, do Pai Ético ou Ético Pai, não necessariamente nessa ordem.

        • PS. Que tal o Ético ficar preso por longos anos na Prisão de Segurança Máxima por vida criminosa e praticados vários crimes de lesa-pátria contra o País e cuidar dos filhos dentro da Cela.???

    • É mesmo, seu Alex? Pelo jeito o senhor não aprendeu a história do burrinho que morreu de sede. Não adianta, moço, ninguém com mais de um neurônio pode aceitar um ignorante rasteiro pinguço corrupto cachaceiro como líder. Esse seu sonho acabou, meu caro.

  2. Estrofes TI

    Antonio Rocha

    Leio Carlos Newton:
    Lei da Ficha Limpa
    Ó certeira Flecha
    Um texto supimpa !

    Diariamente
    Aprendo na TI
    Ensinos vários
    Democracia vi.

    Melhor internet
    Viva Tribuna
    Sabedoria tem
    Vivência una.

    Prega diversidade
    Respeito ao plural
    Somos diferentes
    Ética sem igual.

  3. Sou contra retirar o Temer do poder neste momento. que só serviria para tumultuar mais o país e atender a vingança do PT e seus aliados. Sou a favor dele ser investigado com todo rigor, assim que deixar o poder. Deus nos livre do Temer ser candidato e ganhar as eleições presidenciais, Mas certamente isso não irá acontecer.

  4. O farsante, o mesmo vicio de contas mentiras do Esgotão do Covas e o Ditador Midiatico al-Kim Mim Yong-Un-Dois.

    23/09/2017
    Viagens de Doria custam R$ 88 mil para a prefeitura
    Folha de S.Paulo

    Embora o prefeito de São Paulo, João Doria (PSDB), afirme que suas viagens não oneram os cofres públicos, elas já custaram ao menos R$ 88 mil à administração municipal.

    Os custos se devem aos acompanhantes do tucano.

    Secretários municipais receberam em diárias R$ 22 mil e PMs que fazem a segurança dele, R$ 66 mil.

    A prefeitura diz que R$ 33 mil da PM foram devolvidos.

    Dados obtidos pela reportagem mostram que a comitiva do tucano gerou custos em viagens para o exterior ou no país. O secretário de Relações Internacionais, Julio Serson, recebeu um total de R$ 9.200 em diárias, sendo R$ 5.100 pela semana que passou em Dubai e Doha, em fevereiro. Em abril, nos dois dias em que acompanhou Doria em Roma e Lisboa, Serson usou R$ 1.036.

    No mesmo mês, a passagem de seis dias pela Coreia do Sul do secretário representou R$ 3.062 para a prefeitura. A de Sergio Avelleda (Transportes), R$ 6.171.

    Resposta

    A Prefeitura de São Paulo afirmou por meio de nota que o prefeito João Doria (PSDB) se refere às próprias despesas quando diz que não onera os cofres públicos com as viagens.

    Disse que o tucano dispensa diárias, passagens e hospedagens, mas é obrigado a ser acompanhado por PMs e leva secretários na comitiva.

    A equipe de segurança recebeu R$ 66 mil adiantados em diárias, mas gastou efetivamente R$ 20 mil e já devolveu R$ 33 mil, afirmou a prefeitura.

    Os secretários, que receberam R$ 22 mil, “cumpriram agendas correlatas às pastas que representam, em busca de investimentos e inovações para São Paulo”.

    Sobre o jato Legacy usado nas viagens não ser seu, a assessoria de Doria afirmou que não há conflito por não haver relação da empresa do filho do tucano, João Doria Neto, e a prefeitura.

    “Não há qualquer situação que possa gerar dúvida sobre a a probidade ou honorabilidade do prefeito”, disse a prefeitura.

    Sobre o uso do avião do advogado Nelson Wilians para realizar algumas viagens, a assessoria afirmou que Doria “o faz no âmbito de um acordo de troca de horas, algo corriqueiro na aviação”.

  5. Mais um bilhão de reais tirados dos pobres para encher os bolsos dos deputados filhos de puta que vão se vender ao senhor da vez. É esse o valor noticiado que será destinado a emendas parlamentarres. Ah, mas o exército está atento, dirão alguns ingênuos. Não tá não, a vida é boa detrás dos muros dos quartéis.

  6. Newton, pelo panorama que vemos agora é muito dificil Temer candidatar-se a presidente. Acho que será candidato a deputado federal. Fica garantido o foro privilegiado. Eleger-se presidente? Como? Será que o povo brasileiro vai chegar ao estágio da imbecilidade? Sinceramente não creio. O PMDB deve seguir o deu destino. Apoiar outro partido para continuar mandando.

    • Amigo Aquino, se Temer for candidato a deputado, tem de sair do governo no início de abril e será imediatamente processado pelo juiz Moro. Ele não pode perder o foro privilegiado de jeito nenhum. E só mantém o foro privilegiado se for candidato à reeleição.

      Abs.

      CN

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *