Acusada de desvio de verba pública, ex-deputada Cristiane Brasil ganha cargo na liderança do PTB na Alesp

Filha de Roberto Jefferson chegou a ser presa após acusação do MP

Carolina Linhares
Folha

A ex-deputada Cristiane Brasil (PTB), que chegou a ser presa em setembro do ano passado acusada de desvio de verba pública, foi nomeada nesta quarta-feira, dia 20, para exercer o cargo de assistente parlamentar na liderança do PTB na Assembleia Legislativa de São Paulo.

Brasil afirma que é alvo de injustiça e diz estar animada com o novo cargo. “A cada dia eu tenho uma vitória, porque eu sou inocente. A prisão foi um absurdo na minha vida. Eu vou ser inocentada em breve, e aí a gente vai dar um tapa da cara na sociedade”, declarou à Folha.

CONVERTIDA – A filha de Roberto Jefferson, presidente do PTB que foi o delator do mensalão e agora converteu-se ao bolsonarismo, vai atuar junto ao líder do partido na Casa, o deputado estadual Douglas Garcia —que é o único deputado da sigla na Assembleia. Procurado pela Folha, o deputado diz que a nomeação ocorreu em comum acordo entre ele e a cúpula do PTB. Brasil afirmou que foi convidada por Garcia para o cargo.

Conservador e parte da tropa de choque de Bolsonaro em São Paulo, Garcia entrou no PTB após ter sido expulso do PSL pela ala do partido contrária ao presidente. A movimentação provocou a saída do deputado estadual Campos Machado do PTB após 30 anos de partido —ele foi para o Avante. Garcia é alvo de investigação do Supremo Tribunal Federal no inquérito sobre fake news.

CARGO COMISSIONADO – Segundo a nomeação no Diário Oficial, Brasil receberá salário de R$ 4.459,35 no cargo comissionado. Garcia afirma que ela atuará na articulação política, por conhecer melhor o PTB e ter mais experiência que ele, deputado de primeiro mandato.

“Ela vai me auxiliar a dialogar e fazer o trabalho político com prefeitos e vereadores do PTB em São Paulo. Ela conhece o PTB, e eu nunca pensei que fosse me tornar líder do partido. Ela vai me ajudar a construir e fortalecer o partido”, diz. “É o que eu sei fazer de melhor, o relacionamento com os prefeitos, dar assistência técnica, assessoria a eles”, diz Brasil.

A ex-deputada afirmou que, após a prisão, desistiu de seguir na vida política como candidata. “A política tem várias facetas. Eu não quero mais me candidatar, mas fazer o trabalho de bastidores como dirigemnte partidária. A prisão foi um balde de água fria com relação à política, não me sinto protegida pelo estado”, diz.

DE MUDANÇA – Brasil, que é do Rio de Janeiro, já estava de mudança para São Paulo. A ex-deputada iria concorrer à Prefeitura do Rio no ano passado, mas foi presa durante o período eleitoral, no dia 11 de setembro. Em 15 de outubro, a Justiça lhe deu liberdade. O Ministério Público do Rio a acusa de participar de um esquema de desvio de verba em contratos de assistência social entre 2013 e 2017, quando ela ocupou secretarias na Prefeitura do Rio.

Segundo as investigações, a ex-deputada recebia propina de 5% a 25% do valor dos contratos. Brasil afirma que as acusações são baseadas na palavra de um delator e que não há provas. Garcia afirma que a prisão de Brasil não é um problema. “Quando não existe uma condenação de fato, é irrelevante”, diz.

A ex-deputada afirmou ainda que passa por dificuldades financeiras e contraiu dívidas. “Voltando a trabalhar, vou colocar a vida ordem com dignidade”, diz.

9 thoughts on “Acusada de desvio de verba pública, ex-deputada Cristiane Brasil ganha cargo na liderança do PTB na Alesp

  1. Só vagabundos e pilantras da pior espécie nesta matéria.
    Não acredito que exista algum lugar no mundo, onde se consiga reunir tantos vagabundos como nesta bagaça de País !!!
    Desanimador…
    E ainda ter que aturar estas caras de escárnio, destes ratos de esgoto imundos, tentando justificar o injustificável !
    O que não faz sentido…
    O que não pode ser…
    Nojento…
    Inacreditável…
    Credo !

  2. E o interessante e o vagabundo que já foi preso por ser ladrão ser entrevistado e posar uma de boa gente.A filha agora com 4400,0 vai resolver sua vida financeira acertar suas dividas tá de sacanagem.Quem passeia naquele barco de luxo cercada de vadios não pode estar com problemas financeiros sem contar seu rico pai.

  3. Quanta nojeira!
    Verdadeiro asco!

    Que tipo de gente vive neste país?
    É INACREDITÁVEL!!

    Pergunto aos informadíssimos colegas tribunários:
    Vocês já leram no leque da mídia mundial algo parecido?
    Já souberam de roubo de vacinas em algum país do mundo?

    Não é mais possível conviver com estas notícias!!
    Se pegarem o ladrão, trinta anos de cadeia é pouco!!!

    Já pensou se a moda pega?
    Estamos falando de uma fortuna incalculável se começarem a desviar ou roubar vacinas em todos os Estados.
    Aqui no lixo de janeiro vai ser uma festa!!
    Aposto que os traficantes e as milícias já estão de olho e evidentemente os políticos desonestos também.
    PQP!!!

    JL

    https://www.google.com/url?sa=t&source=web&rct=j&url=https://www.oantagonista.com/brasil/mais-de-60-mil-vacinas-sumiram-no-amazonas/amp/&ved=2ahUKEwjDv7q-5q3uAhWWRDABHUEEAT0QlO8DMAZ6BAg1EA0&usg=AOvVaw21m08j8hdCMETzrRi6POPq&ampcf=1

  4. Após perder o mandato essa mala bombada andava pela câmara com crachá de servidora mas depois dos escândalos sumiu do DF. Já o ex gordo e ex bravo conheci no programa “O povo na tv ‘ e até pensei que fosse sério mas é outro malandro. Dono de partido.

Deixe uma resposta para PEREZ Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *