Advogado de Lula será interrogado pelo juiz Moro, como réu, no próximo dia 8

Resultado de imagem para roberto teixeira

Teixeira era o operador dos negócios imobiliários

Gustavo Schmitt e Cleide Carvalho
O Globo

Compadre do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, o advogado Roberto Teixeira prestará depoimento ao juiz Sérgio Moro no dia 8 de maio, na Justiça Federal de Curitiba. Teixeira será ouvido na condição de réu na ação penal em que é acusado de ter intermediado negócios envolvendo imóveis que seriam destinados ao ex-presidente.

Para o Ministério Público Federal (MPF), Teixeira teria comandado a compra de um imóvel que seria destinado ao Instituto Lula e de um apartamento que é alugado pela família de Lula desde 2011, quando ele deixou o Planalto. O imóvel é vizinho à cobertura onde o petista reside em São Bernardo do Campo.

O apartamento está em nome Glauco Costa Marques, primo de José Carlos Bumlai, amigo de Lula e já condenado na Lava-Jato por ter retirado empréstimo em seu nome para o PT e o quitado fraudulentamente depois que a dívida de R$ 12 milhões foi vinculada à propina a ser paga por um contrato da Petrobras.

NOTAS FRIAS – Íntimo do petista, Teixeira é padrinho de Luis Cláudio, um dos filhos de Lula. O advogado foi citado na delação premiada do engenheiro da Odebrecht Emyr Costa. O delator disse que Teixeira foi responsável pela confecção de notas frias para justificar os gastos da obra do sítio de Atibaia, o qual investigadores da Operação Lava-Jato atribuem ao ex-presidente Lula. A compra do sítio foi lavrada no escritório de Teixeira.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Como se sabe, os compradores do sítio foram dois sócios do filho mais velho de Lula, Fábio Luís – os empresários Fernando Bittar e Jonas Suassuna, que não frequentam o sítio, não têm quartos lá e no local não há qualquer objeto que lhes pertença, nem mesmo roupas. Quanto ao apartamento vizinho ao de Lula, teve a parede derrubada e foi incorporado à cobertura do ex-presidente. Oficialmente, pertence ao primo de Bumlai, que alugou para Lula, mas nunca recebeu pagamentos do petista. E tudo isso foi armado pelo advogado de Lula, que agora terá de se explicar ao juiz Moro. (C.N.)

 

 

 

 

5 thoughts on “Advogado de Lula será interrogado pelo juiz Moro, como réu, no próximo dia 8

  1. 1) Lula está preso ao seu passado, dizem e escrevem na web: ex-sindicalista da CIA, curso nos EUA; cria do General Golbery, ao ser preso no regime civil-militar fumou no camburão e foi fotografado (onde já se viu prisioneiro fumar na viatura policial); dormia no sofá da sala do Delegado da PF e era conhecido como “Barba”…

    2) É o cara das zelites, banqueiros e afins.

    3) Com um currículo desses, dificilmente será preso agora.

    4) Ele tem uma função social muito grande de válvula de escape: de um lado e do outro… e o sistema sabe disso …

    • Rocha,

      Alegro-me que concordes comigo, que Lula não será preso!

      Tenho reiteradamente escrito sobre essa realidade que cerca o ladrão do ex-presidente, que Lula é uma bomba atômica!

      Moro e demais magistrados sabem da potência desta artefato nuclear que, se explodi-lo, o raio de ação alcançará culpados e inocentes.

      Lula será candidato. Possivelmente vença as eleições, porém se ganhá-la não assume!

      A sua vitória será o golpe de um povo vítima dos Três Poderes, então somente com um contragolpe para acabar com este inescrupuloso, amoral e antiético indivíduo nocivo e nefasto à cidadania brasileira!

      Outro abraço (comentei um texto teu em outra página).
      Saúde e paz.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *