Advogados de Haddad protestam contra cancelamento do debate na TV Globo

Resultado de imagem para sergio banhos

Ministro Sérgio Banhos negou o pedido de Haddad

Deu no Correio Braziliense
(Agência Estado)

O ministro Sérgio Banhos, do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), negou nesta quarta-feira (24/10) um pedido do candidato do PT à Presidência da República, Fernando Haddad, para que fosse entrevistado pela TV Globo no horário que havia sido originalmente reservado para a transmissão do debate da emissora entre os presidenciáveis.

O debate estava marcado para a noite desta sexta-feira (26/10), mas foi cancelado após o candidato do PSL à Presidência, Jair Bolsonaro, informar que não comparecerá.

SEM INTERFERIR – Em sua decisão, Banhos destacou que não cabe ao Poder Judiciário interferir na linha editorial das emissoras para direcionar a pauta dos meios de comunicação social.

A campanha de Haddad alegava que um dispositivo de resolução do próprio TSE permite que o horário programado para a realização de debate possa ser destinado à entrevista de um candidato, caso apenas ele tenha comparecido ao evento.

“Como se observa, o dispositivo estabelece que o debate pode ser destinado à entrevista do candidato que tenha comparecido ao evento. Portanto, trata-se de norma permissiva, e não impositiva. Não há direito a ser resguardado no caso, pois não se depreende do dispositivo invocado que a emissora está obrigada a realizar entrevista com o candidato que tenha confirmado presença”, avaliou Sérgio Banhos.

CANCELAMENTO – “Aliás, conforme os próprios representantes informam, a emissora de televisão cancelou o debate devido à ausência de um dos candidatos convocados, conduta que se insere na liberdade de imprensa, cuja garantia tem sido assegurada com muita veemência por esta Justiça especializada e pelo Supremo Tribunal Federal, com fulcro nos preceitos fundamentais da Carta da República”, concluiu o ministro.

Para a defesa de Haddad, o debate da Globo é importante e ponto decisivo na reta final da campanha presidencial porque significa “a última oportunidade em que os candidatos poderão, olho a olho, discutir seus projetos de Brasil e, a partir disso, convencer o seu eleitorado sobre qual a melhor escolha para a direção da nação pelos próximos quatro anos”.

“Será a primeira vez desde a redemocratização que não haverá debates presidenciais no segundo turno. Ou seja, após o fim da censura que era imposta pelo Regime Militar, será esta a única oportunidade em que o eleitorado não poderá ver e ouvir os candidatos pondo em contraposição os seus projetos de país, dificultando-se a promoção de uma análise comparativa dos debates sincera”, sustenta a campanha de Haddad.

DESINFORMAÇÃO – “Dessa maneira, o eleitorado brasileiro e, sobretudo, os eleitores ainda indecisos serão vítimas de uma completa desinformação motivada por uma estratégia de campanha”, frisam os advogados eleitorais do candidato petista.

Em nota, a Globo informou que na reunião de elaboração das regras do evento “foi acertado com as assessorias dos candidatos que, se Jair Bolsonaro não pudesse comparecer por razões de saúde, o debate não seria substituído por entrevistas”.

A campanha de Bolsonaro, em carta enviada à TV Globo, comunicou que por orientação médica o capitão reformado “deve evitar esforço físico, estresse excessivo ou ficar muito tempo em pé”.

9 thoughts on “Advogados de Haddad protestam contra cancelamento do debate na TV Globo

  1. Não se trata só de choro. A Globo não pode se subordinar a qualquer um que queira usá-la. Não se trata de ser Globo, é questão de direito – ela é privada. É preciso alertar os mortadelas que eles não são donos do país. Isso já acabou. De agora em diante é tempo de prestar contas á justiça pelos seus roubos. Nem o Beiçola vai salvá-los.
    Domingo o Brasil vai eleger o Capeta – e vai ser um inferno para os corruptos.

  2. Apoiados, os caras estão certíssimos, a Poderosa depois de receber tantos bilhões de reais e durante tantos anos do partido, agora lhe nega o direito a este debate? Tem mesmo é que reclamar, chorar, espernear, a desculpa da Poderosa não
    cola. Mas fazer o debate de um só debatedor
    é ridículo. .

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *