Aécio presta depoimento sobre propina de R$ 50 milhões da Odebrecht

Aécio prestou depoimento sobre a suspeita de pagamento de propina na obra de usina

Aécio Neves diz que nunca recebeu popina

Deu no Estadão

O senador Aécio Neves (PSDB-MG) esteve na sede da Polícia Federal, em Brasília, nesta quinta-feira, dia 26, para prestar depoimento no âmbito do inquérito que investiga o suposto pagamento de propina nas obras da hidrelétrica de Santo Antônio, em Rondônia. O senador é investigado em inquérito aberto com base nas delações de executivos da Odebrecht.

Marcelo Odebrecht relatou em seu acordo de colaboração premiada que combinou um pagamento de R$ 50 milhões ao senador. Desse total, R$ 30 milhões seriam repassados pela Odebrecht e os outros R$ 20 milhões pela Andrade Gutierrez. As duas empreiteiras integram o consórcio responsável pela construção de Santo Antônio.

SEM VÍNCULO – Aécio chegou na PF por volta das 15h30 e saiu às 17h05. O advogado Alberto Zacharias Toron, responsável pela defesa do senador, por meio de nota, disse que o empreendimento alvo da investigação era conduzido pelo governo federal e, portanto, como o tucano era da oposição, “não há nada que o vincule às investigações em andamento.”

“Os próprios delatores afirmaram em seus depoimentos que as contribuições feitas às campanhas do PSDB e do senador nunca estiveram vinculadas a qualquer contrapartida”, disse Toron.

Embora o inquérito em que o senador é investigado seja proveniente do acordo de delação de executivos da Odebrecht, na semana passada, o empreiteiro Sérgio Andrade, acionista da Andrade Gutierrez, confirmou ter repassado R$ 35 milhões ao tucano em depoimento na mesma investigação.

ACCIOLY, O AMIGO – Segundo o empresário, os valores foram repassados por meio de uma empresa de Alexandre Accioly, amigo do senador mineiro. Há cerca de seis meses, o delator Flávio Barra, ex-presidente da Andrade Gutierrez Energia, também relatou que o repasse a Accioly era referente a uma sociedade que nunca existiu de fato

Na semana passada, a Primeira Turma do Supremo Tribunal Federal (STF) aceitou denúncia contra o senador pelos crimes de corrupção passiva e obstrução de Justiça com base na delação premiada do Grupo J&F. Ex-presidente nacional do PSDB, Aécio se tornou réu pela primeira vez por causa do episódio em que foi gravado pedindo R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista. Além da ação penal, o tucano é alvo de oito inquéritos que tramitam no Supremo – cinco com base na delação da Odebrecht, dois relacionados à colaboração do senador cassado Delcídio Amaral (sem partido-MS) e outro do acordo da J&F.

AÉCIO SE DEFENDE – Após a decisão da Primeira Turma, o senador disse que terá a oportunidade de “provar de forma clara e definitiva a absoluta correção” de seus atos.

Em nota, o advogado Alberto Zacharias Toron, que defende Aécio, afirmou: “O senador Aécio Neves prestou, nesta quinta feira (26/04), todos os esclarecimentos solicitados em inquérito que investiga as obras da usina de Santo Antônio, no Estado de Rondônia. Por se tratar de empreendimento conduzido pelo governo federal à época, ao qual o senador e seu partido faziam oposição, não há nada que o vincule às investigações em andamento. Os próprios delatores afirmaram em seus depoimentos que as contribuições feitas às campanhas do PSDB e do senador nunca estiveram vinculadas a qualquer contrapartida.”

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Todo mundo sabe que Aécio fazia oposição “fake” ao governo Lula e jamais fez campanha eleitoral contra ele em Minas Gerais. Agora mesmo, o governador petista Pimentel só está ameaçado de impeachment porque Lula quer romper o acordo com o MDB para eleger Dilma senadora. A reação do PMDB mineiro é compreensível. (C.N.)

12 thoughts on “Aécio presta depoimento sobre propina de R$ 50 milhões da Odebrecht

    • Pois é, Prof. Antonio! E pelo Estado de minhas Gerais. Triste mais é o fato. Graças ao Renan Calheiros que deixou indevidamente esta brecha para ela.

      • Renan Calheiros?

        Quem comandou a sessão do fatiamento foi o então presidente do STF Ricardo Lewandowski. À època, pouca gente chiou contra essa interpretação grotesca do Parágrafo único do art. 52 da Constituição.

        E, last but not least, a Dra Janaína Paschoal (sim, aquela mesma que vivia empunhando o livrinho da Constituição….) foi contra os partidos recorrerem da decisão….FATO

  1. Hoje eu li,em uma televisão que fica no elevador do prédio do meu dentista, que o Bradesco está fazendo adiantamento da restituição do imposto de renda mediante o pagamento de módicos 1,79%,ao mês.
    Isso é mais da metade da inflação anual.

    • E o MT ?!

      Cadê a 3ª denúncia contra Temer ?!?!

      Ou a PGR Raquel Dodge faz a 3ª denúncia contra Temer ou estará cometendo crime de prevaricação !!!

  2. As eleições se aproximam e os golpistas precisam completar seu serviço de deixar o campo livre para seus candidatos e afastar de vez o perigo vermelho do PT. A delação do Palocci celebrada pela grande mídia golpista já sinaliza para que veio para fazer terra arrasada nas hostis do PT, o maior partido de esquerda. Depois da derrubada da presidenta Dilma e da prisão da maior estrela do partido Lula, qualquer outra liderança petista virou presa fácil e a caçada começou com a aceitação pela Assembléia de Minas do processo de impeachment do governador Fernando Pimentel, que favorece o tucanato, antes um governador aliado Flávio Dino já enfrenta acusação armada pelo clã Sarney e o que virá depois a prisão de Jacques Wagner e o impeachment do governador da Bahia deixando o terreno livre para ACM Neto. Depois do golpe em Dilma e da prisão de Lula tudo é possível para o cumprimento da ameaça que os golpistas sempre fizeram de extinguir o PT. Se os golpistas conseguirem tornar inelegíveis Pimentel, Dilma, Wagner, Rui, Gleisi, Haddad entre outras lideranças, o PT irá para essas eleições totalmente desfalcado de suas principais estrelas e esse fato pode ser fatal para a legenda. Os golpistas já mostraram para que vieram e se não ganham no voto, dane-se os escrúpulos e partem para o tapetão.

  3. “Agora mesmo, o governador petista Pimentel só está ameaçado de impeachment porque Lula quer romper o acordo com o MDB para eleger Dilma senadora. A reação do PMDB mineiro é compreensível.”

    É compreensível Sr. CN? que coisa mais estranha essa sua afirmação, então quer dizer que o povo elege e por qualquer briguinha os políticos tiram o governador, e o acordo com o povo que elegeu o Pimentel?

    Explica isso Sr. Carlos Newton?

    É, realmente a vontade do povo não vale nada, não é mesmo?

    • O povo não tem nada a ver com isso, dois partidos se uniram numa aliança, foram eleitos, agora rompem a aliança, traem os acordos feitos entre si, e o povo, que é o maior enganado na história toda, nessa altura tá se lixando pros golpistas, que se entredevoram.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *