Aécio terá que trabalhar muito, dentro e fora do PSDB, para tentar acabar com o marasmo das oposições.

Vicente Limongi Netto

Aécio Neves decidiu querer se impor dentro do PSDB. Não deseja ficar mais a reboque de Serra. Deseja ser o principal astro tucano daqui para frente. Não se sabe ainda o que FHC acha da decisão do senador mineiro. Aécio resolveu entrar na rinha presidencial. Avisa que vai encarar Dilma ou Lula em 2014.

Querer não significa poder. Sonhar é um direito de todos. Serra disputou com Dilma e perdeu. Aécio também perderia. Aécio agora tem mais visibilidade como senador. Mas Dilma governando com competência, como atestam as pesquisas, diminuem as chances dos prováveis adversários. Dilma ainda tem a sorte de contar com o carismático Lula do lado. Para tudo e em tudo. Já Aécio, conta com quem?

Convenhamos, Aécio terá que trabalhar muito, dentro e fora do PSDB, para tentar acabar com o marasmo que tomou conta das oposições há muitos anos. Serra, com sua conhecida e incomparável simpatia, divide mais do que soma e também continua pretendendo o lugar de Dilma. Reconheça-se a perseverança política de Serra.

Dilma governa, comanda, mas Lula continua firme na área. Fortalecendo seu cacife político no Brasil e no exterior. Lula forte significa Dilma fortalecida.  É colossal bobagem a intriga de festim entre os dois. Unidos, ontem, hoje e amanhã, são imbatíveis. Blindando a dupla, a forte e atenta base politica do governo, à frente o PMDB, o PT, o PTB, o PDT e os novíssimo PSD.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *