Afinal, por que intervir nos meios de comunicação?

Martim Berto Fuchs

Toda vez que querem de alguma forma interferir nos meios de comunicação, me dá um calafrio. As razões apresentadas podem até ser convincentes, mas de boas intenções o inferno está cheio. Nunca se sabe o que realmente está por trás das ações de políticos sabidamente de viés autoritário e que vêm tentando por todas as formas pautar a mídia.

Este pode ser apenas o primeiro passo. Uma vez vencido, vem o segundo e aí quando acordarmos, se foi o boi com a corda. Estão agindo da mesma forma em outros setores. Lei da Anistia e Código Florestal.

Sempre que dão pressa em assuntos desta natureza, fico desconfiado. Se forem realmente permitir o debate público e depois respeitar as conclusões, vá lá que seja.

Mas mesmo assim, venho observando que os marketeiros do governo estão sempre trazendo assuntos polêmicos à pauta, nos envolvendo em questões não tão prioritárias assim, enquanto os motivos que estão nos levando à estagnação econômica não entram em cena nem são motivos de amplo debate.

Muita fumaça para pouco fogo.

 

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *