Afinal, quantas vezes Lula ainda terá de ser julgado até que não haja mais recursos?

Resultado de imagem para cristiano zanin

Cristiano Zanin, advogado de Lula, faz um recurso atrás do outro

Roberto Velasquez

Não entendo quase nada de direito e justiça, ou mesmo qualquer coisa parecida, pois como engenheiro estou muito próximo das ciências exatas e dos fatos concretos que pautam nossas vidas sem muito sofismas.

Mas percebo que há em torno da questão em torno desse presidiário um excessivo gasto de tempo e de dinheiro público para julgar, ninguém sabe mais quantas vezes, aquilo que já foi julgado.

PRESO POLÍTICO – E ainda temos que ouvir e ler diariamente que uma pessoa que teve acusações, investigações, denúncias, julgamentos, condenações e por fim foi preso por condenações em várias instâncias, que é um preso político.

O Supremo Tribunal Federal está de cabeça para baixo só porque esse criminoso que não confessa um só crime, dos milhares que cometeu, e também não tem a coragem de processar por calúnia ou difamação, todos aqueles que o acusaram, como Antonio Palocci, Marcelo e Emílio Odebrecht, Léo Pinheiro, Delcídio do Amaral e tantos outros dirigentes de grandes empreiteiras, políticos e altos funcionários de estatais e de empresas públicas e privadas.

MUNDO IRREAL – Parece que se vive um mundo irreal vendo a defesa desse bandido se apresentar com toda pompa e desfaçatez propondo que aceitemos uma versão descabida e longe de qualquer veracidade.

Mas triste ainda é ver a justiça brasileira dando guarida a quem só fez muito mal ao país.

É claro que isso vai acabar mal, se estes ministros não tomarem um atitude firme e peremptória contra esse malfeitor no próximo julgamento, em agosto.

27 thoughts on “Afinal, quantas vezes Lula ainda terá de ser julgado até que não haja mais recursos?

  1. Muito bom artigo, Velasquez, parabéns!

    Lula, mesmo preso, continua a dar prejuízos ao contribuinte, e querer uma Justiça só para lhe atender.

    Nessas alturas, a insistência do advogado de defesa do criminoso, deveria ser chamado à atenção, pois está me parecendo que se trata de um litigante de má fé.

    Abraço.
    Saúde.

  2. Que texto ridículo. O autor confessa que não entende nada de justiça mas quer criticar procedimentos da defesa de alguém? Por que não entra no mérito? Puro mimimi de palpiteiro.

      • Que continue preso. Achei e continuo achando o texto um amontoado de palpites inúteis. Mais ou menos como aqueles torcedores bissextos que em época de Copa do Mundo se metem a comentar futebol dizendo “Não entendo nada de futebol, mas gostaria que a seleção jogasse com dois pontas”. E isso não faz de mim um ativista.

    • Que defesa? O sem-dedo ja teve oportunidades de se defender em 3 instancias e nao deu em nada. Ta na cara que nao tem mais do que se defender…isso tudo eh so politicagem pra tirar o larapio da cadeia

    • Uai, precisa ser astrônomo para inferir que a lua é desabitada? Isso já se tornou conhecimento rotineiro, bom senso. Besides, o procedimento é tão flagrantemente desonesto e ridículo que tem que ser contra a lei e os bons costumes.
      Portanto, meu caro, pense, think, antes de agredir os outros – seja gentil porque nem todos estão preparados para receber coices inesperados.

    • .
      o infame desprezível VAI continuar PRESO, óh, babacão.

      só lembrando:

      é o detento f.i.c.h.a.d.o 700004553820 – e esse número – 700004553820 – jamais será apagado.

      para ninguém esquecer:
      7 0 0 0 0 4 5 5 3 8 2 0 !!!

      hiper, super, ulttra, mega, maior ladrão da história da humanidade !

      7 0 0 0 0 4 5 5 3 8 2 0 !!! !!! !!!

    • Adorei e ele disse todas as verdades deste julgamento fajuto , protegido pelo STF ! Eles fazem de conta que julgam e nós fazemos de conta que acreditamos no Blá-blá-blá deles !!! Corruptos sujos !

  3. Excelente postagem. Quem nesse país já teve tantas e tantas vezes seu caso apreciado nos tribunais, e com tamanha rapidez? Nenhum ser mortal. E se ainda assim continua preso, mesmo com todo tipo de armação para solta-lo, não resta dúvida da sua culpabilidade. Está no lugar certo, preso.

  4. Que defesa? O sem-dedo ja teve oportunidades de se defender em 3 instancias e nao deu em nada. Ta na cara que nao tem mais do que se defender…isso tudo eh so politicagem pra tirar o larapio da cadeia

  5. Até quando os Amigos/Cumpanheiros/ Cúmplices dos Podresres de Lula o verem solto e continuando seus delitos e Crimes contra a Pátria, nessa República do Vamos Todos nos Locupletar do Lulopetralhismo Encravado nos 2 Podresres Antagônicos do Executivo nesses últimos 16 anos !! Brilhante esse Artigo !!!

  6. “Não entendo quase nada de direito e justiça, ou mesmo qualquer coisa parecida, pois como engenheiro estou muito próximo das ciências exatas e dos fatos concretos que pautam nossas vidas sem muito sofismas.”
    Perfeito,Roberto Velasquez,!
    Você pode não ser versado em Direito,mas,conforme demonstra,seu excelente e objetivo texto é culto e inteligente.
    Parabéns!

    • Perfeita colocação do comentarista.A primazia é tão verdadeira que até os programas dominicais nas televisões brasileiras quando se referem larápio,ladrão ou malfeitor a resposta sempre é Lula.

  7. Em outras palavras, também não entendo nada de direito, mas entendo de vergonha na cara.
    Lula e sua defesa são uns descarados.
    Os milhões devolvidos através da Lava Jato não valem nada?
    Os trambiqueiros estão devolvendo parte da grana levada na mão grande, roubada, desviada e em conluio com Curro de La Grana só para sacanear o presidiário?

  8. Vou repetir o comentário que fiz no artigo de André de Souza; Enquanto o Lula estiver preso, seu advogado vai entrar com recursos na tentativa de solta-lo. Querem vencer pelo cansaço dando um prejuízo enorme ao judiciário.

  9. A justiça brasileira parece hoje estar a serviço do 51, enquanto ele não sair de Santa Cândida ela não vai fazer outra coisa se não se preocupar em atender ou não os pedidos mais do que aloprados do seu advogado. Quando vão transferir o 51 para a PCP? É favor não confundir com PCC

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *