Ah, Brasil! Já não se pode confiar nem mesmo nos carros blindados…

Douglas Corrêa

Agência Brasil

A Justiça autorizou, a pedido do Ministério Público (MP) do Rio de Janeiro, mandados de busca e apreensão de 16 carros blindados, da MFPS Locadora de Veículos, que estavam na empresa e eram usados na segurança de promotores de Justiça, em situação de risco.

A medida foi requerida por ocasião do oferecimento de denúncia pelo Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do MP, segundo a qual a documentação relativa à blindagem desses veículos foi obtida fraudulentamente.

Sete pessoas, entre elas seis prestadores de serviço do Detran e um despachante da locadora, foram enquadradas nos crimes de formação de quadrilha e inserção de dados falsos em sistema de informações. O dono da empresa, Marcelo Flávio de Paula Silva, também foi denunciado por uso de documento falso.

A quadrilha lançava informações falsas no sistema do Detran e emitia documentos de licenciamento dos veículos sem a devida certificação do Ministério do Exército.

A MFPS prestava serviço ao MP por ter vencido licitação para fornecimento dos veículos. As fraudes relativas à blindagem só foram constatadas recentemente, em investigação iniciada pela Corregedoria do Detran e concluída pelo Ministério Público do Rio.

Os veículos apreendidos passarão por perícia, para verificar a eficácia da blindagem.

One thought on “Ah, Brasil! Já não se pode confiar nem mesmo nos carros blindados…

  1. Caro Jornalista,

    Por isso NENHUMA AUTORIDADE tem pressa em acabar com a violência! Estão todas protegidas por seguranças pagos com os nossos impostos, embora tenham sido os arautos do desarmamento… dos outros! Como estão atrás dos muros do castelo, que se dane quem vive na selva do outro lado, seja homem, mulher ou criança.
    Por isso, como bem lembrou o Percival Puggina em artigo anterior, ficam anos teorizando, entre um recesso e outro, o sexo dos anjos sem a menor pressa, sem o menor compromisso em mudar a legislação penal ou votar alguma coisa referente à segurança da população.
    Com todo o apetrecho do Estado voltado para a proteção pessoal desses doutores, fica fácil para eles defenderem direitos humanos dos bandidos.
    Estão em situação de risco?
    -Ora, quem mora neste país e não está?

    Para esses doutores, uma família assassinada na Via Dutra ou no Afeganistão tem a mesma importância, a mesma distância.
    O mais importante mesmo é a vaidade…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *