Alckmin começará a campanha pela TV batendo pesadamente em Jair Bolsonaro

Resultado de imagem para alckmin e bolsonaro

Ilustração reproduzida do Arquivo Google

Carlos Newton

Depois da euforia com o fechamento da aliança política com o Centrão, o baixo astral reina na campanha de Geraldo Alckmin. Duas importantes pesquisas, divulgadas simultaneamente, mostram que o sinal vermelho já acendeu no quartel-general tucano e os marqueteiros estão num corre-corre danado, buscando material a ser usado com duplo objetivo – demolir a imagem de Jair Bolsonaro, do PSL, e conquistar eleitores dele.  É uma espécie de missão impossível sem Tom Cruise, porque destruir a candidatura de Bolsonaro não terá como resultado a atração de seus eleitores. Muito pelo contrário, pode servir para fortalecer outros candidatos, como Marina Silva (Rede), Ciro Gomes (PDT), e Alvaro Dias (Podemos).

A missão é delicada e perigosíssima, mas Alckmin não tem alternativa. Terá de partir para cima de Bolsonaro, porque os partidos do Centrão estão dispostos a abandoná-lo (ou cristianizá-lo, como se dizia antigamente.

DIZEM AS PESQUISAS – Segundo revelou a última pesquisa Datafolha, divulgada no dia 22, entre os eleitores que dizem ter o PSDB como partido de preferência, Jair Bolsonaro lidera as intenções de voto na pesquisa espontânea, à frente do tucano Geraldo Alckmin.

Em todo o país, 22% dos eleitores tucanos responderam que votariam em Bolsonaro, ao serem questionados de forma espontânea sobre a eleição, e apenas 14% disseram que escolheriam Alckmin.

No mesmo dia, o Ibope divulgou outra pesquisa, mostrando que Bolsonaro está derrotando Alckmin no Estado de São Paulo tanto no cenário sem o ex-presidente Lula, quanto naquele em que o petista aparece. O tucano está 9 pontos atrás de Bolsonaro no cenário com Lula, que está preso em Curitiba, e a desvantagem é de 7 pontos quando o nome do petista é retirado do cenário.

GUERRA TOTAL – Os marqueteiros tucanos estão convencidos de que é uma eleição atípica. Não adianta nada ficar mostrando as façanhas administrativas de Alckmin em São Paulo e seus planos para o Brasil, porque Bolsonaro cultiva outra seara, bem mais produtiva, que é a decepção com os políticos.

Não haverá contemplação. Será uma guerra total, de extermínio. Alckmin vai atacar implacavelmente e Bolsonaro nem terá como responder à altura. Os organizadores de sua campanha têm esperanças de que Alckmin cometa exageros que possam justificar “direito de resposta”, concedido pela Justiça Eleitoral, mas há pouca possibilidade disso acontecer, porque os marqueteiros do PSDB vão trabalhar preferencialmente com as próprias declarações de Bolsonaro, que tem uma capacidade extraordinária de dizer besteiras e inventar piadas criminosas, como dizer que os quilombolas tem mais de sete arrobas e não servem nem para procriar.

###
P.S. 1
– O tempo voa para Alckmin, porque o Centrão já está quase debandando. A campanha eleitoral pela TV começa nesta sexta-feira. E logo saberemos se os marqueteiros tucanos encontraram o tom certo que possa demolir Bolsonaro e mostrar que Alckmin seria melhor do que ele para reformar o país.

P.S. 2 – Se os marqueteiros errarem o tom, Marina Silva, Ciro Gomes, Alvaro Dias e até Fernando Haddad serão beneficiados. Portanto, vai ser uma campanha eletrizante. (C.N.)

17 thoughts on “Alckmin começará a campanha pela TV batendo pesadamente em Jair Bolsonaro

  1. O povo que vota em Bolsonaro, não faz por acha-lo melhor administrador que Alckmin. O faz por ter memória. Ele e o PSDB estão completamente queimados com a opinião pública. Seus índices de rejeição apenas atestam isso. Alckmin tem compromisso com muitos, desde sua ampla base que anseia por bons cargos públicos, ao capital privado, muito incomodado por ainda não ter expandido o mercado de previdência privada. Neste meio, dane-se o brasileiro, que morra de trabalhar ou comece a pagar previdência desde feto na barriga da mãe. Que peça ajuda aos filhos ou amigos quando sua renda passar de mais de 20 mil em último nível de cargo concursado para 3 ou 4 mil. Arestas se vê em fóruns, no legislativo, com cargos sem relevância como motorista ascensorista, etc. Com altos salários, muito desproporcionais ao trabalho realizado, mas ao que parece, aparar este tipo de aresta, não satisfará a intenção de expansão, então que todos sejam jogados na vala comum até que aos poucos, pouco reste ao trabalhador que não se aposentará mais no Brasil, mas o dinheiro continuará a ser descontado. O interessante é que além deste tipo nojento de político, o que nada em absoluto. nos surpreende, o pessoal da mídia que mais trabalha em favor disso, são os que se aposentaram ou se aposentarão com altos salários, pagos pela iniciativa privada. Bom que os fraudadores das urnas, os indignos, entendam bem uma coisa, a população hoje é uma panela de pressão, ganhar na mallandragem não vai conter o povo em suas casas.

  2. Desconstruir adversários foi a estratégia principal de Dilma para vencer as eleições e levar o Brasil a ruína. Que todos lembrem-se disso.

  3. Ao contrário do afirmado pelo mediador, ontem eu li que o Geraldo Alckmin, vulgo picolé de chuchu, mudou a sua estratégia que era ruim, de quem não tem chance, e não passará mais a atacar o Bolsonaro e sim o PT.
    Ora, só agora que eles vão atacar o PT? O PSDB sempre foi o outro lado da moeda do PT. Eles são siameses. Enfim, são farinha ruim do mesmo saco.
    O Alckmin representa um amontoado daquilo que não presta, haja vista a coligação partidária feita pelo PSDB e que só deixou evidente que não possuem condições de enfrentar a verdade que já não enxergam a muito tempo, que o povo brasileiro parou de assistir tv, que o povo passou a ter dentro de casa o congresso nacional, através das mídias sociais, tudo em tempo real e que o povo brasileiro não quer, nem ao menos suspeitos de corrupção governando o país.
    O Alckmin junto com sua camarilha vai entender o que o povo quer, somente quando todos eles juntos, tiverem que ver na rampa do palácio do planalto, engolir à seco, a subida de alguém que represente a verdadeira direita, ou seja, aquela que prega pela ORDEM e PROGRESSO, e que me parece dentre os 13 ou 14 candidatos à presidência da república, serem apenas dois: o Bolsonaro ou João Amôedo.
    Só depois disso é que eles começarão e entender que esta corja corrupta, abjeta, deletéria e, sobretudo covarde e omissa que eles representam, não representam e nunca representaram o povo brasileiro que trabalha, que paga a conta dessa bagaça e que é o verdadeiro patrão de todos esses desclassificados políticos brasileiros.
    Não existe mais espaços na política brasileira para este tipo de politicagem, penso que jamais deveria existir.
    Até nunca mais Alckmin, Lula, FHC, Temer, Renan Calheiros, Romero Jucá, Jáder Barbalho, José Sarney, Sérgio Cabral Filho, Eduardo Paes, Pezão e qualquer um que represente o pior do lixo político brasileiro, essa corja de malfeitores deveria ser banida da vida pública nacional e como consequência ter que fugir do Brasil depois das eleições e antes de 01/01/2019.

    • O melhor para o PT é Boulos, Ciro, Marina e depois o PSDB. Apesar do PT ainda ter muita força nas instituições públicas, dificilmente consegue tirar Lula das grades para a presidência da República. O desgaste moral no país seria monumental e de consequências impensáveis. Com a mais absoluta certeza, haveriam consequências. Não daria para dizer em uma eleição de Alckmin, o quanto isso beneficiaria o PT, mas como já sabemos que o PSDB também tem gente sua envolvida na Lava Jato e FHC facilitou a eleição de Lula, portanto, seria irresponsável dar certeza de que em nada beneficiaria.

  4. um sujeitim que,
    pela velha e indestrutível internet,
    é conhecido por todo o .u.n.i.v.e.r.s.o – incluindo galáxias, meteoros, tornados, trombas d’água e o escambau –
    como picolé de chuchu,
    e ESTÁ ENROLADO EM HERCÚLEAS TRAPAÇAS NÃO ESCLARECÍVEIS
    não tem envergadura moral sequer para pensar no nome de Bolsonaro.
    a chuchuzada de que ele é mentor, ENGLOBA toda a BANDIDAGEM tupiniquim !!!
    é UM DESQUALIFICADO !!!

  5. O tal do primeiro tiro já saiu pela culatra, logo de saída, a resposta do capetão foi mortal,
    No dia que o psdbista largar o carro blindado e os seguranças ele passa a acreditar no psdb.

    A marina foi a que mais ganhou no JN pela minha ótica, se saiu muito bem, vai ganhar voto de indecisos, quem sabe até chegue ao segundo turno, vai ser a eleição dos desprezados.

  6. O Pinguim do Batman é um tapado mesmo tenta tirar votos do Bolsonaro na área em que este nada de braçada: Segurança

    A propaganda da bala perdida lançada hoje pelo Picolé mostra que ele não estará no segundo turno apesar de todo o tempo de TV que dispõe.

    Bolsonaro respondeu ao filmete: “Armas não geram violência e flores não garantem a paz. Ele que deixe de andar com carro blindado e segurança que eu acredito na proposta dele”

    Ou seja Chuchu levanta a bola para Bolsonaro chutar e fazer gol.

  7. Quem vota em Bolsonaro já sabe as besteiras que falou, não é novidade. Um ataque gigante só vai oportunidade para bolsonaro repetir seu frase: “me chama de corrupto, p***a!”

  8. Ou seja, o PSDB está adotando a mesma estratégia burra da campanha do Serra em 2002, de bater nos outros concorrentes na esperança de obter os votos de seus eleitores num segundo turno contra o Lula. Demoliu a Roseana Sarney antes da campanha começar, depois o Ciro. Não deu certo.
    Se duvidar, o Alckmin acabará empurrando o Haddad para o segundo turno e daí para a vitória. O PSDB ficará muito feliz com isso.
    Impressiona como as elites políticas estão fora de sintonia com os sentimentos populares. Como o PSDB lança um perdedor garantido feito o Alckmin e acha que tem chances de ganhar? Não é nem pela falta de carisma, é que ele representa um projeto desgastado desde 2002. A única chance dos tucanos seria lançar alguém com ar de novidade, de preferência que não fosse o Luciano Huck. Os tucanos agiram feito os chefões do partido republicano, que decidiram de antemão que Jeb, o irmão mais novo do George W. Bush, era o candidato perfeito para a eleição de 2016, investiram milhões em sua campanha, e quebraram a cara. Jeb Bush não ganhou uma primária sequer. Os republicanos não se deram conta de que os americanos estavam cheios dos Bushs.

  9. Picolé de Chucho é um gênio, está preparando uma jogada de mestre para lacrar sua campanha.

    Vai apresentar um vídeo de 2002 onde Bolsonaro acreditava na honestidade de Lula, assim como milhões de brasileiros há época.

    Resultado previsto: Milhões de eleitores de Lula migrarão pra Bolsonaro.

    Em breve Picolé voltará para Pindamonhangaba.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *