Alguns ensinamentos do Espiritismo a serem adotados na prática política

Resultado de imagem para radicalização políticaAntonio Rocha

Quando é muito confusa a situação da política, com radicalismo nos embates, é sempre recomendável conferir o livro “Conduta Espírita”, psicografado do mestre André Luiz pelo médium Waldo Vieira. Publicado originalmente em 1960, pela editora FEB – Federação Espírita Brasileira, ao longo de 160 páginas, o livro nos mostra a posição desta filosofia prática/pragmática por via da ética e das reflexões morais.

###
CONDUTA ESPÍRITA NOS EMBATES POLÍTICOS
Waldo Vieira/André Luiz

“Distanciar-se do partidarismo extremado. Paixão em campo, sombra em torno”.

“Situar em posição clara e definida as aspirações sociais e os ideais espíritas cristãos, sem confundir os interesses de César com os deveres para com o Senhor”.

“Só o Espírito possui eternidade”.

“Em nenhuma oportunidade transformar a tribuna espírita em palanque de propaganda política, nem mesmo com sutilezas comovedoras em nome da caridade”.

“O despistamento favorece a dominação do mal’.

“Cumprir os deveres de cidadão e eleitor, escolhendo os candidatos aos postos eletivos, segundo os ditames da própria consciência, sem, contudo, enlear-se nas malhas do fanatismo de grei”.

“O discernimento é caminho para o acerto”.

“Repelir acordos políticos que, com o empenho da consciência individual, pretextem defender os princípios doutrinários ou aliciar prestígio social para a Doutrina em troca de votos ou solidariedade a partidos e candidatos”.

“O Espiritismo não pactua com interesses puramente terrenos”.

“Não comerciar com o voto dos companheiros de ideal, sobre quem a sua palavra ou cooperação possam exercer alguma influência”.

“A fé nunca será produto para mercado humano”.

“Por nenhum pretexto, condenar aqueles que se acham investidos com responsabilidades administrativas de interesse público, mas sim orar em favor deles, a fim de que se desincumbam satisfatoriamente dos compromissos assumidos”.

“Para que o bem se faça, é preciso que o auxílio da prece se contraponha ao látego da crítica”.

“Impedir palestras e discussões de ordem política nas sedes das instituições doutrinárias, não olvidando que o serviço de evangelização é tarefa essencial”.

“A rigor, não há representantes oficiais do Espiritismo em setor algum da política humana”.

“Nenhum servo pode servir a dois senhores” – Jesus (Lucas 16:13).

 

 

9 thoughts on “Alguns ensinamentos do Espiritismo a serem adotados na prática política

  1. “Não comerciar com o voto dos companheiros de ideal, sobre quem a sua palavra ou cooperação possam exercer alguma influência”.

    “A fé nunca será produto para mercado humano”.

    -Que chato pra mim: o farto patrimônio que contrair neste plano, postumamente, vou tê-lo de torrar em propinas, para escapar das chibatadas diárias dos verdugos infernícolas!

  2. Respeito o direito de cada um ser o que quiser, mas eu fico com esta:
    “O ceticismo derrama demasiado tarde suas bênçãos sobre nós, sobre nossos rostos deteriorados pelas convicções, sobre nossos rostos de hienas com um ideal” Cioran

  3. Caro Antonio, artigo esclarecedor sobre a “Doutrina dos Espíritos” Codificada pelo Mestre Allan Kardec, tendo sua parte moral, como base a Doutrina de Jesus, o Cristo, seu “Evangelho” o Código da Vida: Amar a Deus-Pai sobre todas as coisas e ao próximo como a si, ai estão toda a Lei e Profetas. A Doutrina Espirita, revela de onde viemos, porque estamos aqui, e para onde vamos, pós a reencarnação (conversa de Jesus com o Dr. da Lei, Nicodemos). Consciência e Livre arbítrio, são as ferramentas de nossa evolução espiritual, conforme nossas “Obras” “Boa; Luz e Paz, Má: Dor, trevas e sofrimento, Leis, que começam no além túmulo,mas, somos Espíritos Eternos, e a Misericórdia de Deus, nosso Criador, nos dá a oportunidade de resgatar nossos erros, com a “Dor”, até merecermos o “Céu” por mérito, nos elevando para a “Felicidade”. O verdadeiro Espírita, não mistura sua “Filosofia e Ciência da Vida, com a “Politica” e muito menos com a politicagem que grassa no País. Que Deus-Pai nos abençoe, e oremos a Ele, por nossos governantes do 3 Poderes, e “Caminhemos para a Luz” com as Boas Obras.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *