Alguns senadores republicanos obedecem a Trump e pretendem contestar a vitória de Biden

Em disputa acirrada, conservador Ted Cruz é reeleito senador pelo Texas -  07/11/2018 - Mundo - Folha

Ted Cruz está liderando um pequeno grupo de senadores

Deu no G1
(Agência Reuters)

O senador norte-americano Ted Cruz disse neste sábado (2) que estará entre uma dezena de parlamentares republicanos que vão desafiar a vitória do presidente eleito Joe Biden quando os resultados do Colégio Eleitoral forem registrados no Congresso dos EUA na quarta-feira, dia 6, num movimento apenas simbólico que tem pouca chance de impedir Biden de assumir o cargo.

Os republicanos se juntam ao senador Josh Hawley, que no início desta semana se tornou o primeiro membro titular do Senado a anunciar que contestaria o resultado da eleição de 2020. Alguns republicanos na Câmara dos Deputados dos EUA também planejam contestar a contagem dos votos.

FRAUDE NÃO COMPROVADA – Em um comunicado, Cruz e os outros senadores disseram que pretendem votar para rejeitar eleitores de Estados-chaves que estão no centro das alegações não comprovadas do presidente Donald Trump de fraude eleitoral e pedirão a criação de uma comissão para investigar denúncias com urgência.

Cruz foi acompanhado no comunicado pelos senadores Ron Johnson, James Lankford, Steve Daines, John Kennedy, Marsha Blackburn, Mike Braun, juntamente com Cynthia Lummis, Tommy Tuberville, Bill Hagerty e Roger Marshall, todos os quais tomarão posse como senadores neste domingo (dia 3) no novo Congresso.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Qual o efeito prático desse movimento de uma dezena de novos senadores? Nenhum. O máximo que conseguirão é atrasar a cerimônia em alguns minutos. E o que ganham com isso? Apenas alguns minutos de fama e a possibilidade de entrarem de graça no resort de Trump de Mar-e-Lago, na Flórida. (C.N.)

 

5 thoughts on “Alguns senadores republicanos obedecem a Trump e pretendem contestar a vitória de Biden

  1. Para muitos políticos, lá e cá, a democracia é boa desde que EU seja o vencedor.
    Caso contrário, houve fraude.
    Aqui no Brasil eu desconfio que na eleição de 2014, houve fraude. A favor de Aécio Neves. Mas graças a Deus não o suficiente para lhe dar a Vitória.
    JB tem razão em pedir o voto impresso.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *