Alinhado com Cunha, PP vai abandonar a base aliada

José Carlos Werneck

Parlamentares do Partido Progressista vão decidir, no início do próximo mês, se continuam fazendo parte da chamada Base Aliada, que dá sustentação ao Governo da presidente Dilma Rousseff. Segundo um membro do PP, a reunião dos integrantes do partido é uma mera formalidade, já que a decisão de deixar de apoiar o governo já está tomada.

Eles concluíram que o Partido dos Trabalhadores tem feito de tudo para transformar o PP no “boi de piranha” da Operação Lava Jato, tendo para isto um fiel aliado,na pessoa do ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo. Diversos deputados do PP mantiveram conversações, durante o recesso do Congresso, para “alertar” o governo da decisão que vem sendo chamada de “enfrentamento”.

ALINHADO COM CUNHA

O Partido dos Trabalhadores não engole, até agora, o apoio dado pelo PP à candidatura de Eduardo Cunha, à Presidência da Câmara dos Deputados.

O PP continua alinhado com Cunha, que rompeu com o governo Dilma, afirmando que a presidente e o PT estavam conspirando contra ele.

O primeiro sinal da decisão do Partido Progressista acontecerá na votação do ajuste fiscal. “Que o governo não conte com a nossa fidelidade”, alerta um integrante do PP.

3 thoughts on “Alinhado com Cunha, PP vai abandonar a base aliada

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *