Álvaro Dias é oficializado candidato e quer Moro como ministro da Justiça

Paulo Rabello, o vice, discursa apoiando Alvaro Dias

Gustavo Schmitt
O Globo

Ao oficializar sua candidatura ao Planalto em convenção neste sábado, o senador Álvaro Dias (Podemos-PR) afirmou que, caso seja eleito, convidará o juiz Sergio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, para assumir o ministério da Justiça. Dias prometeu defesa “intransigente” das investigações da operação Lava-Jato.

— Quero prestar uma homenagem à República de Curitiba, onde nasce uma nova Justiça nesse país. Nessa homenagem à essa República quero assumir o compromisso de defesa intransigente da Lava-Jato. Vou convidar pra ser ministro da Justiça o juiz Sergio Moro. A limpeza não terminou. Tem que continuar — disse o candidato, sem garantir que Moro tenha aceitado o convite.

Procurado, o juiz Sergio Moro preferiu não se manifestar.

FICHA SUJA – O senador também aproveitou o discurso em defesa da ética e da moralidade para atacar o PT que quer lançar como candidato o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, a despeito de sua condenação em segunda instância tornando-o ficha suja.

— Vamos acabar com essa anarquia que querem estabelecer. Querem que preso e condenado seja candidato. Querem sair da prisão para o Palácio do Planalto. Lugar de ladrão é na cadeia. Não é no Palácio do Planalto — disse.

Dias prometeu ainda formar o governo com um time de juristas como Modesto Carvalhosa, Miguel Real e Júnior e René Dotti, advogado que defende a Petrobras no âmbito da Lava-Jato.

RABELLO É VICE – O Podemos também aprovou o companheiro de chapa, Paulo Rabello de Castro, do PSC, como vice. Rabelo chegou a ser oficializado como candidato à Presidência da República pela sua legenda no dia 20 de julho.

Mas o PSC mudou sua posição e decidiu, em reunião da Executiva Nacional, nesta semana, optar pela coligação com o Podemos.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
É impressionante como Alvaro Dias, praticamente sem partido, sem recursos, sem lenço e sem documento, como diria Caetano Veloso, está conseguindo segurar a candidatura e se manter como opção. Sua participação não deve ser desprezada neste deserto de homens e ideias celebrizado por Oswaldo Aranha, que faz uma falta danada na política brasileira. (C.N.)

22 thoughts on “Álvaro Dias é oficializado candidato e quer Moro como ministro da Justiça

  1. Neste antro de corrupção, um magistrado sério tem muito mais possibilidade de fazer algo pelo país do que um ministro.
    A menos, é claro, que ele queira parar a Lava Jato…

  2. Para o Papa, julgamento de Lula é político por causa da não presunção de inocência”, diz pastora que visitou Francisco

    https://goo.gl/1YPoHy

    A pastora luterana Cibele Kuss foi a Roma para um encontro com o Papa Francisco acompanhada por Marinete Silva, mãe da vereadora Marielle Franco, a advogada Carol Proner e o ex-ministro dos Direitos Humanos do governo FHC, Paulo Sérgio Pinheiro.

  3. ALVARO DIAS TEM PROPOSTAS E SE IDENTIFICA COM OS ANSEIOS POPULARES .NÃO É LADRÃO E NÃO SE UNIU A ELES. AGORA! .INCRÍVEL É O ALKIMIM ,UNIDO AOS PARTIDOS QUE FORMAM O CENTRÃO CONHECIDOS COMO CORRUPTOS NOTÓRIOS E FAZENDO DISCURSO PARECIDO COM O DO PT.

  4. O SENHOR ÁLVARO DIAS ESTÁ DANDO UMA DE ESPERTO,QUANDO DECLARA QUE QUER O DOUTOR SÉRGIO MORO COMO SEU MINISTRO DA JUSTIÇA. EU PREFIRO O DOUTOR MORO À FRENTE DA LAVA JATO,COM TODA A SUA EQUIPE.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *