Alvo de nove inquéritos, Aécio Neves vai se tornar réu pela primeira vez

Resultado de imagem para aecio neves charges

Charge do Duke (dukechargista.com.br)

Carolina Brígido
O Globo

No Supremo Tribunal Federal (STF), a tendência é a Primeira Turma da corte receber a denúncia apresentada pela Procuradoria-Geral da República (PGR) no inquérito que investiga se senador Aécio Neves (PSDB-MG) recebeu propina de R$ 2 milhões da JBS, transformando a investigação em ação penal.

O parlamentar também é acusado de atrapalhar as investigações da Operação Lava-Jato. Ao menos três dos cinco ministros da turma devem concordar que há elementos mínimos para justificar que as apurações sigam adiante.

RETROSPECTO – Nos últimos 14 meses, a Primeira Turma tem firmado posição no sentido de receber a maioria das denúncias apresentadas contra parlamentares. Desde fevereiro do ano passado, o colegiado endossou cinco denúncias e rejeitou apenas uma. Nesse período, foram transformados em réus os senadores Romero Jucá Filho (PMDB-RR), Agripino Maia (DEM-RN) e Wellington Fagundes (PR-MT), além dos deputados Adilton Sachetti (PRB-MT) e Luiz Nishimori (PR-PR). O único que teve a investigação arquivada foi o deputado Rôney Nemer (PP-DF).

Embora a investigação contra o senador Aécio Neves tenha surgido a partir da delação de executivos da JBS, o caso não é considerado parte da Lava-Jato, por não tratar de desvios da Petrobras. Por isso, o inquérito foi sorteado para a relatoria do ministro Marco Aurélio Mello, e não de Edson Fachin, que cuida dos processos da operação. Como Marco Aurélio integra a Primeira Turma, o caso não será examinado pela Segunda Turma, que costuma julgar os processos sobre o esquema de fraudes na Petrobras. Também compõem a Primeira Turma os ministros Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber e Luiz Fux.

AS DENÚNCIAS – Aécio foi denunciado em junho do ano passado pelo então procurador-geral da República, Rodrigo Janot, por corrupção passiva e obstrução de justiça. O senador nega as acusações. Também respondem por corrupção passiva outros três investigados no mesmo inquérito: Andrea Neves, irmã do senador; Frederico Pacheco, primo deles; e Mendherson Souza Lima, ex-assessor parlamentar do senador Zezé Perrella (PMDB-MG).

Se a ação penal for aberta, será inaugurada uma nova fase de apurações, com produção de provas e oitiva de depoimentos. Somente depois o STF julgará se Aécio é culpado ou não. Em caso de condenação, Janot pediu que Aécio e Andrea Neves paguem R$ 6 milhões aos cofres públicos: R$ 2 milhões são o valor da propina os outros R$ 4 milhões dizem respeito a danos morais, uma vez que houve “lesões à ordem econômica, à administração da justiça e à administração pública, inclusive à respeitabilidade do parlamento perante a sociedade brasileira”. A PGR também quer que seja decretada a perda do cargo de senador.

INVALIDAR PROVAS – A denúncia foi feita com base nas investigações da Operação Patmos, desdobramento da Lava-Jato. Uma das provas é uma gravação feita pelo dono da JBS, Joesley Batista, sem o conhecimento do senador. Aécio pediu ao empresário dinheiro para pagar um advogado para defendê-lo na Lava-Jato. Segundo a denúncia, o pagamento foi feito em espécie, em quatro parcelas de R$ 500 mil, por meio de Frederico e Mendherson.

Uma das principais linhas de defesa dos acusados é a tentativa de invalidar as provas da colaboração premiada dos irmão Batista. O argumento é o de que o ex-procurador da República Marcello Miller teria orientado os delatores gravar as conversar e armar um flagrante contra o senador.

Aécio responde a nove inquéritos no STF. Além deste, há outro com origem na delação da JBS, cinco a partir da colaboração da Odebrecht, e dois da delação do ex-senador Delcídio Amaral.

14 thoughts on “Alvo de nove inquéritos, Aécio Neves vai se tornar réu pela primeira vez

  1. Do avô herdou somente o nome. Politicamente é um idiota.
    Pego e preso o chefão mor do esquema, agora está chegando a hora dos ratos menores – não menos perigosos.
    A esquerda, faceira quando se juntava na prisão/exílio, agora terá de conviver também com centro, direita, mais ou menos e tudo mais!
    Sabe como é, ladrão é ladrão, corrupto é corrupto. A cadeia será pequena.
    Já temos escolas demais. Vamos à construção de cadeias!
    Fallavena

  2. Impunidade: Relembre 15 escândalos envolvendo tucanos que não deram em nada

    A lista é grande e inclui Furnas, Caso Sivam, Caso da Pasta Rosa, Cartel dos Metrôs e Trens de SP e DF, Mensalão tucano, Máfia do Carlinhos Cachoeira, Aeroporto de Cláudio, JBS e muitos outros

    https://goo.gl/buEN8g

    O ladrão que Moro tratou a pão de ló: a fantástica história de impunidade do tucano Pedro Barusco na Lava-jato

    Ex-gerente de Engenharia e Serviços da Petrobras, homem do segundo time da empresa, Barusco roubou o equivalente hoje a R$ 330 milhões em propinas de empreiteiras. Confessou que havia guardado US$ 98 milhões na Suíça. E exibiu-se: havia roubado sozinho.

    Pois na quarta-feira, dia 11/4, Barusco livrou-se das penas e não deve mais nada à Justiça. A juiza no despacho disse que o sujeito “cumpriu 739 horas e 36 minutos com ações de prestação de serviço social, 19 horas e 36 minutos a mais do que a pena previa”. Barusco tem créditos a receber.

    O gerente saiu da cadeia quando prometeu devolver o dinheiro e quando delatou o PT como recebedor de propina equivalente a pelo menos 1% dos contratos da Petrobras.

    A Lava-Jato aceitou que Barusco agia sozinho. Todos tinham chefe no esquema da estatal, em todos os partidos. Mas Barusco, não. Barusco roubava só pra ele….O mais imbecil dos brasileiros não acredita nessa história.

    Barusco foi poupado de dizer para quem roubava porque agia desde 1997 nos governos tucanos. Roubou por sete anos, de 1997 a 2002, nos governos de Fernando Henrique. E continuou roubando, na inércia, porque a engrenagem andava sozinha, nos governos do PT.

    Mas a Lava-Jato nos vendeu que Barusco era o único ladrão avulso. Porque a operação não podia mexer no que ele sabia. … não disse nada porque não pediram que dissesse. Barusco é o símbolo da impunidade dos tucanos na Lava-Jato.

    Todos os tucanos corruptos estão impunes e soltos.

    A Lava Jato será lembrada na história como um marco da impunidade. Pois a grande maioria dos “condenados” são delatores que foram “premiados” para curtirem suas fortunas conquistada por décadas de propinas punidos com penas risíveis.

    • Lula Cardozo, está na hora de começares a trabalhar, o Lula já está preso e os teus textos não convencem nem os analfabetos. Além de tudo a tua “estória” sobre o Barusco é mentirosa e já te contestei anteriormente. E, como eu tinha razão fugiste do debate porque não tens ombridade para tanto.

  3. Está passando da hora da justiça dizer-lhe: ” Você não engana mais ninguém” – O sentimento de que está de fato acontecendo uma mudança na aplicação da justiça do Brasil só acontecerá quando os “intocáveis bandidos” do PSDB estiveram atrás das grades.

    • Lembram quando o PT era apenas oposição? Sabiam tudo dos tucanos, os mdbistas, de todos os partidos. Sabiam das safadezas, das privatarias. Sabiam de tudinho!
      Assumiram o governo por quase 15 anos e das denuncias fizeram o que? Denunciaram quem? Criaram CPIs do que?

      Pergunto: fizeram o que para responsabilizar os governos de FHC? Que ações promoveram para anular ou corrigir os atos da dita “herança maldita”?

      Acho muita graça quando petistas mostram, escrevem, falam dos outros classificando-os de corruptos, ladrões e tudo mais.

      pelo contrário. CONTINUAM DEFENDENDO E PROTEGENDO SEUS LADRÕES E CORRUPTOS DE ESTIMAÇÃO!

      Quando defenderão, com a mesma energia e urgência, cadeia para todos os ladrões que assaltaram os cofres públicos.
      parece que jamais!

      Por que será? Não conseguem enxergar seus erros, mas só o dos outros?

      Canalhas, canalhas, canalhas, são muitos. Dos que são defendidos e dos que os defendem.

      E depois querem cobrar ética, moral e responsabilidade dos outros!

      Fallavena

      • Fallavena, como um petista vai justificar o seu próprio roubo? Apenas atacando os outros, pois os outros são os culpados. Ladrão é sempre igual, nunca tem culpa de nada.

      • Caro leitor e comentarista Antonio Carlos Fallavena,
        Essa agremiação política chamada PT, quando foi fundada no ano de 1980, se não me falha a memória, apregoava pelo Brasil de norte a sul e de leste a oeste, que nascia como paladina da ÉTICA e da MORAL.
        Imagina se não tivesse apregoado que era a paladina da ética e da moral, certamente hoje estaríamos em situação bem mais lastimável do que a que nos encontramos de total esculhambação, mergulhados em uma crise ética e moral sem precedente em nossa história.
        Quem sabe não seríamos hoje o que é a Venezuela!

    • Sabe aquela tática judia que, ao ser acuado, passa a atacar o outro chamando-o de antissemita ? Pois é, Vicente, agora vc passa a ser fabiano, comunista, stalinista etc etc, só porque ironizou a justiça com este “Quando dois domingos vierem juntos”. Nessa hora, nem querem lembrar de Sérgio Porto (“Ou se restaure a moralidade ou nos locupletemos todos”). Temos aqui os idiotas que votaram em Lula/Dilma e os babacas que votaram em Aécio. Estes últimos não se arrependeriam nunca.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *