Amar você é coisa de minutos, disse o apaixonado poeta Paulo Leminski

Imagem relacionadaPaulo Peres
S
ite Poemas & Canções

O crítico literário, tradutor, professor, escritor e poeta paranaense Paulo Leminski Filho (1944-1989) escreveu belíssimos poemas românticos, como “Amar Você é Coisa de Minutos”.

AMAR VOCÊ É COISA DE MINUTOS
Paulo Leminski

Amar você é coisa de minutos
A morte é menos que teu beijo
Tão bom ser teu que sou
Eu a teus pés derramado
Pouco resta do que fui
De ti depende ser bom ou ruim
Serei o que achares conveniente
Serei para ti mais que um cão
Uma sombra que te aquece
Um deus que não esquece
Um servo que não diz não
Morto teu pai serei teu irmão
Direi os versos que quiseres
Esquecerei todas as mulheres
Serei tanto e tudo e todos
Vais ter nojo de eu ser isso
E estarei a teu serviço
Enquanto durar meu corpo
Enquanto me correr nas veias
O rio vermelho que se inflama
Ao ver teu rosto feito tocha
Serei teu rei teu pão tua coisa tua rocha
Sim, eu estarei aqui 

One thought on “Amar você é coisa de minutos, disse o apaixonado poeta Paulo Leminski

  1. Esse poema é classificado como romântico? Meu Deus, estamos perdidos! Para onde foi o amor?
    Nesse escrito, que não ouso chamar poema, só sinto a cara do mal, de tristeza profunda, de odor de interior de igreja medieval.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *