André Mendonça pedirá inquérito contra jornalistas por “incentivarem” suicídio de Trump e Bolsonaro

Mendonça referiu-se aos colunistas Ruy Castro e Ricardo Noblat

Deu no Correio Braziliense

O ministro da Justiça e Segurança Pública, André Mendonça, afirmou neste domingo, dia 10, que vai pedir a abertura de inquérito policial para “apurar a conduta” de dois jornalistas por “instigarem dois presidentes da República a suicidar-se”.

“Apenas pessoas insensíveis com a dor das famílias de pessoas que tiraram a própria vida podem fazer isso. Apenas pessoas irresponsáveis cometem esse crime contra chefes de Estado de duas grandes nações. Fazê-lo é um desrespeito à pessoa humana, à nação e ao povo de ambos os países”, disse Mendonça, acrescentando que a pena para o crime seria de até dois anos de prisão.

“SAÍDA” – Apesar de não mencionar os nomes dos profissionais, o ministro refere-se aos colunistas Ruy Castro, da Folha de S. Paulo, e Ricardo Noblat, da revista Veja. Neste domingo, Castro escreveu um artigo intitulado “Saída para Trump: matar-se”, no qual sugere o suicídio como uma saída para o presidente norte-americano tornar-se “um herói, um mártir, um ícone eterno para seus seguidores idiotizados”.

Noblat, por sua vez, compartilhou o texto no Twitter e acrescentou à publicação o seguinte trecho do artigo: “Se Trump optar pelo suicídio, Bolsonaro deveria imitá-lo. Mas para que esperar pela derrota na eleição? Por que não fazer isso hoje, já, agora, neste momento? Para o bem do Brasil, nenhum minuto sem Bolsonaro será cedo demais”. O jornalista, contudo, não utilizou as aspas — que indicam a citação —, levando diversos internautas a crerem que a fala era sua.

REPERCUSSÃO –  Após a publicação de Noblat tornar-se assunto no Twitter, a revista Veja disse repudiar “com veemência a declaração”. “Não achamos que esse tipo de opinião contribua em nada para a análise política do país”, alegou a publicação.

O próprio jornalista, que apagou o post original, também usou a rede social para se explicar. “Não desejo a morte de ninguém. Minha religião o impediria. Mas ao fazer, como faço aqui, um clipping diário da mídia, não posso nem devo ignorar o que me pareça que repercutirá, mais ainda quando publicado em um grande jornal”, afirmou. “Por fim: vida longa ao presidente Jair Bolsonaro para que ele possa colher o que plantou”, acrescentou.

COBRANÇA  – Além de Mendonça, outros ministros posicionaram-se sobre as declarações. Entre eles, Augusto Heleno e Damares Alves. “Se a conta deste homem não for encerrada agora, imediatamente, vai ficar muito feio para o Twitter, pois veremos que existem dois pesos e duas medidas. Além do mais, incitar o suicídio é crime”, cobrou a titular do Ministério da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.

Filho do presidente Jair Bolsonaro, o deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) também se manifestou. “Não foi só o Noblat, é diário esse ódio. Conclusão: se Adélio tivesse assassinado Jair Bolsonaro, estas pessoas poderiam até lamentar publicamente, mas comemorariam no íntimo. Se a Veja quiser que acreditemos em seu repúdio, ela precisa tomar ação, pois de discurso estamos fartos”, escreveu.

12 thoughts on “André Mendonça pedirá inquérito contra jornalistas por “incentivarem” suicídio de Trump e Bolsonaro

    • O puxa saco evangélico só se solidariza com a dor das famílias que perderam algum ente que tenha cometido suicidio mas não com as famílias dos que perderam a vida pelo COVID. Porque também não vem a público criticar a falta de sensibilidade do seu chefe ? “Apenas pessoas insensíveis com a dor das famílias de pessoas que tiraram a própria vida podem fazer isso. Apenas pessoas irresponsáveis cometem esse crime contra chefes de Estado de duas grandes nações. Fazê-lo é um desrespeito à pessoa humana, à nação e ao povo de ambos os países”. ENGRAÇADO QUE A INSENSIBILIDADE DO CHEFE PARECE NÃO O INCOMODAR APESAR DAS MAIS DE 200 MIL MORTES! HIPOCRITA!

  1. Intonce (cearensês) ficamos assim: agora instigamento ao suicídio virtual é crime…(em qual código? CP=0; CPP=0); entanto, negligência (descaso) na celeridade de enfrentamento da covid-19, via disponibilidade de leitos hospitalares, remédios, vacinas etc. é fichinha? Ora, vão catar coquinhos…

  2. Que besteirol. Incentivar o suicídio de Trumposo ou de Boçalnaro? E o Ministro da Justiça perder tempo com isso?

    Bah, cada vez mais o executivo discute assuntos fúteis em vez de pautar coisas que realmente importam. Só posso acreditar que isso são desvios de foco propositais, para que os verdadeiros problemas passem despercebidos.

  3. Crime Gravíssimo, sugerir que um Genocida cometa genocídio contra si mesmo!
    Pois então, André, faça o seguinte: inclua aí mais o meu nome; quero dividir QUENTINHAS com esse jornalista.
    Bom mesmo seria se fosse para eu rachar RACHADINHAS!

  4. Este jornalista é o mesmo que pagou mico acreditando que todos aqueles que perdem tempo lendo os textos dele, são favoráveis ao aborto. Não satisfeito lascou outra idiotice, uma vez só levar lambada não foi suficiente, prova que não anda bem da cabeça.

  5. Deve estar faltando o que fazer aí no seu chiqueiro, né Bananão ?
    Toma vergonha nesta cara e justifique o milionário e injusto salário, que você e este bando de inúteis, surrupiam todos os 14 meses do ano !
    Que um dia esta vergonha acabe …
    Talvez mais uns 150 anos…
    E olhe lá…
    Credo !

  6. Apenas político que possui algum resquício de honra comete suicídio.

    Não adianta sugerir suicídio para maluco que não rasga dinheiro e sim o ama com todo o fervor.

  7. Sujeitinho ordinario. Babando ovo assim do mito (que está destruindo o país com sua incapacidade) vai acabar sendo nomeado para o stf, como recompensa por ser mais um puxa-saco.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *